Em missa, Dom Luiz Carlos Dias se despede da Região Episcopal Belém

‘É para mim tempo oportuno para uma revisão de vida, conversão e abertura às graças do Senhor que vem, para que eu exerça o ministério episcopal de modo a testemunhar Jesus Cristo’, disse o Bispo que assumirá a Diocese de São Carlos no dia 18 deste mês

Em missa, Dom Luiz Carlos Dias se despede da Região Episcopal Belém, Jornal O São Paulo
Fotos: Luiz Ivanov

Nomeado Bispo de São Carlos (SP) pelo Papa Francisco, Dom Luiz Carlos Dias despediu-se da Região Episcopal Belém em uma missa no domingo, 5, na Paróquia Nossa Senhora de Lourdes.

No começo da celebração, o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo Metropolitano, expressou sua gratidão pelos anos de trabalho de Dom Luiz Carlos como Bispo Auxiliar da Arquidiocese desde maio de 2016: “Estamos hoje aqui para agradecer a Deus a presença de Dom Luiz Carlos entre nós durante este tempo. E agradecer seu grande coração e sua atenção às diversas dimensões da Igreja”, disse, fazendo ainda votos de que a nova missão do Bispo seja rica em frutos e abençoada, tendo São Carlos Borromeu como inspiração.

Em seguida, o Cônego Marcelo Monge, Ecônomo Regional, recordou a vida e o ministério de Dom Luiz Carlos, em especial na Região Episcopal Belém, e outras ações nas quais o Bispo se empenhou, como a criação da Paróquia Santa Teresa de Calcutá e de outras quatro que estão em processo para serem erigidas. Relembrou, ainda, o apoio de Dom Luiz ao Centro Social Nossa Senhora do Bom Parto e às 66 paróquias e quatros áreas pastorais dessa Região e outras atribuições de âmbito arquidiocesano e como secretário do Regional Sul 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

TESTEMUNHA DE JESUS CRISTO

Dom Luiz Carlos iniciou a homilia saudando o Cardeal Scherer, os fiéis, os padres e os bispos concelebrantes, entre os quais Dom Jorge Pierozan e Dom Ângelo Mezzari, RCJ, Bispos Auxiliares da Arquidiocese.

Ao fazer menção ao Evangelho do dia (Lc 3,1-6), que descreve o itinerário de João Batista na região do Jordão para pregar o batismo de conversão para o perdão dos pecados, o Bispo expressou: “Hoje, em particular, as palavras de São João Batista me inquietam, me tocam, ao chamar à conversão e convidar à empreitada de preparar os caminhos do Senhor, para que as pessoas possam ver a salvação de Deus. É para mim tempo oportuno para uma revisão de vida, conversão e abertura às graças do Senhor que vem, para que eu exerça o ministério episcopal de modo a testemunhar Jesus Cristo, não obstante minhas limitações”.

Em missa, Dom Luiz Carlos Dias se despede da Região Episcopal Belém, Jornal O São Paulo

GRATIDÃO

O Bispo nomeado de São Carlos agradeceu a Deus o chamado ao episcopado e a oportunidade de vivenciá-lo como Bispo Auxiliar na Arquidiocese, de modo especial como Vigário Episcopal na Região Belém: “Pude me apropriar um pouco da história e da vida desta Igreja particular, com santos admiráveis como São José de Anchieta, Santa Paulina e Santo Antônio de Sant’Anna Galvão; os bem-aventurados Padre Mariano e Madre Assunta; irmãos nossos que se santificaram numa bela caminhada eclesial iniciada com as sementes do Evangelho, lançadas no Pateo do Collegio, também ponto de partida desta cidade que veio a se tornar uma das maiores e mais pujantes do planeta”.

Dom Luiz Carlos fez memória de Dom Luciano Pedro Mendes de Almeida (1930-2016), ressaltando que nesta Região Episcopal seu antecessor colaborou com uma metodologia e caminhos para a resolução das questões sociais. Dom Luiz enalteceu as várias ações sociais da Igreja nesta parte da cidade, voltadas a crianças, idosos, população em situação de rua e outras pessoas em vulnerabilidade.

O Bispo destacou a atuação dos leigos, ardorosos na fé e no discipulado, com grande abnegação para o trabalho e que se constituem uma força importante no exercício da missão evangelizadora da Arquidiocese. Também ressaltou a organização e transparência das finanças e lembrou que passos foram dados para a maior colaboração entre as paróquias e pediu que os padres sejam solidários e amigos entre si.

Dom Luiz Carlos agradeceu aos padres, diáconos permanentes e religiosos que atuam na Região Belém, aos colaboradores do Centro Pastoral São José, sede da Cúria Regional, e ao Arcebispo Metropolitano.  “Meus sinceros agradecimentos a Dom Odilo, que, como um pai, vai observando e ajudando os seus auxiliares a se apropriarem do ministério episcopal. No momento de transição de padre para bispo, sua pessoa e os conselhos me foram valiosos”, disse, dirigindo-se ao Cardeal. Anteriormente, disse que acompanhará com suas orações o bom êxito da fase final do sínodo arquidiocesano.

Por fim, pediu perdão aos que se sentiram ofendidos, não atendidos nas expectativas ou mesmo decepcionados em algum momento, e pediu orações: “Rezem por mim, para a sequência do exercício do ministério que o Senhor, em sua misericórdia, me confiou, e que assumi me confiando nas suas abundantes graças!”.

EXEMPLO DAQUELE QUE VEIO PARA SERVIR

Nos agradecimentos finais da missa, o Padre Marcelo Maróstica, Coordenador de Pastoral da Região Belém, recordou que Dom Luiz Carlos traduziu por gestos concretos seu lema episcopal – “Vim para servir” –, colocando-se como aquele que serve com alegria, humildade, coragem, sabedoria e firmeza na fé, por palavras e nas atitudes. Por fim, desejou a Dom Luiz que seja feliz na missão.

Leigos, padres e religiosos da Região Belém presentearam Dom Luiz com um quadro feito pelo artista plástico Enrique Rodriguez, com o brasão do Bispo, que tomará posse na Diocese de São Carlos no dia 18 deste mês,  às 10h, na catedral diocesana.

Ao fim da missa, foi lida a bula de nomeação do Cônego José Miguel de Oliveira como Vigário Episcopal “ad interim” da Região Belém.

(Texto: Fernando Arthur)

Deixe um comentário