Brasil recebe neste domingo 1,02 milhão de vacinas do consórcio Covax-Facility

Imunizantes foram adquiridos por uma aliança internacional da Organização Mundial de Saúde (OMS)

Foto: Agência Brasil

Chegam ao Brasil neste domingo, 21, um total de 1.022.400 doses da vacina Oxford/AstraZeneca contra a COVID-19, provenientes do consórcio Covax-Facility.

A chegada das vacinas foi confirmada pela representante da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) no Brasil, Socorro Galiano, e confirmada pelo Ministério da Saúde.

Segundo Galiano, em carta enviada ao Ministério da Saúde, 90% das doses têm vencimento em 31 de maio de 2021 e as demais 10% em 30 abril de 2021.

A Covax-Facility é uma aliança internacional da Organização Mundial de Saúde (OMS) que tem como principal objetivo acelerar o desenvolvimento e a fabricação de vacinas contra a COVID-19. Trata-se de um consórcio internacional com o objetivo de garantir acesso igualitário à imunização.

O carregamento integra a primeira remessa da Covax-Facility ao Brasil, que totalizará 9,1 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca, a serem entregues até maio de 2021. De acordo com o contrato de adesão do Brasil à iniciativa, firmado em 25 de setembro de 2020, o país terá acesso a 42,5 milhões de doses de vacinas contra a covid-19.

CRESCENTE DE NOVOS CASOS E MORTES

Dados divulgados pelo consórcio de veículos de imprensa na noite do sábado, 20, indicam que no comparativo com as 24 horas anteriores, houve mais 2.331 mortes por COVID-19 no Brasil, chegando ao acumulado de 292.856 óbitos pela doença. O número de casos confirmados desde o começo da pandemia é de 11.949.335.

A média móvel de mortes no país em sete dias foi de 2.234, um novo recorde. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +49%.

Os dados são diferentes dos contabilizados pelo Ministério da Saúde: até o começo da noite de sábado, o Ministério contabilizava mais 2.438 mortes pela doença em 24 horas, com o acumulado de 292.752 mortos, chegando a 11.950.459 de casos positivos.

Fontes: Agência Brasil, Ministério da Saúde e G1

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter