Confira nossa versão impressa

Dom Odilo: ‘Dedico as minhas orações aos doentes e a todos aqueles que faleceram’

No domingo, em diálogo com internautas, o Arcebispo metropolitano falou sobre o avanço da pandemia do novo coronavírus

Dom Odilo: ‘Dedico as minhas orações aos doentes e a todos aqueles que faleceram’

“No Brasil, já passamos de 1 milhão de contaminados pela COVID-19 e, infelizmente, mais de 50 mil falecidos. Quero apresentar a todas as famílias que tiveram alguém falecido ou doente devido ao coronavírus meus sentimentos e solidariedade. Dedico as minhas orações aos doentes e a todos aqueles que faleceram”, disse o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, no início do programa “Diálogos de Fé”, transmitido ao vivo por meio de sua página oficial no Facebook e pela rádio 9 de Julho (AM 1.600 kHz), no domingo, 21.

O Arcebispo de São Paulo salientou que todos os dias oferece aos falecidos a missa que preside às 7h da manhã e pede a Deus que proteja a todos e que a pandemia chegue ao fim o quanto antes. Dom Odilo também destacou que é preciso estar atento aos cuidados com a saúde para evitar a proliferação da doença.

PACIÊNCIA E PRUDÊNCIA

O Cardeal Scherer recordou que algumas igrejas estão retomando aos poucos as celebrações com o povo, com os  devidos cuidados de higiene, como a utilização de máscara e de álcool em gel, e uma quantidade mínima de pessoas, que não estejam no grupo de risco, mas que continua a recomendação para que se evitem aglomerações.

 “Pedimos a todos que tenham paciência e prudência para não atropelar os tempos, pois, se nós apressamos essas iniciativas, podemos favorecer um maior contágio e eventualmente a retomada da difusão do vírus, como de fato nesta semana já aconteceu em algumas cidades do estado de São Paulo: três regiões que estavam na fase amarela de reabertura voltaram para a vermelha.”

CUIDADO COM A VIDA

Dom Odilo lembrou que compete a cada Diocese decidir sobre um protocolo de retomada de suas atividades, por orientação do bispo local. Ele afirmou que em breve na Arquidiocese de São Paulo será divulgado um protocolo de reabertura gradual dos serviços paroquiais e das cúrias regionais.

“A Igreja não proibiu as missas ou os sacramentos, mas tomou algumas atitudes pensando no cuidado e preservação da vida das pessoas. A Igreja é a favor da vida e não da morte e pensa na saúde das pessoas. Tudo isso faz parte do cuidado mais amplo com a vida”, concluiu.

Após essas reflexões, Dom Odilo respondeu a perguntas enviadas pelos internautas. 

A íntegra da live pode ser acessada no Facebook de Dom Odilo.

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Indulgência plenária do Dia de Finados poderá ser obtida durante todo o mês de novembro

No dia 2, a Igreja incentiva os fiéis a rezar pelas almas que ainda não chegaram ao Céu, mas estão se purificando...

‘Vivemos para amar a Deus e morremos para ir ao encontro de Cristo’

O Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, presidiu a missa na manhã deste sábado, 31,...

Fratelli tutti e as polêmicas considerações sobre o neoliberalismo e o populismo

Fratelli tutti (FT) é uma encíclica social, voltada aos problemas socioeconômicos do mundo atual, regido pela economia de mercado. Nesse sentido, chama...

Rede Vida lança canais com programação educativa gratuita

Desde o dia 1º de outubro, a Rede Vida de Televisão iniciou um projeto que marca as...

Papa impõe o pálio no novo Patriarca latino de Jerusalém

Nomeado Patriarca em 25 de outubro, até então, Dom Pierbattista Pizzaballa, exercia o ofício de Administrador Apostólico do Patriarcado

Newsletter