Cáritas Equador já ajudou cerca de 300 mil pessoas durante a pandemia

Um informe atualizado acerca do trabalho da Cáritas Equador detalha que a instituição ajudou cerca de 300 mil pessoas em situação vulnerável no primeiro mês de emergência sanitária devido ao novo coronavírus.

“Ainda queremos chegar a mais pessoas, necessitamos de tua ajuda”, pede a Cáritas no informe publicado em 28 de abril. Entre as principais formas de ajuda das 22 cáritas diocesanas do país estão a doação de kits de alimento e higiene, acompanhamento espiritual, cuidados médicos e atenção a menores órfãos.

No total, 74.078 famílias receberam acompanhamento da Cáritas Equador, sendo 69.135 do país e 4.943 de famílias migrantes.

“De acordo com a média, no Equador, as famílias compõe-se de quatro integrantes; o que nos indica que 296.312 pessoas foram beneficiadas pela Cáritas Equador durante o primeiro mês de emergência sanitárias pelo COVID-19. Nesse acompanhamento, 65% foram mulheres, 35% homens, 25% menores de idade, 24% adultos maiores de idade e 8% pessoas com deficiência”, afirma o informe.

“Reafirmamos nosso compromisso de continuar a ser essa mão que acolhe, esse rosto que acompanha e escuta. Neste emergência sanitária, as cáritas de todo o país estão e seguirão a acompanhar as famílias e pessoas que mais necessitam”, assegurou a instituição.

Por fim, no informe, a instituição agradeceu as empresas, a sociedade civil, a cooperação internacional de organizações fraternas que confiam no seu trabalho.

(Com informações de ACI Prensa)

Website | + posts
- publicidade -
- publicidade -

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

- publicidade -

Últimas Notícias

Presidência do Regional Sul 1 da CNBB posiciona-se sobre a atual pandemia

(COM INFORMAÇÕES DO REGIONAL SUL 1 DA CNBB) A Presidência do Regional Sul 1 da Conferência Nacional dos...

‘A pandemia não deve calar nosso testemunho da fé’, diz Cardeal Scherer

Arcebispo de São Paulo presidiu missa da Solenidade da Ascensão do Senhor e dia Mundial das Comunicações Sociais, na Catedral da Sé

Principais documentos da Igreja sobre comunicação

Em 1963, o Concílio Vaticano II aprovou o Decreto Inter Mirifica, primeiro documento conciliar que trata do tema das comunicações sociais

Magistério da Igreja acompanha o desenvolvimento da comunicação social

No domingo, 24, Solenidade da Ascensão do Senhor, a Igreja também comemora o 54º Dia Mundial das...

Em meio à crise econômica, Igreja no Líbano auxilia os mais atingidos

GUSTAVO CATANIA RAMOS (ESPECIAL PARA O SÃO PAULO) Em entrevista à Asia News, Dom...

Isolamento social permanece abaixo do esperado em SP

Taxa na capital paulista ficou em 52%. Ao todo, 500 cidades já registram casos em no estado

Newsletter