Confira nossa versão impressa

É mentira que o uso prolongado de máscara causa hipóxia

Para que isso acontecesse, a máscara teria que estar totalmente “selada” na pele e isso não acontece

É mentira que o uso prolongado de máscara causa hipóxia

Circula nas redes sociais uma mensagem afirmando que o uso prolongado das máscaras causa hipóxia, porém isso é mentira.

Esta fake news tenta convencer que o ar expirado (aquele que soltamos e contém dióxido de carbono [CO2]) ficaria preso entre a máscara e o nosso rosto. E assim a pessoa estaria respirando um ar “tóxico”, causando tontura, fadiga, quebra de glicose e aumento do ácido lático. Essa informação é totalmente equivocada.

POR QUE?

A hipóxia é uma condição patológica em que há “falta” de oxigênio em um determinado tecido. Para que isso acontecesse, a máscara teria que estar totalmente “selada” na pele e isso não acontece. Principalmente com as máscaras feitas em casa, que têm diversas entradas possíveis para o ar. Além disso, os tecidos recomendados para a confecção das máscaras são seguros para passagem livre do ar.

Para uma situação de hipóxia, a pessoa deveria passar por uma completa vedação do ar. Um exemplo é tentar respirar em um local hermético, como dentro de um saco plástico, isso causaria a hipóxia e asfixia.

Além disso, a quebra da glicose (uma das formas mais simples de açúcar) e geração de ácido láctico (produto final da metabolização), só acontece em situações de anaerobiose (estado de ausência de oxigênio), o que não corresponde ao caso.

COMBATE ÀS NOTÍCIAS FALSAS

Para combater as Fake News sobre saúde, o Ministério está disponibilizando um número de WhatsApp para envio de mensagens da população. Vale destacar que o canal não será um SAC ou serviço para esclarecer dúvidas dos usuários, mas um espaço exclusivo para receber informações virais, que serão apuradas pelas áreas técnicas e respondidas oficialmente se são verdade ou mentira.

Qualquer cidadão poderá enviar gratuitamente mensagens com imagens ou textos que tenha recebido nas redes sociais para confirmar se a informação procede, antes de continuar compartilhando. O número é (61) 99289-4640.

Além disso, o Governo do Estado de São Paulo disponibiliza um canal exclusivo no Telegram de combate notícias falsas sobre coronavírus.

(Com informações de COVID Verificado)

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Cardeal Scherer envia saudação ao prefeito reeleito de São Paulo

Em mensagem enviada a Bruno Covas, Arcebispo de São Paulo reitera a necessidade de um governo que não se esqueça dos mais pobres e...

Bruno Covas é reeleito prefeito de São Paulo

Ele foi o mais votado em 50 das 58 zonas eleitorais da cidade, tendo mais de 3,1 milhões de votos O candidato do PSDB à...

Padre Vitor Bertoli: uma vida dedicada à caridade e à promoção humana

No cruzamento da Avenida Rebouças com a Rua Henrique Schaumann e a Avenida Brasil, encontra-se a Igreja Senhor Bom Jesus dos Passos, na Praça...

Católicos coreanos abrem jubileu dos 200 anos do nascimento de São Kim Degun

Na manhã deste domingo, 29, o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, presidiu uma missa na matriz da Paróquia Pessoal Coreana São...

Como denunciar as fake news e outras irregularidades nas Eleições 2020?

Em sites específicos e até pelas redes sociais é possível ajudar a combater a desinformação neste dia de eleições Neste dia de eleição, eleitores que...

Newsletter