Dom Odilo: que unamos as nossas forças para viver a fé

Em programa de rádio, Arcebispo Metropolitano convidou os fiéis à participação na missa do Domingo da Misericórdia, nas ordenações dos novos bispos auxiliares de São Paulo, na Romaria a Aparecida e na abertura da assembleia sinodal arquidiocesana

Dom Odilo: que unamos as nossas forças para viver a fé, Jornal O São Paulo

Nos três próximos finais de semana, a agenda de celebrações que envolvem os fiéis da Arquidiocese de São Paulo está repleta e foi sobre isso que o Cardeal Odilo Pedro Scherer falou no programa “Encontro com o Pastor”, da rádio 9 de Julho, da sexta-feira, 22.

Ao recordar que os cristãos ainda vivem nesta semana a Oitava da Páscoa, o Arcebispo Metropolitano convidou os católicos a participarem da Missa do Domingo da Misericórdia, no domingo, 24, nas paróquias, uma celebração na qual se recorda que Deus manifestou de maneira especial sua misericórdia pela humanidade e concedeu aos apóstolos e à Igreja o poder de perdoar.

“Ele estende a nós a mão, para que nos sintamos amados, perdoados, e para que saibamos que em todo momento nós podemos recorrer a Ele diante de nossos pecados e faltas”, comentou o Arcebispo.

ORDENAÇÕES EPISCOPAIS

O Cardeal também convidou os fiéis para que participem das ordenações episcopais dos dois monsenhores que foram nomeados pelo Papa Francisco, no começo de março, como bispos auxiliares de São Paulo: o Monsenhor Rogério Augusto das Neves, que será ordenado em 1o de maio, às 15h30, em São José dos Campos (SP); e o Monsenhor Cícero Alves de França, do clero arquidiocesano, cuja ordenação se realizará na Catedral da Sé, no dia 8 do mesmo mês, às 15h.

Dom Odilo comentou que ao celebrar a ordenação de um novo bispo, a Igreja se renova, e destacou que os bispos auxiliares têm papel fundamental para ajudar no atendimento do povo de Deus e nas necessidades da Arquidiocese.

ROMARIA ARQUIDIOCESANA

O outro convite de Dom Odilo aos fiéis é para a participação na Romaria Arquidiocesana ao Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, que acontecerá no domingo, dia 1o, com missa solene às 12h, presidida pelo próprio Cardeal Scherer.

O Arcebispo exortou que os fiéis se dirijam a Aparecida seja nas romarias organizadas pelas paróquias, seja individualmente ou em família com seus próprios carros, para participar deste momento que acontece há mais de 120 anos, sem interrupções.

“Nossa Arquidiocese têm vínculos estreitos com a basílica de Aparecida, com a devoção a Nossa Senhora, pois antes a basílica pertenceu à Arquidiocese de São Paulo”, recordou.

Com a criação da Diocese de São Paulo, em 1745, que depois foi elevada a Arquidiocese, em 1908, Aparecida passou a fazer parte de seu território. Somente em 1958 foi criada, pelo Papa Pio XII, a Arquidiocese de Aparecida, tendo como primeiro Arcebispo o Cardeal Carlos Carmelo de Vasconcelos Motta, até então Arcebispo de São Paulo.

SÍNODO ARQUIDIOCESANO E MISSIONARIEDADE

Dom Odilo comentou que neste ano, de modo todo especial, a romaria será em intenção para que Nossa Senhora Aparecida interceda pelo bom êxito do sínodo arquidiocesano.

O Arcebispo recordou, ainda, que a assembleia arquidiocesana do sínodo terá início em 7 de maio, às 15h, com a celebração de abertura na Catedral da Sé, e que o propósito do sínodo é o de ajudar a Igreja em São Paulo a bem viver um caminho de comunhão, conversão e renovação missionária.

Por fim, o Cardeal enfatizou que as paróquias, a própria cidade e até mesmo cada família são territórios de missão para os cristãos. “Missão significa anunciar Jesus, testemunhá-lo, transmitir a fé, viver e testemunhá-la com toda a coragem e alegria em um mundo que nem sempre nos ajuda para isso. E é justamente por isso que precisamos unir mais ainda as nossas forças para criar coragem e viver a nossa fé sem medo e sem qualquer receio”, concluiu.

Ouça abaixo a íntegra do programa da sexta-feira, 22 de abril. Diariamente, é possível acompanhar o “Encontro com o Pastor” na rádio 9 de julho às 7h e às 12h.

Deixe um comentário