Assembleia Geral da CNBB acontecerá de forma virtual em abril

A 58ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) foi adiada em 2020 e, neste ano, ocorrerá de forma virtual, entre os dias 12 a 16 de abril.

Assembleia Geral da CNBB acontecerá de forma virtual em abril
Foto: CNBB

No contexto de pandemia, a Presidência da CNBB buscou alternativas para a realização do encontro anual do episcopado brasileiro e encontrou como melhor opção a forma on-line, por videoconferência, assim como outros encontros já realizados desde 2020.

Na reunião do Conselho Episcopal Pastoral (Consep), na quarta-feira, 24, foram apresentados os temas que estarão na pauta da assembleia e os procedimentos em relação ao debate e às deliberações permitidas pela legislação canônica. 

A comissão de canonistas estabelecida para ajudar na preparação da 58ª Assembleia Geral da CNBB analisou quais temas poderão ser debatidos e aprovados durante o encontro e apresentou as indicações aos bispos de que não poderão ser feitas votações que impliquem em alteração de texto legislativo, como as modificações referentes à concessão de ministérios às mulheres, a aprovação da tradução da Terceira edição do Missal Romano, o novo estatuto da Conferência e o próprio tema central da Assembleia. Tais assuntos serão somente debatidos para encaminhamento posterior.

A comissão ad hoc de canonistas é formada pelo consultor canônico da CNBB, Frei Evaldo Xavier; o Arcebispo de Ribeirão Preto (SP), Dom Moacir Silva; o Arcebispo de Mariana (MG), Dom Airton José dos Santos; e o Bispo Auxiliar de Brasília (DF), Dom José Aparecido Gonçalves.

TEMA CENTRAL

O tema central da Assembleia diz respeito ao Pilar da Palavra proposto pelas Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE 2019-2023).

Mesmo sem a possibilidade de votação de um documento, será debatido o tema “Casas da Palavra – Animação bíblica da vida e da pastoral nas comunidades eclesiais missionárias”.

OUTROS TEMAS

Além dos assuntos listados acima, os quais não serão objeto de deliberação, a 58ª Assembleia Geral da CNBB vai tratar da análise de conjuntura; do Ano Vocacional previsto para 2023; dos anos temáticos de São José e Família Amoris Laetitia, convocados pelo Papa Francisco; do Colégio Pio Brasileiro, das Comissões, organismos e Regionais; da criação do Regional Leste 3, das Edições CNBB, do Fundo Nacional de Solidariedade (FNS); e da pandemia do novo coronavírus.

Os bispos também aprovarão, como de costume, mensagens ao Papa Francisco, à Congregação para o Clero e ao povo brasileiro. Durante a assembleia, também serão apresentados os relatórios do presidente e o econômico. Este também será o primeiro encontro do episcopado com a presença do novo Núncio Apostólico no Brasil, Dom Giambattista Diquattro, que terá uma audiência on-line com os participantes.

Como de costume, há um momento de espiritualidade dos bispos, o retiro. Será na quinta-feira, 15 de abril, na parte da manhã. Conduzirá este momento o arcebispo de Boston, nos Estados Unidos, cardeal Seán Patrick O’Malley.

AGENDA

A 58ª Assembleia Geral da CNBB será de 12 a 16 de abril com sessões pela manhã, das 8h às 12h, e à tarde, das 14h às 17h.

Confira alguns horários da programação já divulgados:

– Retiro: 15 de abril, pela manhã;

– Reunião dos Regionais: 15 de abril, à tarde;

– Entrevistas coletivas: todos os dias, às 13h

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter