Confira nossa versão impressa

‘Nossa vida não tem fim e si mesma, mas em Deus’

‘Nossa vida não tem fim e si mesma, mas em Deus’

O Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo São Paulo, presidiu, na capela de sua residência, a missa deste sábado, 26, memória dos mártires São Cosme e São Damião. A Eucaristia foi transmitida pela rádio 9 de Julho, e pelas mídias digitais da Arquidiocese.

Segundo uma tradição, confirmada por referências literárias muito antigas, sabe-se que Cosme e Damião foram médicos que se dedicaram ao serviço da caridade, sobretudo aos mais pobres. Seu sepulcro se encontra em Cirro na Síria, onde foi erguida uma basílica em sua honra. De lá o seu culto passou a Roma e propagou-se por toda a Igreja.

SENTIDO DA VIDA

A primeira leitura (Ecl 11,9-12,8) apresenta um texto poético que fala sobre o sentido e beleza da vida, referindo-se adolescência, que segundo o texto, é preciosa e deve ser bem vivida. “Lembra-te do teu Criador nos dias da juventude, antes que venham os dias da desgraça e cheguem os anos dos quais dirás: ‘Não sinto prazer neles’”, diz a leitura.

No final, o texto é concluído com a afirmação: “Vaidade das vaidades, diz o Eclesiastes, tudo é vaidade”. O Cardeal Scherer explicou que vaidade significa aquilo que é vazio e não tem consistência em si mesmo. “Nossa vida não tem fim e si mesma, mas em Deus, que é quem dá sustento e consistência. Quem constrói a sua vida somente sobre suas vaidades, sobre aquilo que passa, terá uma grande frustração”, destacou.

ANÚNCIO DA PAIXÃO

No Evangelho (Lc 9,43b-45), Jesus continua a anunciar a sua paixão após a confissão de fé de Pedro de que ele é o Cristo. Ao comentar esse trecho, Dom Odilo observou que os discípulos não ousaram perguntar sobre o assunto e, por mais que tivessem familiaridade com o Senhor, tiveram medo de abordar esse tema.

“O medo faz parte da vida humana, sobretudo quando se trata de questões que ultrapassam a nossa possibilidade de solução. Jesus colocou os apóstolos diante de um grande mistério: o Cristo de Deus, que fazia tantos milagres, iria sofrer e condenado a morte e ressuscitar”, salientou o Arcebispo.

TESTEMUNHO

Chamando a atenção para os santos do dia, o Cardeal sublinhou que ambos deram a vida por Cristo no martírio e no serviço aos doentes. “Pela intercessão de São Cosme e São Damião, peçamos por todos os médicos e por todos os que cuidam da saúde da população e, neste tempo de pandemia, muitos até expuseram suas vidas ao risco, chegando até a morrer, em muitos casos”.

No fim da missa, Dom Odilo destacou que neste sábado, às 18h, ele irá presidir a missa na qual será fundar uma nova paróquia na Arquidiocese de São Paulo, no Jardim Felicidade, na zona Norte, e terá como padroeira Santa Dulce dos Pobres.

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Missionários Claretianos comemoram 125 anos de presença no Brasil

Uma missa presidida pelo Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, na Paróquia Imaculado Coração de...

Prefeitura pede que no Dia de Finados cerimônias religiosas em cemitérios ocorram em espaços abertos

Em nota divulgada à imprensa na tarde da segunda-feira, 26, a Prefeitura de São Paulo recomendou que...

‘Acolhamos com fé a semente e o fermento do Reino de Deus’

O Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, presidiu a missa desta terça-feira, 27, na capela...

Conheça os novos cardeais do Papa Francisco

Entre eles estão os arcebispos de Washington (EUA) e de Santiago do Chile Três...

Capela São Camilo de Lellis é a presença da Igreja no Hospital do Mandaqui

O templo localizado no hospital da zona Norte de São Paulo é o último retratado na série especial de reportagens do O...

Newsletter