Confira nossa versão impressa

‘Devemos estar unidos a Cristo, verdadeira videira’

O Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, presidiu a missa na manhã desta quarta-feira, 13, na capela de sua residência, transmitida pela rádio 9 de Julho e pelas mídias digitais da Arquidiocese.

Neste dia, a igreja comemora a memória de Nossa Senhora de Fátima. Por isso, no início da celebração, Dom Odilo confiou à intercessão da Virgem Maria todo o povo da Arquidiocese, especialmente aqueles que mais sofrem nesse período de pandemia, os doentes, os pobres, as pessoas que passam por alguma necessidade e os falecidos.

PRODUZIR FRUTOS

Na homilia, Dom Odilo refletiu sobre o trecho do Evangelho do dia (Jo 15,1-8), no qual Jesus afirmar ser a verdadeira videira e cada cristão seus ramos e acrescenta: “Aquele que permanece em mim e eu nele, esse produz muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer”.

“Essa comparação ilustra a nossa dependência de Jesus  e se quiremos dar algum fruto, isto é, fazer algo bom, devemos estar unidos à Ele, a verdadeira videira”, afirmou o Cardeal, ressaltando que a Igreja é a grande vinha do Senhor.

Jesus diz, ainda, que todo o ramo que não dá fruto é cortado e os que frutificam, Pai os limpa, para que deem mais frutos. “A poda são as provas e sofrimentos permitidos por Deus para a nossa perseverança e constância no amor de Deus”, explicou o Arcebispo.

Em seguida, Dom Odilo enfatizou: “Somo um ramo desta videira. Estamos unidos a Cristo? Precisamos cultivar a nossa união com o Senhor”.

CONFUSÃO’ NA IGREJA

A primeira leitura (At 15,1-6) narra a  primeira grande crise da comunidade dos cristãos em Antioquia, quando alguns deles começaram a dizer que aqueles pagãos que haviam aderido à fé cristã deveriam passar pelos ritos da lei de Moisés, como os judeus, e serem circuncidados”.

O texto diz, ainda que isso causou confusão na comunidade e, por isso, Paulo e Barnabé foram a Jerusalém para tratar dessa questão com os apóstolos e anciãos.

“Também hoje existem aqueles que geram confusão, querem ser mais importantes que os apóstolos, o Papa, os bispos. Cuidado! A quem devem ouvir? Aqueles que, na Igreja, têm a responsabilidade de conduzir o povo de Deus”, alertou o Arcebispo.

O Cardeal reforçou que, independentemente de quem seja que se apresente como mais importante que as autoridades eclesiásticas, “que fale bonito” ou “que tenha milhões de seguidores” nas redes sociais, é preciso estar em comunhão com aqueles que foram legitimamente constituídos como sucessores dos apóstolos.  

LEIA TAMBÉM:

A mensagem de Fátima traz esperança para enfrentar a pandemia

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Seminário Redemptoris Mater São Paulo Apóstolo comemora dez anos de origem

Na última quarta-feira, 16, o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo presidiu a missa pelos...

Cresce entre os católicos a prática da Leitura Orante da Bíblia

Nos últimos anos, muitos têm redescoberto uma das práticas mais antigas do Cristianismo, a Lectio Divina, método pelo qual a pessoa vive...

Estação de trem em São Paulo recebe lixo eletrônico

Projeto visa conscientizar sobre descarte correto. Os equipamentos recolhidos serão reciclados e depois serão doados para alunos de escolas públicas

Rede Eclesial Pan-Amazônica tem novo Secretário Executivo

Anúncio foi feito durante coletiva de imprensa on-line, realizada na segunda-feira, 14, em celebração pelos seis anos de criação da entidade

Semana Nacional de Trânsito foca a preservação de vidas

A meta é conscientizar a população sobre a importância da mudança de atitude, ressaltando que cada um é responsável pela segurança de...

Newsletter