Confira nossa versão impressa

Em Madrid, Bispos celebram missa solene pelas vítimas da pandemia na Espanha

Cardeal Osoro Sierra, Arcebispo de Madrid, recordou que ‘não estamos sós, Deus nos acompanha e não nos deixa’.

Em Madrid, Bispos celebram missa solene pelas vítimas da pandemia na Espanha
(Crédito: Arquidiocese de Madrid)

Na segunda-feira, 6, na Catedral da Arquidiocese de Madrid, na Espanha, foi celebrada missa pelas almas da vítimas da pandemia do novo coronavírus no país. A missa foi presidida pelo Cardeal Osoro Sierra, Arcebispo de Madrid e Vice-Presidente da Conferência Episcopal Espanhola (CEE), e concelebrada por outros 35 bispos e numerosos sacerdotes. Além deles, os reis da Espanha, Filipe VI e Letícia, familiares de vítimas e alguns representantes políticos participaram da celebração.

Na homilia, o Cardeal Osoro recordou que num tempo em que “tudo parece ter se escurecido, não estamos sós, Deus nos acompanha e não nos deixa”. A partir da passagem da morte e ressureição de Lázaro, o Prelado afirmou que a coisa mais humana a ser feita é “chorar como elas [Marta e Maria] e nos sentir solidários com as lágrimas de milhares de pessoas que perderam seus entes queridos e que ainda vivem as consequências de um duelo tão complexo”.

Entretanto, como Jesus Cristo consolou as irmãs de Lázaro, “Ele também nos consola, dizendo ‘Teu irmão ressuscitará’”, continuou o Cardeal. Ao fim da homilia, o prelado destacou as três chamadas que o Senhor faz para que “vivemos em comunhão com Ele”: defender o direito a esperança, dar ânimo e não guardar para si “o tesouro que Jesus Cristo é para nós”.

O Cardeal Juan José Omella, Arcebispo de Barcelona e presidente da CEE, também desejou demonstrar a proximidade da Igreja na Espanha com as vítimas ao fazer sua “a dor, o sofrimento dos familiares dos falecidos”. Uma dor que, segundo o Cardeal, foi maior pelas condições em que ocorreu, “longe do contato de seus familiares e amigos, sem poder trocar qualquer palavra”.

Segundo o Arcebispo de Barcelona, a melhor coisa que o cristão deve fazer, nesse caso, é a “oração e a ação de graças pela vida de cada um deles”. Por fim, o Cardeal desejou que “todo o vivido e sofrido sejam acolhidos como um chamado para voltar o nosso olhar e nossa existência a Jesus Cristo”.

Antes do fim da missa, Dom Jose María Gil Tamayo, Bispo de Ávila, que esteve internado devido ao novo coronavírus, leu a oração composta pelo Papa Francisco para os atuais tempos de pandemia.

Números do coronavírus da Espanha

A Espanha foi um dos países mais afetados pela pandemia de COVID-19. Até 7 de julho, registrou 28.388 mortos e 251.789 casos confirmados. A cada 100 mil habitantes, 60,5 morreram pela doença, segundo maior número do mundo, atrás apenas do Reino Unido, no qual, a cada 100 mil habitantes, 66,3 morreram pelo novo coronavírus. 

FONTES: Arquidiocese de Madrid e Religión en Libertad

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Missionários Claretianos comemoram 125 anos de presença no Brasil

Uma missa presidida pelo Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, na Paróquia Imaculado Coração de...

Prefeitura pede que no Dia de Finados cerimônias religiosas em cemitérios ocorram em espaços abertos

Em nota divulgada à imprensa na tarde da segunda-feira, 26, a Prefeitura de São Paulo recomendou que...

‘Acolhamos com fé a semente e o fermento do Reino de Deus’

O Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, presidiu a missa desta terça-feira, 27, na capela...

Conheça os novos cardeais do Papa Francisco

Entre eles estão os arcebispos de Washington (EUA) e de Santiago do Chile Três...

Capela São Camilo de Lellis é a presença da Igreja no Hospital do Mandaqui

O templo localizado no hospital da zona Norte de São Paulo é o último retratado na série especial de reportagens do O...

Newsletter