Papa a Biden: favorecer a paz e a reconciliação nos EUA e no mundo

Os votos de Francisco ao novo presidente dos Estados Unidos para que nos próximos anos se construa no país uma sociedade baseada nos valores históricos da democracia estadunidense, no “respeito pelos direitos e a dignidade de cada pessoa, especialmente dos mais pobres”

Papa a Biden: favorecer a paz e a reconciliação nos EUA e no mundo
Getty Images

A oração do Papa Francisco acompanha Joseph Biden no dia de sua tomada de posse em Washington ao prestar juramento como o 46° presidente dos Estados Unidos da América.

“Ofereço-lhe meus cordiais votos e a garantia de minhas orações para que Deus Todo-Poderoso lhe conceda sabedoria e força no exercício de seu alto cargo. Sob sua liderança, que o povo americano continue a se nutrir dos altos valores políticos, éticos e religiosos que inspiraram a nação desde sua fundação.”

O olhar do Pontífice se dirige à obra que o novo líder da Casa Branca deverá realizar no país, marcado hoje pelo flagelo da pandemia, que provocou mais de 400 mil mortos, e pelos inúmeros protestos realizados durante todo o ano de 2020 sobre temas de ordem pública e racial.

“Num momento em que as graves crises que afligem a nossa família humana requerem respostas clarividentes e unitárias, rezo para que suas decisões sejam guiadas pela preocupação de construir uma sociedade caracterizada pela justiça e liberdade autênticas, sempre no respeito pelos direitos e a dignidade de cada pessoa, especialmente dos pobres, dos vulneráveis e daqueles que não têm voz.”

A mensagem se conclui com a bênção que o Pontífice estende a todo o povo estadunidense: “Invoco sobre o senhor, a sua família e ao amado povo americano abundantes bênçãos”.

(Com informações de Vatican News)

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter