Papa: a Trindade é o amor que salva e recria o mundo

Papa: a Trindade é o amor que salva e recria o mundo
Papa Francisco saúda fiéis da janela do Palácio Apostólico (Foto: Vatican Media)

Na oração mariana do Angelus na manhã deste domingo, 7, o Papa Francisco afirmou que a Solenidade da Santíssima Trindade, celebrada nesta data, é um convite para deixar-se fascinar pela beleza e verdade inesgotáveis de Deus.

O Papa dirigiu essas palavras da janela do Palácio Apostólico, diante dos fiéis que se reuniam na Praça São Pedro, seguindo as medidas de distanciamento social devido a pandemia de COVID-19.  

O Pontífice fez sua reflexão a partir do Evangelho do dia (Jo 3,16-18), que mostra o mistério do amor de Deus pelo mundo, a usa criação.

DESÍGNIO DE AMOR

No breve diálogo com Nicodemos, Jesus apresenta-se como Aquele que leva a cabo o plano de salvação do Pai em favor mundo, e afirma: “Deus amou de tal modo o mundo que deu o Seu Filho único”. O Santo Padre explicou essas palavras indicam que a ação das três Pessoas divinas – Pai, Filho e Espírito Santo – é um único desígnio de amor que salva a humanidade e o mundo.

“O mundo está marcado pelo mal e pela corrupção, nós homens e mulheres somos pecadores; portanto, Deus poderia intervir para julgar o mundo, para destruir o mal e castigar os pecadores. Em vez disso, Ele ama o mundo, apesar dos seus pecados; Deus ama cada um de nós, mesmo quando cometemos erros e nos distanciamos d’Ele”, observou o Papa.

BELEZA DE DEUS

O Santo Padre ressaltou, ainda, que: “Deus Pai ama tanto o mundo que, para o salvar, dá aquilo que tem de mais precioso: o seu Filho único, que dá a sua vida pela humanidade, ressuscita, volta para o Pai e, juntamente com Ele, envia o Espírito Santo. A Trindade é, portanto, Amor, inteiramente a serviço do mundo, que quer salvar e recriar”.

“Estimados irmãos e irmãs, a festa de hoje convida-nos a deixarmo-nos fascinar mais uma vez pela beleza de Deus; beleza, bondade e verdade inesgotável. Mas também humilde, próxima, que se fez carne para entrar na nossa vida, na nossa história, para que cada homem e mulher possa encontrá-la e ter a vida eterna. E isto é fé: acolher a Deus-Amor que se doa em Cristo, deixar-se encontrar por Ele e confiar n’Ele”, exortou Francisco, pedindo a intercessão da virgem Maria para acolher “com o coração aberto” o amor de Deus.  

Papa: a Trindade é o amor que salva e recria o mundo
Fiéis acompanham oração do Angelus na Praça São Pedro (Foto: Vatican Media)

PANDEMIA

Após a oração, o Papa manifestou proximidade aos países ainda atingidos pela COVID-19

Ao saudar as pessoas presentes na Praça São Pedro, o Pontífice disse que a presença deles era sinal de que, na Itália, a fase aguda da epidemia tinha sido superada, mesmo permanecendo a necessidade de seguir cuidadosamente as normas vigentes. Em seguida, acrescentou:

“Mas infelizmente em outros países – eu penso em alguns –, o vírus ainda está provocando muitas vítimas. Sexta-feira passada, num país, morreu um por minuto! Terrível! Desejo expressar minha proximidade a essas populações, aos doentes e a seus familiares, e a todos aqueles que cuidam deles. Aproximemo-nos com a nossa oração”.

(Com informações de Vatican News)

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter