Cáritas distribui kits de higiene para migrantes e população em situação de rua de Roraima

Cáritas distribui kits de higiene para migrantes e população em situação de rua de Roraima
(Foto: Cáritas Brasileira)

A Cáritas Brasileira e a Cáritas Diocesana de Roraima, por meio do ‘Projeto Orinoco: Águas que atravessam fronteiras’, distribuíram kits de higiene e de limpeza para migrantes venezuelanos em situação de rua. A distribuição faz parte das ações de enfrentamento à Covid-19 e pretende alcançar 850 famílias de ocupações espontâneas e mil pessoas abrigadas na Rodoviária de Boa Vista (RR). 

O Projeto Orinoco é financiado pelo Escritório de Assistência Humanitária da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (BHA/USAID) e atua desde 2019 nas cidades de Boa Vista e Pacaraima.

As atividades de distribuição começaram na primeira semana deste mês de dezembro e seguirão por etapas: a cada seis meses haverá entrega de kits de limpeza nas ocupações espontâneas, nas cidades de Boa Vista e Pacaraima, fronteira com a Venezuela; e a cada três meses na Rodoviária de Boa Vista, onde o público é rotativo.

“Temos rodas de promoção de higiene com os cinco momentos mais importantes de lavagem de mãos e ações de prevenção à Covid-19. Assim como também o que fazer se alguma pessoa estiver com sintomas”, explica Maria Molina, assessora de monitoramento. 

No kit de limpeza, distribuído por família, constam um balde com torneira e tampa, sabão líquido, água sanitária, pano de chão, e vassoura. Já no kit de higiene, contém dois frascos de álcool gel, de 500ml, e cinco sabonetes antibacterianos. 

O coordenador local do Projeto Orinoco, Raphael Macieira, explicou que além da distribuição, as  orientações para prevenção contra o vírus são fundamentais.. 

“Entendo que, para além de entrega, a gente precisa relembrar e reviver os hábitos de higiene. A melhor forma de prevenir a covid-19 é com o distanciamento social e lavagem de mãos”, disse Macieira.

Além de receber suprimentos fundamentais de higiene pessoal e limpeza das casas, o migrante é cadastrado no Projeto Orinoco e recebe um cartão para ter acesso às instalações do projeto. As instalações contam com sanitários, chuveiros, fraldários e lavanderia. 

Projeto Orinoco

Desde 2019, o Projeto, com foco em ação de WASH, promove a migrantes e refugiados venezuelanos, em situação de rua, acesso à água, saneamento e higiene. O termo WASH deriva das palavras em inglês water (água), sanitation (saneamento) e hygiene (higiene)

Atualmente, o  Projeto está com duas instalações de WASH em funcionamento. Uma localizada nas dependências da Igreja Nossa Senhora da Consolata, no bairro São Vicente, zona Sul de Boa Vista, e outra no Centro de Capacitação e Referência, no bairro Vila Nova, município de Pacaraima. As duas unidades atendem de 8h às 12h e de 13h às 17h, de segunda à sexta-feira. 

Saiba mais clicando aqui.

(Fonte: Cáritas Brasileira)

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter