Confira nossa versão impressa

Evento inter-religioso recordará o primeiro ano da morte de Henry Sobel

Evento inter-religioso recordará o primeiro ano da morte de Henry Sobel
Rabino Henry Sobel (Foto: Wilson Dias/Agência Brasil)

No próximo dia 24, às 19h30, o Projeto Henry Sobel e a Congregação Israelita Paulista (CIP) realizarão uma cerimônia inter-religiosa para recordar o primeiro ano de falecimento do rabino Henry Sobel.

O evento, que será transmitido pela internet, será conduzido pelo rabino Michel Schlesinger, da CIP e contará com a participação do Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo; do sheikh Mohamad Al-Bukai, da Mesquita Brasil; do Pastor Ariovaldo Ramos, presbítero da Congregação Cristã Reformada; da monja Coen Rōshi, primaz da Comunidade Zen Budista do Brasil; mãe Carmen de Oxum e Samantha Macedo, da comunidade Baha’i de São Paulo.

Na ocasião, também será lançado o audiobook “Meu caso com o rabino Sobel”, elaborado pelo Projeto Henry Sobel.

Para acompanhar o evento, é preciso se inscrever neste link: https://bit.ly/3eIvsPf.

BIOGRAFIA

Nascido em 9 de janeiro de 1944, em Lisboa, Portugal, ele chegou ao Brasil na década de 1970. Sobel foi presidente da Congregação Israelita Paulista (CIP) até outubro de 2007 e é conhecido, principalmente, por sua luta em defesa dos direitos humanos durante a ditadura militar, sendo porta-voz da Comunidade Judaica no Brasil e promotor do diálogo inter-religioso.

Em 31 de outubro de 1975, ao lado de Dom Paulo Evaristo Arns, à época Arcebispo de São Paulo e do Reverendo James Wright celebrou um ato inter-religioso, com a participação de mais de 8 mil pessoas na Catedral da Sé, pela alma de Vladimir Herzog, torturado e assassinado no DOI-CODI em 25 de outubro de 1975.

Evento inter-religioso recordará o primeiro ano da morte de Henry Sobel
Cerimônia em homenagem a Sobel, em 2013 (Foto: Luciney Martins/O SÃO PAULO)

Passados exatos 38 anos, em 31 de outubro de 2013, às vésperas de se mudar em definitivo para os Estados Unidos, ele foi homenageado pela família do jornalista Vladimir Herzog, a CIP e Comissão Nacional de Diálogo Católico-Judaico, em um ato no Memorial da América Latina em São Paulo, do qual também participou o Cardeal Scherer.

“O rabino Henry Sobel marcou a sociedade brasileira, aqui em São Paulo, sobretudo, com sua presença e atuação em favor da dignidade humana, dos direitos humanos, das liberdades políticas no período da redemocratização, ao lado do Cardeal dom Paulo Evaristo Arns”, disse Dom Odilo, na ocasião.

Sobel morreu em 22 de novembro de 2019, em Miami, nos Estados Unidos, aos 75 anos, por complicações associadas a um câncer.

(Com informações do Projeto Henry Sobel)

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Dom Luiz inaugura capela da medalha milagrosa na Paróquia São Felipe Néri

Também se comemorou o centenário do fundador da Congregação e da Paróquia, o Padre Aldo Giuseppe Maschi (1920-1999) Na sexta-feira, 27 de novembro, Dom Luiz...

Pastoral do menor da Região Sé promove encontro on-line

O missionário José Cícero conduziu o momento de espiritualidade A Pastoral do Menor da Região Episcopal Sé realizou um encontro on-line em 26 de novembro,...

Em busca da unidade: bispos terão manual da Santa Sé sobre ecumenismo

Nesta sexta-feira, 4, na Sala de Imprensa da Santa Sé, no Vaticano, será apresentado o documento intitulado “O bispo e a unidade dos cristãos:...

Carreata marca os 50 anos da Paróquia Nossa Senhora de Casaluce

A comunidade instalada no bairro do Brás a mais de um século, foi elevada paróquia no dia 19 de outubro de 1970 No sábado, 28...

Rede Mundial de Oração do Papa torna-se Fundação Vaticana

A Sala de Imprensa da Santa Sé divulgou nesta quinta-feira, 3, um comunicado informando que, por decisão do Papa Francisco, a Obra Pontifícia “Rede...

Newsletter