Em atenção às necessidades corporais e espirituais do próximo

Ações caritativas mediante as quais todo cristão é chamado a socorrer o próximo em suas necessidades corporais e espirituais (cf. Catecismo da Igreja Católica, §2447), as obras de misericórdia são praticadas pelos católicos por meio de iniciativas tanto nas paróquias da Arquidiocese quanto nas pastorais, movimentos, comunidades e outras organizações da Igreja em São Paulo. 

Veja a seguir algumas dessas iniciativas e os canais de contato para conhecê-las melhor e, assim, realizar as obras de misericórdia. 

Foto: Luciney Martins/O SÃO PAULO

CASA DE ORAÇÃO DO POVO DA RUA 

Mantida pela Arquidiocese de São Paulo, por meio da Pastoral do Povo da Rua, a Casa de Oração é, desde 1997, um ponto de referência aos “irmãos da rua”. Diariamente, é servido o café da manhã e são produzidas cerca de 700 marmitas, distribuídas em ruas e praças da cidade. Há ainda a entrega de roupas e itens de higiene pessoal obtidos por meio de doações. Ações de evangelização acontecem regularmente, seja na ida às ruas, seja no próprio interior da casa (Rua Djalma Dutra, 03, bairro da Luz), em momentos de espiritualidade, com o auxílio do Centro de Estudos Bíblicos (CEBI). 

(11) 3106-5531 e (11) 99427-9070. 

SERVIÇO FRANCISCANO DE SOLIDARIEDADE 

Diariamente, o Serviço Franciscano de Solidariedade (Sefras) atua no combate à fome e à violação de direitos, bem como pela inserção econômica e social dos vulneráveis como idosos sozinhos, imigrantes, refugiados, pessoas com hanseníase e crianças pobres. Um dos trabalhos de referência se dá com as pessoas em situação de rua. No Chá do Padre (Rua Riachuelo, 268, Centro) são atendidas aproximadamente mil pessoas por dia, e na Casa Franciscana (Rua Otto de Alencar, 270, Cambuci), cerca de 500. Toda ajuda financeira, bem como a doação de roupas e alimentos, é bem-vinda. 

(11) 3795-5220 
https://doesefras.org.br

ALIANÇA DE MISERICÓRDIA 

Fundada no ano 2000 por missionários italianos em São Paulo, a Aliança de Misericórdia tem diferentes frentes de ação, como o trabalho pastoral na Igreja Nossa Senhora da Boa Morte, no Centro, que permanece aberta 24 horas por dia; ação missionária às pessoas em situação de rua e manutenção da Casa Restaura-me (Rua Monsenhor Andrade, 746, Brás), frequentada diariamente por cerca de 450 pessoas em situação de rua, que lá recebem refeições e podem  tomar banho, lavar roupas e obter encaminhamentos para serviços sociais. A Aliança tem ainda a Vila Cuore, na zona Noroeste, onde, com o apoio do Grupo Comolatti, oferece serviços de solidariedade a famílias carentes, incluindo a capacitação profissional e aulas de reforço escolar para crianças e adolescentes. 

(11) 3120-9191 
https://misericordia.org.br

ARSENAL DA ESPERANÇA 

Fundado em 1996, o Arsenal da Esperança é mantido pelo SERMIG – Fraternidade da Esperança no bairro da Mooca (Rua Doutor Almeida Lima, 900). Diariamente, são acolhidos 1,2 mil homens que antes estavam em situação de rua por razões diversas, como a falta de trabalho, de moradia ou de suporte familiar. Lá, eles podem descansar, tomar banho, se alimentar e frequentar cursos profissionalizantes, além de usufruir de muitos outros serviços, como o acompanhamento do serviço social. Todo o trabalho é mantido por doações, sendo sempre necessários itens como alimentos não perecíveis, talheres descartáveis, papel interfolhado, papel higiênico, itens de limpeza e kits de higiene pessoal, incluindo aparelhos de barbear descartáveis. 

Facebook: @arsenaldaesperanca 

MISSÃO PAZ 

Mantida pelos missionários Scalabrinianos, a Missão Paz, localizada na região central (Rua do Glicério, 225, Liberdade), começou a atuar na década de 1930. Trata-se de um centro integrado a serviço dos migrantes e refugiados. Sua estrutura atual é formada por quatro projetos intercomunicantes: a Casa do Migrante, o Centro Pastoral e de Mediação dos Migrantes, o Centro de Estudos Migratórios e a Igreja Nossa Senhora da Paz. Desenvolve serviços de apoio à acolhida, documentação, aprendizagem do idioma, inserção laboral, atendimento médico e jurídico. Recebe diariamente uma média de 250 pessoas. Também realiza ações de promoção dos direitos da pessoa migrante e mantém a web-rádio Migrantes

