Setor do Espaço Litúrgico da CNBB promove 14º Encontro Nacional de Arquitetura e Arte Sacra, em 2023, em Brasília (DF)

Setor do Espaço Litúrgico da CNBB promove 14º Encontro Nacional de Arquitetura e Arte Sacra, em 2023, em Brasília (DF), Jornal O São Paulo
Divulgação/CNBB

O Setor Espaço Litúrgico da Comissão Episcopal Pastoral para Liturgia da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) promove, de 2 a 6 de outubro de 2023, o 14º Encontro Nacional de Arquitetura e Arte Sacra (ENAAS), na Casa Dom Luciano Mendes de Almeida, em Brasília (DF).

Realizado a cada dois anos, o encontro é uma oportunidade de ampliar o debate acadêmico e interdisciplinar sobre a dignidade dos espaços de celebração, bem como a importância da preservação do patrimônio artístico e cultural da Igreja. Os encontros favorecem assim, o intercâmbio de experiências e a formação. As inscrições serão abertas a partir de fevereiro de 2023.

Durante a reunião da equipe de reflexão do Setor espaço litúrgico nesta segunda-feira, foi apresentada e aprovada a identidade visual do encontro. O material é autoria de Dom Marcelo Molinero, monge beneditino da Abadia São Geraldo, comunidade monástica da Congregação Húngara da Ordem Beneditina.

De acordo com o perito do Setor Espaço Litúrgico e secretário executivo do Regional Sul 1 da CNBB, padre Thiago Faccini Paro, “este encontro é importante, primeiro por reunir todos os envolvidos no processo de construção e adequação de igrejas e segundo, por podermos refletir sobre a teologia e as orientações da igreja para elaboração de projetos de espaço celebrativo”.

O evento é voltado para estudantes, docentes, profissionais de arquitetura, engenharia e artes, padres, diáconos, seminaristas, religiosos, membros dos conselhos de economia e administração de paróquias e santuários, equipes de liturgia e leigos e leigas.

De acordo com o padre Thiago, também fazem parte do público-alvo pessoas que estão envolvidas direta ou indiretamente nas atividades como construções, reformas e decorações das igrejas e que desejam aprofundar a relação entre liturgia, arquitetura e arte, como decoradores, organizadores do espaço celebrativo para casamentos e formaturas e técnicos de som e iluminação.

Os Encontros Nacionais começaram a ser desenhados 1967, com diversas iniciativas de encontros e formações. Porém só em 1996 uma equipe é formada e os encontros se estruturam. A partir daí atinge cada vez maior número de participantes, tornando-se um evento oficial para a Igreja e o mundo acadêmico.

Fonte: CNBB

Deixe um comentário