Curso anual de atualização teológica e pastoral do clero trata sobre a Igreja sinodal

Curso anual de atualização teológica e pastoral do clero trata sobre a Igreja sinodal, Jornal O São Paulo
Luciney Martins/O SÃO PAULO

Com a presença do Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo Metropolitano, cerca de 200 ministros ordenados – entre bispos, sacerdotes e diáconos – se reúnem entre os dias 8 e 11, no Mosteiro de Itaici, no município de Indaiatuba (SP), para o Curso de Aprofundamento Teológico e Pastoral do Clero da Arquidiocese de São Paulo. 

Em sua 19º edição, a iniciativa foca, a cada ano, um temário específico, a fim de trazer à reflexão e ao debate assuntos importantes da atualidade que dizem respeito à Igreja. O objetivo é capacitar os clérigos a lidar com os desafios que se apresentam em seu cotidiano ministerial. 

Este ano, em alinhamento com as propostas do sínodo arquidiocesano, o tema escolhido foi “Igreja sinodal: comunhão, participação e missão”. A abordagem do assunto tem sido feita por meio de diversas exposições e intervenções, lideradas por Dom Odilo, pelos bispos auxiliares da Arquidiocese e pelo Cônego José Arnaldo Juliano dos Santos e o Padre Boris Agustín Nef Ulloa, peritos do sínodo arquidiocesano. 

“A reflexão sinodal da Arquidiocese se encaminha para a elaboração de diretrizes e planos de ação. O sínodo deve nos ajudar a acolher os apelos da realidade que olhamos ao nosso redor, acolhendo os apelos da Igreja”, explicou Dom Odilo, na abertura do curso, na segunda-feira, 8. 

Em conformidade com essa realidade sinodal da Arquidiocese, o Arcebispo explicou a escolha do tema que norteia a formação clerical deste ano: “O tema proposto deve nos ajudar a compreender o que é a Igreja sinodal e como se traduz a sinodalidade no agir da nossa Igreja particular, agora não mais considerada de forma abstrata, mas como se realiza o caminho de comunhão, participação e missão”. 

Passou-se, em seguida, às apresentações dos temas específicos. Dom Odilo apresentou uma pesquisa, divulgada recentemente, sobre a situação religiosa no Brasil, na qual se tem um amplo panorama do perfil dos brasileiros em relação à vivência da fé no País, destacando dados comparativos que dizem respeito, sobretudo, a católicos e evangélicos. 

Curso anual de atualização teológica e pastoral do clero trata sobre a Igreja sinodal, Jornal O São Paulo

Segundo o Arcebispo, o levantamento mostra que o povo brasileiro continua religioso, embora haja os ateus e aqueles que não aderem a nenhuma religião, situação também detectada na pesquisa do sínodo arquidiocesano. 

Ainda em relação à pesquisa de campo do sínodo, Dom Odilo discorreu acerca de outros dados importantes, que ajudam a nortear as ações futuras, as quais serão implementadas nas próximas fases do sínodo arquidiocesano. 

O segundo palestrante foi o Padre Boris, que apresentou os fundamentos bíblicos sobre os quais se baseiam uma Igreja sinodal, confirmando nas Sagradas Escrituras a sinodalidade como algo inerente à natureza da Igreja. 

O terceiro palestrante foi o Cônego José Arnaldo, que explanou a relação existente entre os documentos do magistério da Igreja, decorrentes do Concílio Vaticano II, e como já se pensava, há mais de 50 anos, na importância de a Igreja caminhar sinodalmente. 

Acompanhe mais detalhes a respeito do Curso de Aprofundamento Teológico e Pastoral do Clero Arquidiocesano na próxima edição do O SÃO PAULO

Deixe um comentário