As virtudes de Bento XVI são lembradas em fórum internacional on-line

As virtudes de Bento XVI são lembradas em fórum internacional on-line, Jornal O São Paulo
Reprodução da internet

Com a participação de cardeais, bispos e representantes da sociedade civil, a Academia de Líderes Católicos prestou uma homenagem virtual ao Papa Emérito Bento XVI, falecido em 31 de dezembro.

O fórum internacional, realizado na sexta-fira, 6, contou com a presença do Arcebispo de São Paulo, Cardeal Odilo Scherer, e do Núncio Apostólico dos Estados Unidos, Dom Christophe Pierre, que compartilharam testemunhos sobre a vida e obra do Papa Emérito.

Também participaram Rocco Buttiglione, ex-ministro da Cultura da Itália; Rodrigo Guerra, secretário da Pontifícia Comissão para a América Latina; Flaminia Giovanelli, ex-subsecretária do Pontifício Conselho Justiça e Paz, e o filósofo Juan Manuel Burgos, presidente da Associação Ibero-Americana de Personalismo. A homenagem foi acompanhada ao vivo por centenas de pessoas de todo o mundo através das redes sociais da Academia de Líderes Católicos.

HUMANIDADE

O primeiro a falar foi o Cardeal Scherer, que descreveu Bento XVI como uma pessoa muito humana e que sempre teve Jesus Cristo no centro. Dom Odilo, que participou dos funerais do Papa Emérito, no Vaticano, relatou que se encontrou com o então Cardeal Joseph Ratzinger algumas veze na Praça São Pedro, no tempo em que esse era Prefeito da Congregação Para a Doutrina da Fé, e depois, já como pontífice, em eventos públicos e privados.  

“Era uma pessoa muito humana, quase simples, sempre com um olhar atento às pessoas e que sempre dava uma resposta clara a cada pergunta que lhe faziam”, disse o Arcebispo, após recordar que também teve a alegria de o receber em São Paulo, em maio de 2007, durante sua visita à cidade, quando canonizou Santo Antônio de Sant’Anna Galvão, antes de participar, em Aparecida (SP), da abertura da V Conferência Geral do Episcopado da América Latina e do Caribe.

Ele destacou que Bento XVI foi muito perspicaz ao analisar os problemas atuais, mas também foi uma pessoa que sofreu muito. “Como homem perspicaz, quis enfrentar os problemas do clero, por exemplo, os morais, de pedofilia e os administrativos na Santa Sé. Ele queria resolver esses problemas e sofreu muito; Isso lhe custou muito, mas é verdade que ele foi ao fundo para resolvê-los”, disse o Cardeal sobre o pontífice, a quem chamou de grande teólogo, cuja renúncia ao papado “foi um ato de sinceridade e grande amor ao Igreja.”

Defesa da verdade

Por sua vez, Juan Manuel Burgos, que não conheceu pessoalmente o falecido Papa, assegurou que se caracterizava pela sua defesa da verdade e pelo seu profundo conhecimento filosófico. “O amor à verdade foi uma das grandes motivações de sua vida e talvez por isso foi nomeado prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, cargo que ocupou por 24 anos no tempo de João Paulo II”.

Rodrigo Guerra destacou que Bento XVI foi um homem “absolutamente extraordinário” que foi um pai para toda a Igreja. “Tive a oportunidade de conhecer o Papa em Aparecida em 2007 (…) E o rosto que descobri é um rosto de paternidade, paciência, bondade, ternura, às vezes tímido, mas sobretudo um rosto providencial”, afirmou.

Por sua vez, o Núncio Apostólico nos Estados Unidos, Dom Christophe Pierre, relembrou vários discursos de Bento XVI durante suas visitas ao Brasil e ao México.

Os últimos a falar foram o ex-ministro da Cultura italiano Rocco Buttiglione e Flaminia Giovanelli. Embora não estivessem entre os palestrantes, os bispos mexicanos Felipe Arizmendi e José Trinidad Zapata também compartilharam testemunhos sobre o falecido Papa.

Assista à íntegra da homenagem:

Fonte: Diario de Yucatán

1 comentário em “As virtudes de Bento XVI são lembradas em fórum internacional on-line”

Deixe um comentário