Confira nossa versão impressa

Dom Odilo: A Igreja Católica é apostólica, está assentada no testemunho dos Apóstolos

Afirmou o Arcebispo de São Paulo na mais recente edição programa ‘Diálogos de Fé’

Dom Odilo: A Igreja Católica é apostólica, está assentada no testemunho dos Apóstolos
Cardeal Scherer durante o programa ‘Diálogos de Fé’, no domingo, dia 20

O programa “Diálogos de Fé”, do domingo, 20, veiculado pela rádio 9 de Julho e pelas mídias sociais da Arquidiocese de São Paulo, foi feito pelo Cardeal Odilo Pedro Scherer diretamente de Içara (SC), na Diocese de Criciúma, onde, no dia anterior, o Arcebispo Metropolitano de São Paulo presidiu a missa de ordenação episcopal de Dom Ângelo Ademir Mezzari, nomeado Bispo Auxiliar da Arquidiocese de São Paulo pelo Papa Francisco (leia mais na página 13). Dom Ângelo tomará posse do ofício em missa na Catedral da Sé, em 4 de outubro, às 11h.

Dom Odilo ressaltou que a ordenação de um bispo é um momento da graça de Deus, pois se recorda que a Igreja Católica é apostólica, está fixada no testemunho dos apóstolos, dos quais os bispos são sucessores, unidos ao Papa. O Arcebispo lembrou que todo bispo católico é nomeado pelo Sumo Pontífice e que a cerimônia de ordenação é feita por, ao menos, três bispos católicos que impõem as mãos sobre aquele que será ordenado.

A ordenação de Dom Ângelo no Santuário Sagrado Coração Misericordioso de Jesus, em Içara, aconteceu seguindo todos os protocolos sanitários recomendados diante da atual pandemia de COVID-19. No programa do domingo, Dom Odilo lembrou que os cuidados preventivos ao novo coronavírus precisam ser mantidos pelas pessoas: “Se não cuidarmos da própria saúde, colocaremos em risco a saúde dos outros”.

O Arcebispo de São Paulo falou, ainda, sobre o Evangelho do 25o Domingo do Tempo  Comum (Mt 20,1-16a), em que Jesus conta a seus discípulos a parábola do patrão que paga a todas as pessoas que contratou um mesmo valor, independentemente do horário em que começaram a trabalhar, após terem sido por ele convidados.

Dom Odilo lembrou que, nesta passagem, Jesus ensina que “Deus nos dá conforme sua generosidade, e não por nossos méritos. Não temos nada o que reclamar se Ele é generoso para com todos”.

“Devemos confiar na providência divina, trabalhar com generosidade e alegria, pois o certo é que Deus recompensa muito mais do que nós esperamos”, disse o Arcebispo.

(Colaborou: Flavio Rogério Lopes)

Clique aqui e leia a íntegra do programa do último domingo.

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Doação de Sangue: um gesto concreto em favor do próximo

Hemocentros de todo país se unem na campanha ‘Somos todos do mesmo sangue’, em vista do Dia Nacional do Doador de Sangue, em 25...

A Igreja terá 128 novos beatos e 6 novos veneráveis Servos de Deus

O Papa autorizou a Congregação das Causas dos Santos a promulgar os decretos de 128 novos beatos e 6 novos veneráveis Servos de Deus...

‘O embrião é uma pessoa humana’, recordam bispos costarriquenhos

No País da América Central, legisladores debatem projeto de lei que busca reconhecer os direitos dos nascituros

No próximo sábado serão criados 13 novos cardeais

Dos 13 novos cardeais, dois não poderão participar das cerimônias por causa da emergência coronavírus: Dom Cornelius Sim, Vigário Apostólico de Brunei e Dom...

Dom Odilo: viver bem cada dia, na esperança de que o Senhor virá

O Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, presidiu a missa desta terça-feira, 24, na capela de sua residência, transmitida pela rádio 9...

Newsletter