(11) 3340-6950 
www.missaonspaz.org 

Foto: Luciney Martins/O SÃO PAULO

MISSÃO BELÉM 

A Missão Belém mantém casas de acolhida, nas quais pessoas que um dia viveram em situação de rua, especialmente no vício das drogas, acolhem os irmãos recém-saídos das ruas e que aceitam a restauração de suas vidas a partir de um itinerário de espiritualidade católica. Hoje, vivem nas casas da Missão, em diferentes cidades, 2,3 mil pessoas. Um dos locais é o Edifício Nazaré (Praça da Sé, 47), onde são acolhidos 50 irmãos por dia, e residem cerca de 100 pessoas, algumas muito doentes. A Missão também realiza trabalhos no Haiti. Toda doação é bem-vinda, seja financeira para o custeio das contas de água e de energia elétrica, seja a de alimentos, roupas e produtos de higiene pessoal e de limpeza. 

www.missaobelem.org 

FRATERNIDADE O CAMINHO 

Iniciada em 2001 na periferia da zona Sul de São Paulo, a Fraternidade O Caminho atua em diferentes frentes de missão, sendo uma delas a ida às ruas, às cracolândias e às periferias, propondo aos ‘irmãos da rua’ que estão entregues ao vício das drogas um caminho de restauração de vida por meio da fé, o que inclui o acolhimento em uma das casas de passagem. Há também a oferta de tratamento terapêutico. Formada por consagrados, sacerdotes e leigos, a Fraternidade também realiza missão pastoral com os encarcerados e mulheres em situação de prostituição. 

https://www.ocaminho.org

MISSÃO EUCARÍSTICA VOZ DOS POBRES 

A Missão Eucarística Voz dos Pobres, fundada em 1996 por Claudio Luiz Vaz, realiza todos os dias sua ação pastoral nas ruas, com missionários consagrados e voluntários que levam refeições e dialogam com os “irmãos da rua”. Também acolhe pessoas com a saúde debilitada que vivem nas ruas ou que tenham sido abandonadas por familiares em hospitais ou em suas próprias casas. Os trabalhos são mantidos por meio de doações, sejam materiais, sejam financeiras, e também são bem-vindos os voluntários para ajudar no cuidado com os irmãos e na pastoral de rua. 

Facebook: @vozdospobres.ofc 

INSTITUTO REDENÇÃO 

A associação católica de fiéis Missionários da Redenção mantém, desde 2015, o Instituto Redenção, no qual mensalmente 230 crianças são atendidas no projeto “Redenção Kids”, 200 famílias no projeto “Solicitude” e 30 mulheres no projeto “Tecer e Semear”. Os 40 missionários contam com o apoio de cem voluntários para realização de diversas atividades socioeducativas, consultoria de gestão de projetos, construções de moradias, administração de oficinas, doações de cestas básicas e capacitação para reinserção de mulheres no mercado de trabalho. Há também evangelizações nos lares dos mais de 2 mil impactados mensalmente por tais ações. 

(11) 95148-0875 

https://redencao.org

Foto: Luciney Martins/O SÃO PAULO

SERVIÇO DE ESCUTA PASTORAL 

Criado para ouvir o desabafo das pessoas em seus momentos difíceis, o Serviço de Escuta Pastoral não é terapia nem Confissão. A iniciativa permite que a pessoa, ao ser escutada sem julgamentos, livre-se da carga emocional que a oprime e passe a ver com mais clareza o momento em que se encontra, tendo melhores condições de buscar uma solução, com autonomia, para o seu problema. Atualmente, é um atendimento presencial nas igrejas, tendo melhor desempenho naquelas ditas “de passagem”, estando presente em 28 paróquias da Arquidiocese. Nas paróquias, podem ser formadas equipes, em acordo com o pároco, com pessoas que tenham o perfil adequado (responsável, discreta, que saiba ouvir, guardar sigilo e tenha disponibilidade para atender no seu plantão e para uma reunião periódica). É oferecido um curso de capacitação aos interessados, que podem enviar seu nome completo, telefone e e-mail para: escutasp@regiaose.org.br. 

AMPARO MATERNAL 

A Associação Amparo Maternal atua desde o ano de 1939 como referência no acolhimento de gestantes, mães e seus bebês, de forma integral e humanizada, oferecendo residência e atendimento especializado para a sua reinserção social. O Centro de Acolhida abriga 50 usuários, realizando um trabalho social individualizado, contribuindo para restaurar e preservar a integridade da gestante e seu filho, favorecendo o processo de reconstrução de vida e o desenvolvimento de habilidades para autonomia e geração de renda por meio de cursos e oficinas. A Maternidade, que desde 2021 é gerida pela Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), realiza média de 400 partos mensais. Localizada na Rua Napoleão de Barros, 1.035, Vila Clementino, funciona 24 horas por dia. 

