ACN Brasil disponibiliza a ‘Bíblia da Criança’ no YouTube e em aplicativo

“Se Jesus tivesse que contar uma parábola nos dias de hoje, Ele não contaria apenas sobre coisas do campo, do mundo rural; certamente, também falaria da cidade, do mundo digital, para poder destacar aquilo que nos narram os Evangelhos.” 

ACN Brasil disponibiliza a ‘Bíblia da Criança’ no YouTube e em aplicativo, Jornal O São Paulo

Diante das amplas possibilidades de conectividade por meio de computadores e smartphones, essa percepção do Frei Rogério Lima, Assistente Eclesiástico no Brasil da fundação pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre (ACN Brasil), é um ponto de partida para entender as motivações de uma das mais recentes ações da instituição: a criação de uma versão digital da “Bíblia da Criança”. 

Publicada pela ACN de modo impresso desde 1979, a “Bíblia da Criança” já foi traduzida para 191 línguas, com 51 milhões de exemplares distribuídos, 10 milhões dos quais no Brasil, e ajudou a evangelizar gerações, com uma linguagem simples. “Ainda hoje, escutamos o testemunho de muitos sacerdotes sobre o fato de que seu despertar vocacional surgiu na infância após esse contato com a ‘Bíblia da Criança’”, recordou Frei Rogério. 

MAIS ACESSÍVEL E ATRAENTE 

A versão digital da “Bíblia da Criança” está disponível no canal do YouTube da ACN Brasil e, também, no app “Bíblia da Criança”. Ao todo são cem capítulos: um de apresentação, 44 referentes ao Antigo Testamento e 55 sobre o Novo Testamento. 

Os vídeos têm duração de um a quatro minutos, e trazem uma ilustração referente à passagem bíblica que é narrada e, também, apresentada em texto. 

“Esse conteúdo audiovisual oferece às crianças e aos adolescentes uma oportunidade de entrar em contato com o universo bíblico não apenas por meio dos escritos, mas, também, pelos outros recursos que prendem sua atenção, como a narração da Palavra de Deus, os efeitos sonoros, a entonação dos diálogos, levando a criança e o adolescente a criar aquele interesse por todas as histórias contadas, de modo que a Palavra de Deus comece a penetrar com muito mais força, com muito mais eficiência, na vida e no coração deles”, destaca o frade carmelita. 

ESTÍMULO AO DIÁLOGO SOBRE A FÉ 

Com a disseminação da “Bíblia da Criança” nas plataformas on-line, a ACN Brasil espera que os conteúdos referentes à história da salvação possam ser partilhados com mais facilidade em família e nos encontros de Catequese, proporcionando diálogos sobre a vivência da fé. 

“A curta duração de cada vídeo foi pensada para que a criança se interesse pelo conteúdo, mas não fique com esse saber para si, nem isolada ou distancia- da dos outros. O que queremos é que ela veja o conteúdo, o assimile e partilhe o que entendeu com seus familiares, outras crianças e com os colegas do grupo de Catequese”, explica o Assistente Eclesiástico da ACN Brasil. 

“Não se trata de a criança ter acesso a mais um conteúdo como tantos outros que existem no YouTube, os quais, muitas das vezes, a deixam sem diálogo, isolada dos pais e educadores. A nossa proposta é de retomar a importância do diálogo formativo e de ver a criança interagindo, uma vez que, quando ela assiste a um vídeo mais curto, não se satisfaz com aquela breve informação, e assim, a partir de sua natural curiosidade, pergunta mais sobre o tema para os pais, os avós, o catequista, o que proporciona o desejado diálogo e a interação”, explicou Frei Rogério. 

FACILITADOR DO PROCESSO CATEQUÉTICO 

Embora a disponibilização da “Bíblia da Criança” no canal do YouTube da ACN Brasil e no aplicativo seja algo recente, catequistas que já acessaram o conteúdo têm feito elogios à proposta e relatado que se trata de um facilitador do processo catequético. 

“A Catequese não é só assimilação de conteúdo. Ela é vivência e aprofundamento da fé, e as crianças, de fato, se envolvem muito mais e fixam os conteúdos por meio de sons e imagens. Quando simplesmente se lê uma passagem bíblica, por exemplo, algumas vezes pode ser difícil até compreender os nomes, mas no vídeo a criança está vendo o conteúdo e ouvindo o que é lido, fica com a atenção fixada, e vai ativando sua criatividade. 

A partir disso, a Catequese se torna algo muito mais relacional, muito mais uma experiência de fé e de assimilação da própria vida cristã. Assim, a grande meta da ACN Brasil com a ‘Bíblia da Criança’ é contribuir para a evangelização dos mais pequeninos e futuros jovens e adultos da nossa Igreja”, destacou Frei Rogério. 

O INDISPENSÁVEL MONITORAMENTO DE UM ADULTO 

Por fim, o Assistente Eclesiástico da ACN Brasil ressaltou que, embora os conteúdos e os propósitos da “Bíblia da Criança” na versão digital sejam o de facilitar a transmissão dos conteúdos bíblicos e os diálogos sobre a fé, é indispensável que o acesso seja sempre acompanhado por um maior responsável – pais, catequistas, irmãos mais velhos –, uma vez que está inserido na internet, em um ambiente de múltiplos conteúdos, nem todos benéficos para o desenvolvimento das crianças e dos adolescentes. 

“É fundamental nos comprometer- mos, como adultos, com o acompanhamento de todo o acesso que a criança faz à internet, que infelizmente pode ser uma porteira para o contato com tantas coisas ruins. Do mesmo modo, não se deve deixar a criança por um tempo excessivo em frente à tela. Se houver esses cuidados, certamente o acesso à ‘Bíblia da Criança’ no YouTube e no aplicativo ajudará a formar as novas gerações com bons valores e não apenas fazer com que decorem aspectos da Doutrina da Igreja, mas, sim, que reflitam, assimilem o que é ensinado e façam escolhas seguras e saudáveis, como seguidoras de Cristo.” 

ACESSE A “BÍBLIA DA CRIANÇA” 

Pelo canal da ACN Brasil no YouTube – pelo link.
Pelo aplicativo “Bíblia da Criança” com download gratuito no Play Store e na App Store 

Deixe um comentário