Ministério da Saúde recebe 1 milhão de doses da CoronaVac

Butantan vai acelerar produção de mais 10 milhões de doses

Walterson Rosa/MS

O Instituto Butantan entregou na quarta-feira, 16, ao Ministério da Saúde um lote de um milhão de doses da vacina CoronaVac contra a COVID-19. Essa remessa é parte das 5 milhões de doses previstas para serem liberadas ao longo do mês de junho para o Programa Nacional de Imunizações (PNI).

O novo lote de 5 milhões de doses está sendo produzido a partir dos 3 mil litros de ingrediente farmacêutico ativo (IFA) recebidos no dia 5 de maio. Desse total, já houve a liberação de 2,8 milhões de vacinas desde o dia 11, quando foram entregues 800 mil doses e, no dia 14, mais 1 milhão.

O Butantan informou, ainda, que até o fim de junho receberá um novo lote de 6 mil litros de IFA para a produção de mais 10 milhões de doses. Ainda de acordo com o Butantan, com essa entrega, já foram fornecidas ao PNI  50,012 milhões de doses desde 17 de janeiro, quando o uso emergencial do imunizante foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Ritmo de vacinação

De acordo com levantamentos de veículos de imprensa junto às secretarias estaduais de Saúde, até às 20h da terça-feira, 15, um total de 56.913.618 pessoas já receberam a 1a dose da vacina contra a COVID-19, o que representa 26,88% da população brasileira

Já a 2a dose foi aplicada em 23.842.785 pessoas (11,26% da população), num total de mais de 80.756.403 pessoas em todos os estados e no Distrito Federal.

A imunização em São Paulo

Até às 20h da terça-feira, 15, um total de 13.925.182 pessoas já tinham recebido a 1a dose da vacina contra a COVID-19 no estado de São Paulo. Já a 2a dose foi aplicada em 5.977.489 milhões de pessoas no território paulista.

A Prefeitura de São Paulo começa na quarta-feira, 16, a vacinação contra a COVID-19 de pessoas com 56 e 57 anos. A estimativa é a de que sejam imunizadas 275 mil pessoas nessa faixa etária. Para receber a primeira dose da vacina é preciso apresentar um comprovante de residência do município de São Paulo, além de um documento com foto.

A imunização desse grupo acontece nas 468 unidades Básica de Saúde (UBS), nas AMA/UBS Integradas, nos dez mega postos, nas farmácias e drive-thru implantados na cidade. Quem precisar tomar a segunda dose deve procurar uma das UBS da cidade.

Na quinta-feira, 17, é a vez das pessoas de 54 e 55 anos e na sexta-feira, 18, das pessoas com 52 e 53. Aqueles que têm 50 e 51 anos entram na programação de sábado, 19.

A vacinação também continua para os grupos com as seguintes comorbidades:

– Insuficiência cardíaca
– Cor-pulmonale e hipertensão pulmon
– Cardiopatia hipertensiva
– Síndrome coronariana
– Valvopatias
– Miocardiopatias e pericardiopatias
– Doença da aorta, dos grandes vasos e fístolas arteriovenosas
– Arritmias cardíacas
– Cardiopatias congênitas no adulto
– Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados
– Diabete mellitus
– Pneumopatias crônicas graves
– Hipertensão arterial resistente
– Hipertensão arterial estágio 3
– Hipertensão estágios 1 e 2 com lesão de órgãos alvos
– Doença cerebrovascular
– Doença renal crônica
– Imunossuprimidos
– Anemia falciforme
– Obesidade mórbida’

(Com informações de Agência Brasil)   

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter