Alerta com novos casos de Ebola em Guiné e no Congo

Entre 2013 e 2016, uma epidemia de Ebola assolou a África Central, provocando a morte de mais de 11 mil pessoas

Alerta com novos casos de Ebola em Guiné e no Congo
Arquivo Unicef

Países da África Central estão em alerta após a confirmação de, ao menos, sete casos de Ebola em Guiné, com cinco mortes, no domingo, 14. Também na República Democrática do Congo foram reportados quadros de pacientes com febre hemorrágica típica da doença.

O Ebola tem uma taxa de mortalidade de 50%, que durante algumas epidemias, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), aumentou para 90%. Após um período de incubação de dois a 21 dias, este vírus se manifesta com febre repentina, fraqueza severa, dores musculares e articulares, dor de cabeça e de garganta e, em alguns casos, hemorragias.

Segundo o chefe da Agência de Saúde de Guiné, Doutor Sakoba Keïta, uma enfermeira morreu no final de janeiro em Gouecké, e várias pessoas que compareceram ao seu funeral começaram alguns dias depois a sentir sintomas de diarreia, vômitos, sangramento e febre.

Entre 2013 e 2016, uma epidemia de Ebola assolou a África Central, provocando a morte de mais de 11 mil pessoas. Desde então, tem se intensificado a aplicação de vacinas na população dos países da Região.

A OMS, por meio de seu representante em Conacri, capital da Guiné, já declarou que destinará recursos e doses de vacinas para ajudar o país a enfrentar a epidemia. Além disso, está sendo fortalecida a vigilância sanitária em países vizinhos, como a Libéria e Serra Leoal, onde ainda não há registros de casos de Ebola este ano.

Fontes: Vatican News e Agência Fides

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter