Dom Odilo exorta que todos participem da Igreja em atitude sinodal

Arcebispo Metropolitano falou a sobre este tema no programa ‘Encontro com o Pastor’, da rádio 9 de Julho

Participar da Igreja em uma atitude sinodal, estando sempre unido ao Papa e fiel às tradições  é o chamado de Deus a todos os cristãos, conforme lembrou o Cardeal Odilo Pedro Scherer no programa ‘Encontro com o Pastor’, da sexta-feira, 17, na rádio 9 de Julho.

O Arcebispo Metropolitano iniciou sua reflexão mencionando São Roberto Belarmino (1542-1621), bispo e doutor da Igreja cuja memória litúrgica é celebrada em 17 de setembro. O Santo, que foi o primeiro jesuíta a ser feito cardeal, teve atuação indispensável para reafirmar as verdades da fé cristã em meio às incertezas desencadeadas pela Reforma Protestante no século XVI.

“Ele se interessou muito pela reforma da formação do clero, pela reforma dos estudos de Teologia – para que eles fossem verdadeiros, aprofundados e sérios – e, entre outras coisas, também pela catequese popular. De São Roberto Belarmino, temos o pequeno catecismo do Concilio de Trento, que ajudou gerações a fazer a iniciação à vida cristã e a manter firme o rumo da fé na Igreja”, comentou.

Dom Odilo alertou que ao longo da história e, ainda hoje, há muitos que esperaram que hajam “reformas espetaculares na Igreja”, envolvendo até a mudança da doutrina, algo que não acontecerá. O Arcebispo comentou que a mudanças que tem sido promovidas pelo Papa Francisco envolvem o chamado para novas atitudes de todos na comunidade eclesial, em busca de uma conversão verdadeira a Deus, a Cristo, ao Evangelho, à autenticidade da vida cristã e para que a Igreja seja cada vez mais servidora do Evangelho para o mundo.

O Papa Francisco – prosseguiu o Arcebispo – continua a convocar a Igreja para esta conversão, por meio de processo sinodal. “E o que é esse jeito sinodal? De um lado ouvir, de outro lado participar. Comunhão, participação e missão. Esses são conceitos que fazem parte da sinodalidade.Ouvir a todos, discernir juntos e ver qual é o caminho que Deus indica e caminhar juntos, abraçar esse caminho com esforço comum – todos, não só alguns – não só o clero, mas toda comunidade. Somente assim, a Igreja será um corpo forte, unido, sadio, sem rachaduras ou divisões”, afirmou.

Por fim, o Arcebispo lamentou que ainda hoje exista na Igreja Católica falsos pregadores, que pela vaidade e orgulho se opõem ao Papa e aos bispos, quebrando a unidade da Igreja. “Estejamos atentos, não vamos atrás de qualquer coisa enganosa. Fiquemos com a Igreja, com o Papa, com o episcopado que está unido ao Papa na sã e verdadeira Tradição da Igreja”.

(Colaborou: Júlia Cabral)

OUÇA A ÍNTEGRA DESTA EDIÇÃO DO ENCONTRO COM O PASTOR

Comentários

  1. Momento histórico que vive a Igreja Católica Apostólica Romana, após o Concilio Vaticano II, com essa reforma promovida pelo Papa Francisco denominada Igreja Sinodal, onde os leigos terão muito mais participação nas atividades da igreja. E tendo D. Odilo como supremo Pastor de São Paulo, a frente dessa reforma, é um incentivo a nós leigos nós enganarmos e apoiarmos todas os movimentos da Igreja Católica Apostólica Romana, para atingir esse objetivo.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter