Confira nossa versão impressa

Emissários da entrega de 24 respiradores enviados pelo Papa são recebidos na CNBB e Nunciatura Apostólica

Emissários da entrega de 24 respiradores enviados pelo Papa são recebidos na CNBB e Nunciatura Apostólica

A emissários do Papa Francisco, doutores Paulo Tachine e Antonio Guizzetti, representantes da “Hope Onlus”  continuam empenhados em sua missão humanitária no Brasil. Conforme foi anunciado na segunda-feira, 17 de agosto, pela a Esmolaria Apostólica do Vaticano, eles têm a tarefa de fazer chegar ao seu destino os 24 respiradores para 6 hospitais religiosos espalhados sobre o território brasileiro para ajudar na cura de pacientes doentes pela Covid-19. A Esmolaria Apostólica é o departamento da Santa Sé que tem a função de exercer a caridade do Papa para com os pobres.

Desde ontem, 19 de agosto, eles cumprem agenda em Brasília-DF. Desta vez, eles foram recebidos na Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) antes de seguir para a agenda de viagens da entrega dos respiradores enviados pelo Santo Padre para cidades brasileiras. Eles também foram recebidos pelo núncio apostólico do Brasil, dom Giovanni d’Aniello.

O cronograma de entregas será nos próximos dias nas cidades de Goiânia-GO, Tocantinópolis-TO, Crato-CE,  Aracaju-SE, Porto Alegre-RS e Rio de Janeiro-RJ. Nestas localidades, eles farão a entrega de respiradores a hospitais locais e aos arcebispos metropolitanos.

Na CNBB, eles foram recebidos, observando as regras dos distanciamento social imposto pela pandemia, pelo bispo auxiliar do Rio de Janeiro e secretário-geral da entidade, dom Joel Portella Amado, pelo subsecretário-geral da CNBB, padre Dirceu Oliveira de Medeiros e pelo subsecretário adjunto de pastoral, padre Marcus Barbosa.

Segundo o secretário-geral da CNBB, dom Joel Amado, a pandemia provocou ainda mais nossa solidariedade e o Santo Padre, por meio da Esmolaria, fez essa doação de respiradores e outros equipamentos.  “A Igreja anuncia o Evangelho pelo testemunho e essa doação deve ser acolhida como estímulo a que continuemos com nossa generosidade e nossa solidariedade, compartilhando o que temos em vista do bem de muitos, talvez de todos”, afirmou.

Entenda a doação do Papa Francisco

O papa Francisco enviou ao Brasil suprimentos médicos, 24 ventiladores pulmonares e seis aparelhos de ultrassom com o objetivo de ajudar o país no combate à pandemia da Covid-19, informou no início da semana, segunda-feira , 17 de agosto, a Esmolaria Apostólica. É por meio da Esmolaria Apostólica que o Papa exerce a caridade.

“A fim de concretizar a proximidade e o carinho do Santo Padre neste momento de dura provação e dificuldade, ele se mobilizou de diferentes formas e em mais frentes para buscar suprimentos médicos e equipamentos eletromédicos para doar a muitos centros de saúde que estão em situação de emergência e pobreza para encontrar os meios necessários para salvar e curar muitas vidas humanas”, afirmou o comunicado emitido pelo Vaticano.

A nota se refere aos 24 ventiladores Drager UTI e seis aparelhos de ultrassom portáteis Fuji também foram enviados nestes dias. Uma vez no Brasil, esses aparelhos serão entregues e doados a vários hospitais indicados pela Nunciatura Apostólica para que este gesto “possa ajudar os mais pobres e necessitados”.

O que é a Esmolaria Apostólica

Fachada da Esmolaria Apostólica na Santa Sé, no Vaticano. Foto: reprodução Vaticano.

O Papa que por primeiro organizou a Esmolaria Apostólica foi o Bem-aventurado Gregório X (1271-1276), o qual estabeleceu as atribuições do Esmoler, Também Alexandre V, com uma Bula de 1409, regulamentou as formalidades e as normas da Esmolaria, que sempre desempenhou a própria actividade graças aos contínuos desvelos dos Pontífices Romanos. O Esmoler de Sua Santidade tem a dignidade Arquiepiscopal, faz parte da Família Pontifícia e, como tal, toma parte nas celebrações litúrgicas e nas Audiências oficiais do Santo Padre.

O Papa Leão XIII, também com o objectivo de favorecer a colecta de fundos para as obras de caridade confiadas à Esmolaria, delegou ao Esmoler a faculdade de conceder a Bênção Apostólica por meio de diplomas em papel pergaminho, os quais, para ser autênticos, devem ter a assinatura do mesmo Esmoler e o carimbo a seco do seu Departamento.

Note-se que a concessão da Bênção Papal é completamente gratuita e que os custos se referem unicamente ao pergaminho e aos gastos para a sua preparação e expedição, assim como de um contributo para o exercício da caridade Papal. Todas as entradas que chegam à Esmolaria Apostólica como contribuição para a emissão de diplomas de Bênçãos são inteiramente destinados à caridade que este Departamento exerce para com os desvalidos que todos os dias, nas suas necessidades, estendem as mãos pedindo adjutório ao Sucessor de Pedro.

ViaCNBB

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Seminário Redemptoris Mater São Paulo Apóstolo comemora dez anos de origem

Na última quarta-feira, 16, o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo presidiu a missa pelos...

Cresce entre os católicos a prática da Leitura Orante da Bíblia

Nos últimos anos, muitos têm redescoberto uma das práticas mais antigas do Cristianismo, a Lectio Divina, método pelo qual a pessoa vive...

Estação de trem em São Paulo recebe lixo eletrônico

Projeto visa conscientizar sobre descarte correto. Os equipamentos recolhidos serão reciclados e depois serão doados para alunos de escolas públicas

Rede Eclesial Pan-Amazônica tem novo Secretário Executivo

Anúncio foi feito durante coletiva de imprensa on-line, realizada na segunda-feira, 14, em celebração pelos seis anos de criação da entidade

Semana Nacional de Trânsito foca a preservação de vidas

A meta é conscientizar a população sobre a importância da mudança de atitude, ressaltando que cada um é responsável pela segurança de...

Newsletter