Dom Odilo: ‘Aprendamos com Jesus o exercício do perdão’

Dom Odilo: ‘Aprendamos com Jesus o exercício do perdão’

O Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, presidiu a missa na manhã desta quinta-feira, 13, na capela de sua residência, transmitida pela rádio 9 de Julhode pelas mídias digitais da Arquidiocese.

Nesta data, é celebrada a memória litúrgica de Santa Dulce dos pobres, religiosa brasileira que viveu na Bahia, onde dedicou sua vida ao serviço da caridade para com os mais pobres. Também é recordada a memória de São Ponciano e Santo Hipólito, martirizados no ano de 235 em Roma.

“Peçamos a Deus, pela intercessão de Santa Dulce, a capacidade de dedicar a nossa vida ao próximo na caridade”, disse Dom Odilo, no início da celebração.

LEIA TAMBÉM:
Santa Dulce: testemunha da caridade e do amor aos pobres

PERDOAR SEMPRE

O Evangelho do dia (Mt 18,21—19,1) destaca o perdão, trazendo o exemplo do rei que perdoou uma grande dívida de seu empregado, que, por sua vez, não soube perdoar uma pequena dívida de um companheiro. 

“Essa é a situação contraditória que, muitas vezes, nos encontramos quanto à capacidade de perdoar e de ter misericórdia. Jesus ensina que o perdão deve ser dado inteiramente” ressaltou o Cardeal.

O Arcebispo salientou, ainda, que os pecados humanos sempre são grandes, pois ofendem aquele que é grande. “Mesmo que não seja um pecado considerado grave, sempre é uma ofensa a Deus que é sumamente santo e bom”, afirmou.“Deus sempre perdoa as nossas ofensas, quantas vezes for necessário, mesmo que sejam grandes ofensas”, continuou Dom Odilo, reforçando que o perdão aproxima o ser humano de Deus.  

“Façamos o exercício o perdão sincero e não continuemos a nutrir mágoas, ódio, pensamentos de vingança. Nunca chegaremos à atitude plena do perdão, porém, essa deve ser a nossa referência”, concluiu o Cardeal.

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter