Em 2007, Papa Bento XVI falava ao episcopado brasileiro na Catedral da Sé

O Pontífice exortou os bispos a buscarem uma evangelização mais eficiente

Em 2007, Papa Bento XVI falava ao episcopado brasileiro na Catedral da Sé, Jornal O São Paulo
Luciney Martins/O SÃO PAULO

Há 15 anos, o Papa Bento XVI se encontrava com os bispos brasileiros na Catedral da Sé, em 11 de maio de 2007, durante sua viagem apostólica ao Brasil. 

No encontro que teve com o episcopado brasileiro, seu último compromisso na capital paulista, o Pontífice refletiu sobre o ministério episcopal e suas implicações. 

Para Bento XVI comentou ser preciso que Cristo e Igreja estejam no centro da explanação dos prelados. Lembrou, ainda, que a função do bispo é congregar e unificar os trabalhos pastorais das dioceses para que sirvam de testemunho evangélico da transformação que a fé em Cristo pode fazer. 

Em seu discurso, o Santo Padre ressaltou que o avanço das seitas no Brasil, “motivo de justa preocupação” está vinculado à vulnerabilidade da fé: “As pessoas mais vulneráveis ao proselitismo agressivo das seitas e incapazes de resistir às investidas do agnosticismo, do relativismo e do laicismo são geralmente os batizados não suficientemente evangelizados, facilmente influenciáveis porque possuem uma fé fragilizada e, por vezes, confusa, vacilante e ingênua, embora conservem uma religiosidade inata”. 

Em 2007, Papa Bento XVI falava ao episcopado brasileiro na Catedral da Sé, Jornal O São Paulo

Pouco mais de 400 bispos participaram do encontro. Antes da chegada de Bento XVI, um conjunto de 200 vozes formado pelos corais Lírico Municipal e Paulistano e pela Orquestra Sinfônica de Heliópolis iniciou um concerto sinfônico preparado especialmente para o encontro. 

Depois do discurso, os 14 presidentes das regionais da CNBB cumprimentaram o Santo Padre. Na despedida do papa, o coral executou a obra “Brasileiros” de Furio Franceschini, compositor do hino oficial do 4º Congresso Eucarístico Nacional, realizado em São Paulo, em 1942. 

Deixe um comentário