Confira nossa versão impressa

‘A Palavra de Deus está acima de todos nós’

‘A Palavra de Deus está acima de todos nós’

O Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, participou de uma live promovida pela Editora Ave-Maria, nesta terça-feira, 15, sobre o mês da Bíblia.

Dom Odilo interagiu com os internautas e respondeu a perguntas sobre a importância da Sagrada Escritura na vida da Igreja e esclareceu dúvidas sobre métodos de leitura e estudo da Bíblia.

Logo no início, o Cardeal Scherer explicou que para ler e compreender melhor a Bíblia é importante ler e se informar sobre a Sagrada Escritura, sua origem, seus autores, em que contexto histórico e cultural os textos foram escritos, gêneros literários contidos em seus livros. Nesse sentido, ele orientou a ler a introdução geral contida na Bíblia, assim como as introduções de cada um dos livros.   

Outra referência apresentada pelo Cardeal é o Catecismo da Igreja Católica que, em uma de suas partes, fala das bases da fé cristã, destacando a Revelação e a Palavra de Deus. Ainda sobre a Revelação Divina, O Arcebispo destacou a Constituição Dogmática Dei Verbum, do Concílio Vaticano II. “Este documento é fundamental para compreendermos o papel da Sagrada Escritura na Vida da Igreja”, destacou.

COMO LER?

Para aqueles que desejam iniciar a leitura da Bíblia, Dom Odilo recomendou que não se comece a partir das primeiras páginas, mas do Novo Testamento, especialmente dos Evangelhos que dizem respeito à vida e os ensinamentos de Jesus. “Jesus Cristo é a luz que ajuda a compreender o Antigo e o Novo Testamento, é a chave de interpretação da Sagrada Escritura porque Ele é a Palavra de Deus que se fez carne e habitou entre nós”, sublinhou.

A Igreja também aconselha que a Bíblia não seja lida como qualquer outra obra de literatura, mas sob a luz do Espírito Santo, em oração, pedindo a Deus para que sua Palavra seja acolhida no coração daquele que a lê. “O mesmo Espírito Santo que inspirou autor do texto bíblico nos ajudará a compreender esse texto hoje e a acolhê-lo como Palavra de Deus dita a nós”, afirmou o Arcebispo, reforçando a importância de ler Bíblia com um sincero desejo de “ouvir Deus”.

EXPERIÊNCIA PESSOAL

O Cardeal Scherer compartilhou com os internautas que seu primeiro contato com a Palavra de Deus começou, na infância, com um livro chamado “História Sagrada”, que reunia as principais passagens bíblicas contadas de maneira livre e ilustrada. Outro momento importante foi na escola primária, onde seu professor, que também era catequista, recomendava as crianças a irem à missa e a escutarem homilia da celebração. “Nós escutávamos e, em casa, tentávamos escrever uma redação, reproduzindo aquilo que ouvimos. Com isso, éramos estimulados a prestar a atenção, memorizar e expressar com as próprias palavras”, contou.

Na adolescência, já no seminário menor, Dom Odilo leu o Evangelho de São João com uma explicação básica do texto. “Aquilo me marcou profundamente e serviu para descobrir o amor à Palavra de Deus”, ressaltou. O Cardeal recordou, ainda, seu professor de Sagrada Escritura no curso de Teologia, Padre Francisco Van de Water, conhecido pelos alunos como “rabino”, que tinha muita sabedoria e conhecimento.

‘A Palavra de Deus está acima de todos nós’

RENOVAÇÃO BÍBLICA

Perguntado sobre o papel do Vaticano II para a propagação da Bíblia entre os fiéis, o Arcebispo de São Paulo, recordou que, antes do Concílio, na primeira metade do século XX, houve alguns movimentos importantes de renovação na Igreja, um desses foi o movimento bíblico, que era voltada para um maior conhecimento e difusão da Sagrada Escritura na Igreja.

“A partir da Dei Verbum, o Concilio incentivou e pediu que a Palavra de Deus chegue às mãos de todo o povo. Assim, surgiu um grande movimento de renovação bíblica dentro da Igreja Católica, que perdura até hoje”, afirmou o Cardeal.

Dom Odilo também ressaltou o Sínodo dos Bispos sobre a Palavra de Deus na vida e na missão da Igreja, do qual ele participou, em 2008. Dessa Assembleia, o Papa Emérito Bento XVI escreveu a Exortação Apostólica Verbum Domini, publicada em 2010. “A Igreja Católica tem consciência de que a Palavra de Deus está acima de todos nós”, sublinhou.

DESEJO DA PALAVRA

Recordando o caminho sinodal vivido pela Arquidiocese de São Paulo desde 2017, O Cardeal Scherer observou que o levantamento da realidade religiosa e pastoral da cidade também mostrou desafios quando à relação dos católicos com a Palavra de Deus. “Constatamos que a maioria das famílias católicas têm a Bíblia… No entanto, a leitura constante ainda não é frequente. Precisamos crescer mais nesse sentido”, relatou Dom Odilo, chamando a atenção, por outro lado, para o fato de muitos dos entrevistados manifestarem o interesse por participar de um estudo bíblico.

“Há um grande desejo de saber como ler e entender a Bíblia”, acentuou, confirmando a necessidade de as paróquias, comunidades e movimentos eclesiais oferecerem cursos e formações bíblicas. “Não faltam pessoas preparadas que podem ajudar nessas formações”, frisou.

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Missionários Claretianos comemoram 125 anos de presença no Brasil

Uma missa presidida pelo Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, na Paróquia Imaculado Coração de...

Prefeitura pede que no Dia de Finados cerimônias religiosas em cemitérios ocorram em espaços abertos

Em nota divulgada à imprensa na tarde da segunda-feira, 26, a Prefeitura de São Paulo recomendou que...

‘Acolhamos com fé a semente e o fermento do Reino de Deus’

O Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, presidiu a missa desta terça-feira, 27, na capela...

Conheça os novos cardeais do Papa Francisco

Entre eles estão os arcebispos de Washington (EUA) e de Santiago do Chile Três...

Capela São Camilo de Lellis é a presença da Igreja no Hospital do Mandaqui

O templo localizado no hospital da zona Norte de São Paulo é o último retratado na série especial de reportagens do O...

Newsletter