Confira nossa versão impressa

Coronavírus cresce mais no interior do que na Grande São Paulo

Todos municípios com mais de 15 mil habitantes registram a doença

Coronavírus cresce mais no interior do que na Grande São Paulo
Governo do Estado de São Paulo

A pandemia do novo coronavírus (COVID-19) está se alastrando muito rapidamente pelo interior do estado de São Paulo, em um ritmo muito maior do que vem sendo observado na capital e também nos outros 38 municípios da Grande São Paulo, informou, nesta quarta-feira, 20, o secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi.

Segundo Vinholi, 74% dos municípios do estado já registraram casos confirmados do novo coronavírus, o que inclui todos com mais de 15 mil habitantes. Em abril, a taxa de crescimento de casos no interior já era quatro vezes superior ao do registrado na Grande São Paulo.

No início de abril, as 606 cidades fora da Grande São Paulo somavam 129 casos confirmados e fecharam o mês com 4.389 infectados, com aumento de 3.302% no mês. No mesmo período, a Região Metropolitana da capital passou de 2.793 casos para 24.309, com 770% de avanço do novo coronavírus.

Entre os dias 30 de abril e 18 de maio essa tendência mostrou muito mais força fora da Grande São Paulo, que registrou 108% de crescimento no período. Nas demais regiões administrativas, a taxa de aumento de casos foi maior. Presidente Prudente registrou 379% de aumento, seguida pelas regiões de São José do Rio Preto (309%), Ribeirão Preto (234%), Sorocaba (227%), Bauru (210%), Franca (197%), Vale do Ribeira (185%), Barretos (184%), São José dos Campos (178%), Marília (173%), Campinas (170%), Itapeva (167%), Araraquara (167%), Baixada Santista (156%) e Araçatuba (138%).

“Todas as regiões do estado têm uma aceleração maior do que a Região Metropolitana de São Paulo nesse momento”, disse Vinholi.

Também entre 30 de abril e 18 de maio, o ritmo do número de mortes provocadas pelo novo coronavírus em seis regiões administrativas do interior e no litoral foi proporcionalmente maior do que o da Grande São Paulo, que registrou 104% de elevação nos óbitos. Os índices foram maiores em Barretos (267%), Araçatuba (260%), São José do Rio Preto (167%), Itapeva (150%), Baixada Santista (121%) e Bauru (107%).

Mas há regiões com aumentos de mortes por covid-19 em ritmo menor do que na Grande São Paulo, como Campinas (90%), São José dos Campos (84%), Presidente Prudente (80%), Sorocaba (80%), Marília (71%), Franca (67%), Ribeirão Preto (55%), Araraquara (33%) e Vale do Ribeira (33%).

Isolamento

O governador de São Paulo, João Doria, lembrou que o isolamento social é hoje a única medida no mundo para impedir a propagação do vírus. E pediu a colaboração da população de São Paulo para seguir no isolamento, voluntariamente, para que o governo não seja obrigado a decretar um lockdown, uma medida obrigatória mais dura e mais rígida de isolamento.

“Estamos fazendo todo o esforço possível para evitar o lockdown. Temos o protocolo de lockdown pronto, mas se pudermos evitar com ações, medidas e com a solidariedade das pessoas, melhor. Evitar a medida extrema representa respeito e atitude. Mas se não tivermos solidariedade, os índices crescerem ainda mais e colocarmos em risco a vida das pessoas, seremos obrigados a adotar o lockdown”, disse o governador.

(Com informações de Agência Brasil e Governo do Estado de SP)

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Projeto Janelas CASACOR: beleza, sustentabilidade e responsabilidade social

Vitrines estão espalhadas por 13 bairros de São Paulo, sendo quatro delas em comunidades, com uma exposição inclusiva, gratuita, segura

Papa exorta novos cardeais a permanecerem sempre no caminho do Senhor

O Papa Francisco presidiu neste sábado, 28, o Consistório Ordinário Público no qual foram criados 13 novos cardeais. A celebração aconteceu na Basílica de São...

Arquidiocese de São Paulo terá igreja jubilar pelos 200 anos de mártir coreano

No próximo domingo, 29, às 10h30, o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, presidirá uma missa na matriz da Paróquia Pessoal Coreana...

Celam e Cáritas pedem mais solidariedade pelas populações atingidas por catástrofes

Desastres naturais têm assolado os moradores de alguns países da América Latina e no Caribe

‘Caminhemos na fé e na esperança, com os olhos voltados para o Senhor que vem’

O Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, presidiu a missa na manhã deste sábado, 28, na capela de sua residência, transmitida pela...

Newsletter