(11) 5573-8930 
www.amparomaternal.org 

PASTORAL CARCERÁRIA 

(11) 3231-5531. 

Na área da Arquidiocese de São Paulo, há uma população de quase 21 mil pessoas presas. Diante dessa realidade e seguindo o mandato de Jesus para que se visite os encarcerados, a Pastoral Carcerária arquidiocesana, com os seus cerca de 30 agentes, vai regularmente a 20 unidades prisionais, quando dialoga e escuta os encarcerados, além de realizar celebrações. Com mais agentes, seria possível, também, dar a necessária atenção aos familiares dos presos e aos funcionários do sistema prisional. 

PASTORAL DA CRIANÇA 

Com ações de saúde, educação, nutrição e cidadania voltadas às famílias que tenham crianças com idade até 6 anos, a Pastoral da Criança baseia seu trabalho na organização comunitária e no treinamento de líderes que assumem a tarefa de orientar e acompanhar as famílias vizinhas. A missão consiste em visitas domiciliares, celebração da vida e reunião de reflexão e avaliação. Atualmente, na Arquidiocese de São Paulo, a Pastoral faz o acompanhamento de mais de 3,3 mil crianças até 6 anos, além de 149 gestantes, a partir do trabalho de 272 líderes, em 120 comunidades. 

(11) 97342-9920
E-mail: s212@pastoraldacrianca.org.br 

PASTORAL DO MENOR 

Entre as frentes de atuação da Pastoral do Menor estão: ações judiciais referentes a violências praticadas contra crianças e adolescentes; monitoramento do trabalho dos conselhos tutelares; cobrança do poder público para o abrigamento de famílias com crianças que estão em situação de rua; atenção a adolescentes que cumprem medidas socioeducativas de meio aberto ou de internação na Fundação Casa, neste último caso com visitas periódicas às unidades; em parceria com o Escritório Modelo da PUC-SP, se empenha para a regularização dos documentos destes adolescentes, incluindo o título de eleitor. Também dá suporte material a crianças e adolescentes que vivem em comunidades carentes, com campanhas específicas no período da Páscoa – “Páscoa, tempo de partilha” e do Natal – “Natal dos Sonhos”. 

(11) 3105-0722
E-mail: pastoralmenor@gmail.com 

PASTORAL DA SAÚDE 

Para cumprir a sua tríplice missão de assistência solidária aos enfermos (por meio de visita aos doentes em suas casas e em hospitais); atuação comunitária (com campanhas em prol da qualidade de vida e de uma Medicina mais preventiva); e política-institucional (em defesa de políticas públicas que valorizem o Sistema Único de Saúde), a Pastoral da Saúde da Arquidiocese mantém um programa permanente de formação de agentes nas seis regiões episcopais, e promove o curso de pastoral hospitalar, sempre na perspectiva da atenção aos enfermos, algo que não foi interrompido nem durante a pandemia, quando os agentes, por meio de mensagens e vídeos nas plataformas on-line e de ligações telefônicas, se mantiveram próximos dos doentes, seus familiares e dos profissionais da Saúde.
Facebook: @csaude.arquidiocesedesaopaulo 

E-mail: pastoraldasaudeasp@gmail.com 

Foto: Luciney Martins/O SÃO PAULO

BOMPAR 

Criado em 1946 por senhoras católicas, desde a década de 1990 o Centro Social Nossa Senhora do Bom Parto (Bompar) realiza variadas atividades como acolhida e proteção integral a bebês, crianças e adolescentes em condição de abandono, negligência ou vítimas de violências e abusos. Mantém centros de capacitação profissional para jovens e adultos, bem como atendimento de proteção social a idosos. Há ainda iniciativas em favor da população em situação de rua, por meio do centro de acolhida São Martinho de Lima, de um núcleo de convivência para adultos e do Consultório da Rua, que, mantido em parceria com o poder público, proporciona atendimento médico preventivo e cuidados básicos às pessoas nessa condição de vida. 

https://bompar.org.br

CARITAS ARQUIDIOCESANA 

A Caritas Arquidiocesana de São Paulo mantém diferentes trabalhos de caridade cristã. Alguns são permanentes, como o Centro de Referência para Refugiados, que em 2021, por exemplo, doou mais de 2 mil cestas básicas e 39 mil máscaras, e atua no suporte a refugiados e solicitantes de refúgio em São Paulo, incluindo a busca por documentações e capacitação profissional. Também administra o Lar Santa Maria, em Cotia (SP), com projetos sociais que oferecem à população conhecimentos sobre a gestão e manutenção de hortas de consumo comunitário. Há ainda campanhas de suporte emergencial a populações afetadas por desastres naturais, acidentes de grandes proporções ou impactadas por conflitos.
Facebook: @caritassp
E-mail: caritassp@caritassp.org.br 

Deixe um comentário