Confira nossa versão impressa

‘É hora de voltar-se para Deus de novo’

Afirmou o Cardeal Scherer, em missa na manhã desta segunda-feira, 17, na 20a semana do Tempo Comum

‘É hora de voltar-se para Deus de novo’

Na manhã desta segunda-feira, 17, o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo Metropolitano de São Paulo, presidiu a missa na capela de sua residência, transmitida pela rádio 9 de Julho e pelas mídias digitais da Arquidiocese.

Ao refletir sobre a liturgia do dia, na homilia, o Arcebispo recordou que Deus fala ao profeta Ezequiel (Ez 24,15-24) sobre as coisas ruins que acontecerão ao povo, como um grande número de mortes e destruição do Templo de Salomão, e as pessoas questionam o porquê de tais castigos severos.

“O profeta os reprende. Eles estavam mais pondo o olhar no templo do que em Deus, pondo mais sua segurança no templo, na obra de suas mãos, do que no Deus que salva”, observou o Arcebispo.

Ainda na liturgia do dia, o salmo, extraído do livro do Deuteronômio (Dt 32,18-21), apresenta o Senhor aborrecido com um povo pervertido e infiel, e que os repreende por terem se esquecido Daquele que lhes criou.

Dom Odilo lembrou que essas advertências feitas por Deus, por meio dos profetas, também valem para os dias de hoje. “Este tempo de insegurança e de incertezas da pandemia como que tira o chão embaixo dos pés, as nossas seguranças: a segurança do poderio econômico, das armas, do poder político, das vaidades humanas, do status social, das riquezas… E isso nos faz refletir, enfim, em quem, de fato, pomos as nossas seguranças. É hora de voltar-se para Deus de novo. É hora de percebermos, que, talvez, nós pouco ligamos para Deus e temos pouco tempo para Ele”, afirmou o Arcebispo, alertando que no ritmo da vida atual, cada vez mais os homens se ocupam de tarefas, mas buscam fazê-las sem Deus.

Por fim, ao falar sobre o Evangelho do dia (Mt 19,16-22), na passagem em que um homem pergunta a Jesus o que deve fazer para possuir a vida eterna, o Filho de Deus convida a humanidade a confiar no único Salvador, seguir seus mandamentos e desprender-se dos bens, reconhecendo que apenas Deus é o verdadeiro tesouro da vida.

“Peçamos a Deus que nos de a graça de não colocar nada, nem ninguém, no lugar Dele, nunca nos esquecer de Deus em nossa vida e ficarmos sempre atentos Àquele que, de fato, é Bom e nos diz que é bom”, concluiu Dom Odilo.

(Colaborou: Flavio Rogério Lopes)

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Dom Odilo: A Igreja Católica é apostólica, está assentada no testemunho dos Apóstolos

Afirmou o Arcebispo de São Paulo na mais recente edição programa ‘Diálogos de Fé’

Dom Magnus Henrique, Bispo de Salgueiro (PE), está recuperado da Covid-19

O Bispo da Diocese de Salgueiro (PE), Dom Magnus Henrique Lopes, está recuperado da Covid-19. O prelado...

Como ler a Bíblia?

Muitos católicos têm contato com os textos da Bíblia apenas durante as celebrações da Missa. A Igreja Católica indica a seus fiéis...

Farmácia Vaticana investe em tecnologia para o atendimento da população

Inaugurada 1894, local esteve em reforma desde 2017 e foi reinaugurado no início do mês de agosto

Congregação para a Doutrina da Fé condena todas as formas de eutanásia e de suicídio assistido

“Samaritanus bonus”, a carta da Congregação para a Doutrina da Fé aprovada pelo Papa, reitera a condenação a todas as formas de...

Newsletter