Comunicar o Evangelho na maior metrópole do Brasil

No Dia Mundial das Comunicações Sociais, que será celebrado no domingo, 29, os católicos são convidados a valorizar e a conhecer melhor o trabalho realizado pelos meios de comunicação a serviço da missão evangelizadora da Igreja. 

Comunicar o Evangelho na maior metrópole do Brasil, Jornal O São Paulo
Luciney Martins/O SÃO PAULO

Na Arquidiocese de São Paulo, esse serviço é organizado e animado pelo Vicariato Episcopal para a Pastoral da Comunicação, responsável por acompanhar os meios da Arquidiocese – jornal O SÃO PAULO, rádio 9 de Julho, folheto Povo de Deus em São Paulo e o portal ArquiSP e mídias digitais –, a Assessoria de Imprensa e a Pastoral da Comunicação (Pascom). 

Desde 2017, os meios de comunicação oficiais da Arquidiocese de São Paulo iniciaram um processo de integração de trabalhos realizados em uma mesma redação, na Freguesia do Ó, na zona Noroeste da cidade. O projeto também conta com a integração na produção de conteúdos e na administração dos veículos, seguindo a tendência mundial da convergência de mídias. 

Essa diversidade de mídias estará representada na ExpoCatólica 2022, entre os dias 27 e 30, em São Paulo.

JORNAL 

Criado em 1956 pelo Cardeal Carlos Carmelo de Vasconcelos Motta, então Arcebispo Metropolitano, o jornal O SÃO PAULO noticia os fatos da Igreja na Arquidiocese, no Brasil e no mundo, e reporta os acontecimentos do cotidiano social, sempre à luz do Magistério e da Doutrina Social da Igreja. 

Eventos com a participação do Arcebispo Metropolitano, o Cardeal Odilo Pedro Scherer, e dos Bispos Auxiliares da Arquidiocese, ações referentes à ação evangelizadora, missionária e caritativa da Igreja em São Paulo, bem como temas inerentes à defesa da vida e da dignidade humana são assuntos pautados na edição semanal, disponibilizada na versão impressa e em PDF, com um layout modernizado constantemente, bem como no jornal on-line, atualizado diariamente e que pode ser acessado em www.osaopaulo.org.br

O jornal O SÃO PAULO também está nas redes sociais – @jornalosaopaulo – e por meio das notícias, reportagens e de artigos formativos – como os das seções de Opinião, Fé e Cidadania, Comportamento, Espiritualidade, Você Pergunta e Liturgia Vida – faz ressoar também nas novas mídias a voz da Igreja em São Paulo, bem como as iniciativas da Igreja em âmbito mundial, especialmente os fatos reportados a partir de Roma, onde mantém um correspondente acreditado à sala de imprensa da Santa Sé.

Sugestões de pauta e observações sobre o jornal podem ser enviadas pelo e-mail: osaopaulo@uol.com.br

RÁDIO 

Inaugurada em 1953 e entregue à Arquidiocese em 1956, a rádio 9 de Julho AM 1.600 kHz teve seus transmissores lacrados pelo regime militar em 1973, sendo reaberta apenas em 1999. Desde então, cumpre a missão de evangelizar pelas ondas do rádio e, também, transpor barreiras pela internet (www.radio9dejulho.com.br). 

Nos últimos meses, a emissora tem investido na renovação da programação e maior integração com as mídias digitais. Além de sintonizar a transmissão pelo rádio, na frequência AM 1600 kHz, toda a programação pode ser conferida no site, no app digital, e o público pode acompanhar boa parte da programação pelos canais da emissora no Facebook e no YouTube. Conteúdos de podcast @radio9dejulho já podem ser acessados em várias plataformas digitais. 

Entre as novidades da programação estão o programa “Kayrós – Tempo da Graça de Deus”, com Paulo Miziara, de segunda a sexta-feira, das 21h30 às 23h; “Falando com Deus”, com o Padre Delair Cuerva, de segunda a sexta-feira, das 23h à meia-noite; e “Madrugada Evangelizar”, produzi- do pela Rede Evangelizar, com participações do Padre Reginaldo Manzotti e inserções da programação da própria rádio 9 de Julho, todos os dias, da meia-noite às 5h. 

Para a manutenção dos meios de comunicação, a Arquidiocese conta com o apoio dos fiéis e benfeitores, por meio da campanha da “Família dos Amigos”, e de iniciativas como a coleta anual para a rádio 9 de Julho, realizada sempre no domingo da Ascensão do Senhor e Dia Mundial das Comunicações Sociais, em todas as paróquias e comunidades da Arquidiocese. 

INTERNET 

A primeira experiência da Arquidiocese de São Paulo na internet aconteceu ainda em 1999, sendo uma das primeiras dioceses do Brasil a ter um site institucional. Em 2010, para corresponder aos avanços tecnológicos da internet, iniciou-se um projeto e reformulação do site, com o objetivo de transformá-lo em um portal. A primeira versão do portal da Arquidiocese foi lançada em 2011. 

O portal arquisp.org.br tem o objetivo de ser, como afirmou o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, o “ambiente digital” da Igreja em São Paulo, integrando paróquias, clero, pastorais, organismos e os demais meios de comunicação da Arquidiocese em uma mesma plataforma. Neste momento, está em fase de elaboração uma nova versão do portal, mais interativa e integrada com as mídias digitais e dispositivos móveis. 

FOLHETO LITÚRGICO 

Criado em 1976, o folheto Povo de Deus em São Paulo tem a missão não apenas de ser um rico subsídio para os cristãos participarem do ápice da sua fé, a Santa Missa, mas também promover a unidade dos católicos nas celebrações dominicais da Arquidiocese e de paróquias de outras dioceses que assinam o folheto. 

O folheto também é um rico canal de comunicação dos principais eventos da Igreja Particular de São Paulo, bem como um instrumento de diálogo do arcebispo e dos bispos auxiliares com a população da cidade. O subsídio também é acessado pela internet, no formato digital pelo link: https://cutt.ly/WHM5DGp

Deixe um comentário