Igreja em São Paulo realizará assembleia de pastoral em clima de retomada do sínodo

Após a suspensão das atividades em decorrência da pandemia de COVID-19, trabalhos do sínodo arquidiocesano serão retomados

Igreja em São Paulo realizará assembleia de pastoral em clima de retomada do sínodo, Jornal O São Paulo
Luciney Martins/O SÃO PAULO – mar.2018

A Arquidiocese de São Paulo realizará no sábado, 5, sua assembleia anual de pastoral. Em 2021, devido às restrições da pandemia de COVID-19, o encontro que reúne o Arcebispo, bispos auxiliares, padres e lideranças arquidiocesanas de pastorais, movimentos, associações e de- mais organismos eclesiais não pôde ser realizado.

A assembleia tem como principal objetivo avaliar a ação pastoral da Igreja em São Paulo e “discernir juntos os principais passos a dar durante este ano”, afirmou o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo Metropolitano, na carta enviada a todos os convocados para o encontro que acontecerá na Paróquia Cristo Rei, no Tatuapé.

SÍNODO

O evento acontece no contexto da retomada das atividades do sínodo arquidiocesano de São Paulo, processo iniciado em 2017 e que, em 2020, teria a realização da sua terceira fase, com a assembleia sinodal arquidiocesana. No entanto, a pandemia obrigou a suspensão das atividades.

Em 2022, os trabalhos sinodais serão retomados. Para isso, o Arcebispo convoca toda a Arquidiocese para uma etapa preparatória à assembleia sinodal, que acontecerá nas paróquias e regiões episcopais. Dom Odilo explicou que essa pré-assembleia tem como objetivo retomar o clima do sínodo e integrar na reflexão sinodal também as novas questões pastorais surgidas com a pandemia. “Continuamos a nos perguntar: o que o Espírito de Deus está a dizer à nossa Igreja por meio das experiências vividas durante o período da pandemia”, acrescentou.

Concretamente, todas as paróquias são chamadas a celebrar uma missa no fim de semana dos dias 12 e 13 de março, seguida de dois encontros ampliados dos conselhos paroquiais de pastoral (CPPs), que devem acontecer até o dia 10 de abril.

PARÓQUIAS

A Comissão de Coordenação Ge- ral do sínodo elaborou um roteiro para esses encontros, contendo algu- mas reflexões e questões que ajudam as comunidades a retomar o cami- nho sinodal percorrido na paróquia, para avaliar aquilo que já foi imple- mentado após a etapa paroquial do sínodo, em 2018. Além disso, será disponibilizado novamente o acesso ao resultado do levantamento da re- alidade pastoral das paróquias, assim como a síntese da pesquisa de campo realizada nesse mesmo período em toda a Arquidiocese.

“A etapa paroquial de pré-assembleia será muito importante para uma nova consciência da proposta do sínodo arquidiocesano e do caminho já percorrido até aqui, para amadurecer mais as reflexões e os discernimentos já feitos e para integrar na reflexão os elementos novos, que apareceram nesses dois últimos anos, com a pandemia de COVID-19. Convido, pois, todos os padres e diáconos a animarem essa nova fase do nosso sínodo em suas paróquias, a convocar e organizar as reuniões dessa fase”, manifestou o Cardeal Scherer.

Esse material será enviado às paróquias e também está disponível no portal da Arquidiocese de São Paulo.

No final de cada roteiro, há a indicação para o envio digital das res- postas e contribuições de cada grupo. Essas respostas devem ser enviadas até o dia 10 de abril à Secretaria Geral do sínodo.

REGIÕES E VICARIATOS

Durante o mesmo período, de 13 de março a 10 de abril, as regiões e vicariatos episcopais, a critério de seus respectivos vigários episcopais, também poderão fazer a mesma reflexão proposta às paróquias. “Para tanto, sugere-se uma assembleia regional, envolvendo o clero e os agentes regionais de pastoral. Dessa forma, todos poderão ter seu momento de participação, partilha e reflexão na pré-assembleia”, reforçou Dom Odilo.

Os relatórios com as contribuições das regiões e vicariatos também deverão ser encaminhados à Secretaria do sínodo até o dia 10 de abril. A Secretaria Geral do sínodo e os relatores, com o grupo de peritos do sínodo, farão um trabalho intenso de discernimento para incluir as novas contribuições nos trabalhos da assembleia sinodal arquidiocesana.

ASSEMBLEIA SINODAL

Após essa etapa, haverá uma nova abertura da assembleia sinodal arquidiocesana, no dia 7 de maio, véspera do Domingo do Bom Pastor. As datas das sete sessões da assembleia serão divulgadas em breve.

“Desde logo, retomemos a oração pelo bom êxito da assembleia sinodal arquidiocesana e pelos frutos do sínodo. Façamos pessoalmente e em comunidade a oração ao Espírito Santo pelo nosso sínodo arquidiocesano”, recomendou o Arcebispo.

Deixe um comentário