Os 10 anos de pontificado do Papa Francisco

Os 10 anos de pontificado do Papa Francisco

Vatican Media

“Queridos irmãos e irmãs, boa noite.

Vocês todos sabem que o dever do Conclave era apontar o Bispo de Roma. Me parece que meus irmãos cardeais foram quase até o fim do mundo para consegui-lo… mas aqui estamos. Eu agradeço pela acolhida da comunidade diocesana de Roma.

Primeiro, eu diria uma prece ao nosso bispo emérito Bento XVI. Oremos todos juntos por ele, que o Senhor o abençoe e Nossa Senhora o proteja. [Oração do Pai-Nosso]

E agora, comecemos esta jornada, o bispo e o povo, esta jornada da Igreja de Roma, que preside, em caridade, todas as outras igrejas, uma jornada de fraternidade em amor, de confiança mútua. Oremos sempre uns pelos outros. Oremos pelo mundo todo para que possa haver um senso maior de fraternidade. Minha esperança é que esta jornada da Igreja, que iniciamos hoje, com a ajuda do meu cardeal vigário, seja frutífera para a evangelização desta bela cidade.

E agora, eu gostaria de dar a bênção, mas primeiro quero pedir um favor. Antes que o bispo abençoe o povo, eu peço que vocês orem para que o Senhor me abençoe – a prece do povo por seu bispo. Façamos esta prece – sua prece por mim. [Oração Silenciosa]

Darei agora minha bênção a vocês e a todo o mundo, a todos os homens e mulheres de boa vontade.

Irmãos e irmãs, agora os deixarei. Obrigado por suas boas- -vindas. Orem por mim e estarei com vocês de novo em breve. Nos veremos em breve. Amanhã, quero ir rezar a Nossa Senhora, para que ela proteja Roma. Boa noite e bom descanso!”.

Essas foram as palavras ditas pelo Papa Francisco, em sua primeira aparição pública no balcão da Basílica de São Pedro, após o então Arcebispo de Buenos Aires, na Argentina, Jorge Mario Bergoglio, ser eleito 266º Pontífice da Igreja Católica, na noite de 13 de março de 2013.

Por ocasião dos 10 anos da eleição de Francisco, O SÃO PAULO destaca alguns dados e números que ajudam a compreender as dimensões desse pontificado.

De 2013 a 2023, o Santo Padre conduziu 569 orações do Angelus ou Regina Coeli aos domingos e solenidades; realizou 437 audiências gerais; presidiu 8 consistórios; 3 jornadas mundiais da juventude; canonizou 899 santos e beatificou 1.443 bem-aventurados.

VIAGENS

Em uma década, Francisco realizou 40 viagens apostólicas e passou por 60 países de quase todos os continentes: 32% na Europa, 31% na África, 20% na América e 17% na Ásia. Em 10 anos de pontificado, o Papa só não esteve na Oceania.

A primeira viagem internacional foi ao Brasil, em 2013, para a Jornada Mundial da Juventude, no Rio de Janeiro. Na ocasião, o Pontífice também passou por Aparecida (SP), onde celebrou missa no Santuário Nacional em honra da Padroeira do Brasil. A última foi à República Democrática do Congo e ao Sudão do Sul, de 31 de janeiro a 5 de fevereiro.

SÍNODOS

Foram 5 as assembleias do Sínodo dos Bispos presididas pelo Papa Francisco:

– III Assembleia Geral Extraordinária do Sínodo dos Bispos – “Os desafios pastorais da família no contexto da evangelização” (5-19 de outubro de 2014);

– XIV Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos – “A vocação e a missão da família na Igreja e no mundo contemporâneo” (4-25 de outubro de 2015);

– XV Assembleia Geral Ordinária do Síno do dos Bispos – “Os jovens, a fé e o discernimento Vocacional” (3-28 de outubro de 2018);

– Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos para a Região Pan-Amazônica – “Amazônia, novos caminhos para a Igreja e por uma ecologia integral” (6-27 de outubro de 2019);

– Em 2021, iniciou um inédito caminho sinodal em vista da XVI Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos – “Por uma Igreja Sinodal: comunhão, participação e missão” (2021-2024).

PRINCIPAIS DOCUMENTOS

Encíclicas

– Lumen fidei (29 de junho de 2013);

– Laudato si’ (24 de maio de 2015);

– Fratelli tutti (3 de outubro de 2020);

Constituições Apostólicas

– Vultum Dei quaerere, sobre a vida contemplativa feminina (29 de junho de 2016);

– Veritatis gaudium, sobre as universidades e faculdades eclesiásticas (8 de dezembro de 2017);

– Episcopalis communio, sobre o Sínodo dos Bispos (15 de setembro de 2018);

– Pascite Gregem Dei, com a qual se reforma o livro VI do Código de Direito Canônico (23 de maio de 2021);

– Praedicate Evangelium, sobre a Cúria Romana e seu serviço à Igreja no mundo (19 de março de 2022);

– In Ecclesiarum Communion, sobre a organização do Vicariato de Roma (6 de janeiro de 2023).

Exortações apostólicas

– Evangelii gaudium: exortação apostólica sobre o anúncio do Evangelho no mundo de hoje (24 de novembro de 2013);

– Amoris laetitia: exortação apostólica pós-sinodal sobre o amor na família (19 de março de 2016);

– Gaudete et exsultate: exortação apostólica sobre o chamado à santidade no mundo contemporâneo (19 de março de 2018);

– Christus vivit: exortação apostólica pós-sinodal aos jovens e a todo o Povo de Deus (25 de março de 2019);

– Querida Amazonia: exortação apostólica pós-sinodal ao povo de Deus e a todos pessoas de boa vontade (2 de fevereiro de 2020).

Francisco também publicou 76 cartas apostólicas, das quais 56 sob forma de Motu Proprio

JUBILEU E ANOS ESPECIAIS

– Jubileu Extraordinário da Misericórdia (de 8 de dezembro de 2015 a 20 de novembro de 2016);

– Ano da Vida Consagrada (2015-2016);

– Ano de São José (2020- 2021);

– Ano da Família Amoris Laetitia (2021-2022).

DIAS OU EVENTOS ESPECIAIS  

2014 – “24 horas para o Senhor” – a ser realizado na sexta- -feira e no sábado que antecede o 4º Domingo da Quaresma, para facilitar que os fiéis participem do Sacramento da Reconciliação;

2015 – Dia Mundial de Oração pelo Cuidado da Criação – de cunho ecumênico, que se celebra, todos os anos, no dia 1° de setembro, instituído com o lançamento da encíclica Laudato si’, no dia 24 de maio de 2015;

2016 – Dia Mundial dos Pobres – como sinal concreto do Ano Santo da Misericórdia, a ser celebrado no 33º Domingo do Tempo Comum;

2019 – Domingo da Palavra de Deus – no 3º Domingo do Tempo Comum;

2021 – Dia Mundial dos Avós e dos Idosos – a ser comemorado no 4º domingo de julho, próximo à festa de Sant’Ana e São Joaquim (26 de julho), avós de Jesus e protetores de todos os avós.

Fonte: Sala de Imprensa da Santa Sé

Assine nossa Newsletter

Mantenha-se informado das novidades da Igreja e do Mundo

Clique aqui para assinar!

Deixe um comentário