São Paulo Apóstolo é oficializado como copadroeiro da Paróquia Santo Inácio de Loyola

Oficialização ocorreu durante missa presidida pelo Cardeal Scherer, Arcebispo Metropolitano

São Paulo Apóstolo é oficializado como copadroeiro da Paróquia Santo Inácio de Loyola
Cardeal Scherer recebe a imagem de São Paulo Apóstolo entronizada pelos fiéis na Paróquia Santo Inácio do Loyola (foto: Luciney Martins/O SÃO PAULO)

No domingo, 21, o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo Metropolitano de São Paulo, presidiu missa na Paróquia Santo Inácio de Loyola, na Vila Mariana, Setor Paraíso da Região Episcopal Sé, durante a qual oficializou São Paulo Apóstolo como copadroeiro desta Paróquia, que é conduzida pela Congregação da Pia Sociedade de São Paulo, SSP (Padres Paulinos).

A missa foi concelebrada pelos padres paulinos Mário Pizetta, Pároco; Claudiano Avelino dos Santos, Superior Provincial da Pia Sociedade de São Paulo; Silvio Ribas e Guilherme Cesar, além do Padre Everton Fernandes Moraes, Chanceler do Arcebispo. Também participaram os diáconos paulinos Francisco Galvão, Mário Roberto e Deivis Tavares.

COPADROEIRO

O pedido para incluir São Paulo Apóstolo como Padroeiro da Paróquia Santo Inácio de Loyola foi feito pela Congregação dos Padres Paulinos, em 2020, por ocasião da celebração dos 80 anos de fundação da Paróquia e pelo desejo dos religiosos em promover e dinamizar, ainda mais, a espiritualidade e a missão do Apóstolo dos Gentios e do carisma paulino junto à comunidade paroquial.

“São Paulo é o pai e modelo de evangelização da Congregação, da Arquidiocese, do estado e da capital paulista. O objetivo é de que o Apóstolo seja mais conhecido, que seu pensamento, expresso em suas cartas no Novo Testamento, sejam aprofundadas pelos fiéis. Tudo isso motivou o apelo para incluir São Paulo como padroeiro”, recordou Padre Claudiano.

No início da celebração, Dom Odilo, ao falar da mudança do nome da Paróquia, recordou que a Igreja valoriza a história, a memória das suas comunidades, que não são apenas unidades burocráticas, mas, sim, igrejas vivas.

“O nome de uma paróquia é parte da identidade da mesma, assim como da memória de fé das pessoas relacionadas a ela, tendo em conta que os santos da Igreja são grandes testemunhas de fé, exemplos de vida no Evangelho e intercessores em favor do povo”, afirmou, destacando, ainda, que, tendo ouvido as motivações apresentadas pela Congregação, o parecer dos Bispos Auxiliares e dos membros do Conselho de Presbíteros da Arquidiocese, em vez de trocar o nome, optou-se em acrescentar o nome do Apóstolo. Assim, o novo nome é Paróquia Santo Inácio de Loyola e São Paulo Apóstolo.

O Cardeal destacou, ainda, que os nomes dos santos nas paróquias e comunidades trazem um significado importante para a Igreja: “os santos são valorizados na Igreja não só como intercessores, mas como testemunhas da memória do Evangelho. Em cada tempo, em cada circunstância, os santos deram testemunho próprio do Evangelho,  que é a riqueza da memória da fé, patrimônio da espiritualidade e da vida cristã”. 

OS SANTOS E A VITALIDADE DA IGREJA

O Arcebispo lembrou, ainda, que “pela vida e testemunhos dos santos ao longo dos séculos, vemos a vitalidade da igreja”, disse.

“Esse ato é uma oportunidade de evidenciar ainda mais o Apóstolo Paulo na vida pastoral da comunidade. É, também, um momento de promover a dinâmica e o testemunho de seguimento a Jesus Cristo e sua paixão ao Evangelho, conforme nos ensina Paulo”, destacou Padre Mário, que está a frente da Paróquia há 12 anos.

A presença do Apóstolo como copadroeiro é novo impulso para conhecer o Apóstolo e dentre as atividades previstas estão a continuidade dos estudos aprofundados sobre a vida, cartas, evidenciando sempre a importância da evangelização, da propagação do Evangelho e dos ensinamentos de Cristo a partir do testemunho de vida de São Paulo e sem deixar de lado Santo Inácio de Loyola.

Apresentadas as motivações e lido o decreto de alteração do nome da Paróquia, procedeu-se o ato de  entronização da imagem de São Paulo até o altar, conduzida por paroquianos.

TESTEMUNHAS DE FÉ

São Paulo Apóstolo é oficializado como copadroeiro da Paróquia Santo Inácio de Loyola

As vidas de Santo Inácio de Loyola e de São Paulo Apóstolo têm muitas similaridades. Ambos viveram a radicalidade da fé, do seguimento a Cristo, do anúncio e pregação do Evangelho. Pautaram suas vidas na coragem e na expansão dos ensinamentos de Jesus.

Padre Claudiano destacou que os santos “deixaram-se encontrar pela graça de Deus e, tendo percebido a riqueza da graça de Jesus, empenharam todo o ser – mente, vontade, coração, forças físicas  – para a maior glória de Deus”.

Os dois santos viveram “a integralidade e a entrega à vontade e aos projetos de Deus. Foram fiéis e não se cansaram da missão. Esse é o convite a todo cristão. E Paulo como copadroeiro favorece nesse aprendizado cotidiano de entrega e seguimento”, enfatizou Padre Mário. “Santo Inácio e São Paulo amaram  a Cristo com paixão, o seguiram com todo o coração. Como Pároco, tenho o desejo de que todos possamos ter o mesmo coração missionário e ardente pelo Evangelho”, concluiu.

“Todos têm muito a aprender com Paulo e com Santo Inácio, grandes representantes de Cristo que se destacaram pelo espírito e ardor missionário’”, afirmou Dom Odilo.

HISTÓRIA

São Paulo Apóstolo é oficializado como copadroeiro da Paróquia Santo Inácio de Loyola
Fachada da Paróquia Santo Inácio de Loyola e São Paulo Apóstolo

A Paróquia Santo Inácio de Loyola foi fundada em 25 de janeiro de 1940, por Dom José Gaspar de Afonseca e Silva, então Arcebispo de São Paulo.

A região era servida, originariamente, pelos Padres da Companhia de Jesus (Jesuítas), por isso, levou o nome do Santo fundador da Companhia: Santo Inácio de Loyola.

Desde o início, a Paróquia foi confiada aos cuidados dos Padres Paulinos que vêm se dedicando ao serviço da comunidade paroquial seguindo as diretrizes pastorais da Arquidiocese de São Paulo.

Nos anos de 1946, 1952, 1955 e 1963 a Paróquia recebeu a visita do Fundador dos Paulinos, o Bem-Aventurado Tiago Alberione.

Atualmente, a Paróquia está em reformas para melhorias de infraestrutura. Estão sendo construídos espaços para atendimento ao público, salas de catequese e um estacionamento.

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter