Nas regiões episcopais, seminaristas têm contato com diferentes realidades humanas

NA BRASILÂNDIA, EVANGELIZANDO DE CASA EM CASA E NAS CAPELAS 

Nas regiões episcopais, seminaristas têm contato com diferentes realidades humanas
Fernando Oliveira

Entre os dias 3 e 10, seis seminaristas da Arquidiocese estiveram em missão em comunidades da Paróquia Nossa Senhora das Graças, no Setor Perus, visitando famílias que são assistidas pela Cáritas. Eles ficaram hospedados nas casas de paroquianos. 

A missa de acolhida foi presidida pelo Padre Airton Conceição de Almeida, Vigário Paroquial. Com a comunidade de fiéis, eles participaram também do Terço dos Homens e da missa semanal, que é conhecida como de cura e libertação. 

Ao andarem pelos morros do bairro, os seminaristas distribuíram Terços e livrinhos do Rosário e pararam em estabelecimentos comerciais para breves conversas evangelizadoras. Na ida às casas, prestaram suporte emocional e espiritual às famílias. Também conheceram as capelas e um dos seis centros de criança e adolescente que há no bairro, o CCA – Filhos da Terra, onde interagiram com os funcionários e as crianças. 

“É sempre importante conhecer a realidade do outro, ter contato com a sua questão existencial, os dramas e dilemas. Isso permite que revejamos a Teologia, colocando-a em prática atualizada para os dias atuais”, comentou o seminarista da Teologia, José Cícero, que participou da Missão de Férias pela primeira vez. O encerramento foi no domingo, 10, com missa presidida por Dom Carlos Silva, OFMCap.  (por Fernando Oliveira) 

NAS PERIFERIAS GEOGRÁFICAS E EXISTENCIAIS DA REGIÃO IPIRANGA 

Nas regiões episcopais, seminaristas têm contato com diferentes realidades humanas
Alysson Carvalho

O Padre Rodrigo Felipe, Pároco da Paróquia Santa Cristina, Setor Cursino, junto com os fiéis, acolheu, na última semana, os seminaristas que participaram da Missão de Férias. 

Eles conduziram atividades formativas com os ministros extraordinários da Sagrada Comunhão, catequistas, membros do Apostolado da Oração e da Renovação Carismática Católica, entre outros movimentos e pastorais. 

Os seminaristas ficaram hospedados nas casas de alguns paroquianos e realizaram ações evangelizadoras, visitando cerca de 150 famílias. Chamou-lhes a atenção a quantidade de pessoas com problemas de saúde emocional. Além disso, foram visitados os trabalhos sociais realizados no bairro Parque Bristol, especialmente o de acompanhamento a crianças e adolescentes. Houve ainda a visita aos enfermos. Um outro grupo de seminarista realizou a Missão de Férias na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, Setor Imigrantes, entre os dias 2 e 9. Eles fizeram visitas às casas dos paroquianos idosos, aos asilos da Vila Guarani, bem como participaram de ações caritativas e da missão porta a porta na comunidade Santo Eugênio. Também houve momentos de oração, devoção e formação, tanto nas capelas quanto nas praças e ruas que compõem o território paroquial.  (por seminarista Alysson Antunes Carvalho e Padre Anderson Bispo) 

12 SEMINARISTAS EM ÁREAS PASTORAIS NO BELÉM 

Nas regiões episcopais, seminaristas têm contato com diferentes realidades humanas
PASCOM Paroquial

Entre os dias 2 e 7, as Áreas Pastorais Nossa Senhora das Flores, São Gaspar Bertoni, no Setor Conquista, e Nossa Senhora do Carmo, no Setor São Mateus, receberam 12 seminaristas da Arquidiocese de São Paulo. 

Eles visitaram os enfermos, as casas dos paroquianos e participaram de momentos de oração e de vivência pastoral que enriqueceram sua formação missionária, bem como animaram as ações dessas comunidades eclesiais. 

“Pudemos encontrar um povo que, mesmo nas dificuldades, é fortificado pela fé e pelo amor na comunidade”, disse Gabriel de Barros, seminarista que esteve na Área Pastoral Nossa Senhora do Carmo . (por Pascom da Região Belém) 

A MISSÃO EM 3 PARÓQUIAS NA LAPA 

Nas regiões episcopais, seminaristas têm contato com diferentes realidades humanas
PASCOM Paroquial

Dez seminaristas da Arquidiocese de São Paulo estiveram em Missão de Férias nas Paróquias Nossa Senhora da Imaculada Conceição Aparecida, São Mateus e São José Operário, no Setor Rio Pequeno da Região Lapa. 

Eles conviveram com a comunidade do Sapé, da Paróquia São José Operário, conhecendo sua realidade de vida e visitando o comércio local e as empresas. A hospedagem foi nas casas dos fiéis da Comunidade Santa Tereza D’Avila. 

A Missão foi iniciada no dia 2, com missa na Paróquia Nossa Senhora da Imaculada Conceição Aparecida, presidida por Dom José Benedito Cardoso, e concelebrada pelos Padres Cristiano de Souza Costa, Antônio Roberto Pimenta e José Andrade dos Santos, SJC. Já a missa de encerramento, na sexta-feira, 8, foi na Rua Lucas Padilha, 5, esquina com a General Syzeno Sarmento, no Jardim Ester, presidida pelo Padre Cristiano e concelebrada pelo Padre Antônio Roberto Pimenta, após a qual ocorreu uma procissão. (por Benigno Naveira) 

SEMINARISTAS EM 2 PARÓQUIAS DE SANTANA 

Na Região Santana, a Missão de Férias ocorreu na Paróquia Sagrada Família, no Setor Mandaqui, e na Paróquia São Gabriel da Virgem Dolorosa, Setor Jaçanã. No dia 3, no início da atividade, Dom Jorge Pierozan, Bispo Auxiliar da Arquidiocese na Região Santana, presidiu as missas de envio à missão destes dois grupos de seminaristas.  (por Redação) 

JUNTO COM AS FAMÍLIAS E NAS ATIVIDADES PAROQUIAIS NA SÉ 

Nas regiões episcopais, seminaristas têm contato com diferentes realidades humanas
PASCOM Paroquial

A Missão de Férias dos seminaristas na Região Sé ocorreu na Paróquia São Januário, também conhecida como San Gennaro, no Setor Brás. Eles foram apresentados à comunidade pelo Padre Wellington Laurindo dos Santos, Pároco, em missa no dia 3. À noite, os sete seminaristas do Propedêutico, da Filosofia (etapa do discipulado) e da Teologia (etapa da configuração) participaram como voluntários na quermesse da Paróquia, realizada no estádio Palmeiras. 

As visitas nas casas aconteceram durante toda a semana e foram marcadas por diálogos, bênção inicial, uma leitura bíblica, reflexão sobre a Palavra e bênção final. Segundo o relato dos seminaristas, as visitas proporcionaram-lhes muitos aprendizados que os fortalecerão no itinerário formativo para o sacerdócio.

Durante todas as noites, eles participaram das atividades e pastorais da Paróquia, como no Terço dos Homens, grupo de orações e Apostolado da Oração, ocasiões em que puderam também dar testemunhos sobre as suas vidas e a vocação. 

“Nós, os seminaristas, deixamos nossos agradecimentos ao Padre Wellington e a toda a comunidade por ter nos acolhido tão bem e proporcionado essa experiência tão bonita em nossas vidas e que nos ensinou tanto. Obrigado a todos”, manifestaram os seminaristas no encerramento da Missão.  (por Rodolfo Mota da Silva) 

Deixe um comentário