Confira nossa versão impressa

Confederação Nacional da Família e da Educação – Eleições 2020

O período de campanha eleitoral é a época dos velhos chavões; entre eles o mais ouvido é o que diz que a educação deve ser prioridade. Todavia, falta vontade política – escolha – para colocar tal slogan em prática. Entendemos que a Educação só será uma verdadeira prioridade quando a família estiver no centro das políticas públicas e for ator principal do processo de formação das futuras gerações.

Um projeto de educação que tenha a família como centro permite ter uma visão de Estado, ou seja, a longo prazo, acerca de um tema essencial para o desenvolvimento integral do ser humano e da sociedade como um todo.

Neste sentido, a Confederação Nacional das Famílias e da Educação, em parceria com o Vicariato para a Educação e Universidade e da Pastoral da Educação de outras dioceses e de comunidades ligadas à renovação carismática, vem trabalhando junto ao poder público a construção de políticas pública com as características citadas acima.

A nosso ver, colocar a família como centro do processo e democratizar e diversificar o sistema de escolarização na cidade de São Paulo deve ser a prioridade máxima da próxima gestão.

O caminho prático, para tanto, é permitir que a família possa escolher como, onde e sob quais valores quer educar seus filhos. Isso pode ser feito por meio de convênios com instituições sérias e comprometidas com a educação e que ofereçam formação de qualidade e acessível àqueles que mais necessitam, principalmente nas periferias da cidade.

Muitas de nossas comunidades e paróquias já atendem, em parceria com a prefeitura, nossas crianças em creches, pré-escolas e centros comunitários. Por que não estender este atendimento a toda educação básica? Por que não permitir que a sociedade e as famílias possam colaborar com o Estado na oferta de educação de qualidade a quem mais precisa?

Estamos construindo com o Governo Federal e o Congresso Nacional uma mudança no Art.7° do PL 4372, para permitir que estados e municípios possam utilizar os recursos do Fundeb no estabelecimento de convênios com nossas comunidades para o atendimento das famílias nas Escolas Comunitárias Confessionais.

Essas escolas surgirão da união das famílias e das comunidades em querer educar as crianças segundos os valores do evangelho. Em algumas semanas, vamos, seguindo as palavras do Santo Padre, o Papa Francisco, lançar o Projeto: “Educação terra de Missão: em cada Igreja e Comunidade uma Escola”. O objetivo é levar as famílias, os párocos e as comunidades a possibilidade legal de construírem as escolas comunitárias confessionais em suas comunidades.

A Igreja em São Paulo, com a ajuda de muitos parceiros, quer ampliar sua presença na vida das famílias e na formação das futuras gerações. Esperamos contar com a colaboração do futuro gestor de nossa cidade. Esperamos que ele saiba que Deus habita esta cidade.

Professor Edivan Mota, diretor executivo da Confederação Nacional da Família e da Educação, coordenador da Pastoral da Educação da Diocese de Santo Amaro; diretor de escola pública e professor universitário

Colunas relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Colunas

Natal 2020: lições para aprendermos e ensinarmos

Quem diria, há um ano, que estaríamos nos preparando para o Natal desta maneira tão diferente de tudo o que cada um de nós...

Na solenidade da Imaculada Conceição, Papa Francisco fará homenagem particular a Nossa Senhora

Para evitar aglomerações, seguindo as recomendações das autoridades sanitárias contra a COVID-19, o Papa Francisco não realizará o tradicional ato de devoção a Nossa...

Na beleza do universo, contemplar a grandeza do Criador

Na quarta-feira, 2 de dezembro, se comemora o Dia Nacional da Astronomia, ciência que busca a compreensão física sobre o universo

Novena de Natal 2020: ‘Deus entra em nossas casas’

Subsídio preparado pela Arquidiocese de São Paulo é iluminado pelo sínodo arquidiocesano e pelas diretrizes gerais da CNBB, e está sensível ao atual momento...

Vídeo do Papa: ‘rezando, mudamos a realidade e nossos corações’

Foi divulgada, nesta terça-feira,1°, a videomensagem do Papa Francisco com a intenção de oração para dezembro, último mês de 2020, ano marcado pela pandemia...

Newsletter