Dom Odilo: ‘É muito bom que nós possamos recorrer a Deus e confiar a Ele nossa angustia’

Dom Odilo: ‘É muito bom que nós possamos recorrer a Deus e confiar a Ele nossa angustia’No dia em que toda a humanidade esteve unida em oração e jejum pelo fim da pandemia de coronavírus, na quinta-feira, 14, o Arcebispo Metropolitano de São Paulo, Cardeal Odilo Pedro Scherer, participou de um diálogo virtual com outros líderes religiosos, promovido pela Federação das Associações Muçulmanas do Brasil (Fambras).

Além do Cardeal, falaram o Sheikh Mohamad Bukai, diretor religioso da União Islâmica e Sheikh da Mesquita do Brasil; e Ibrahim Salem Al Alawi, cônsul-geral dos Emirados Árabes Unidos em São Paulo. O encontro foi mediado por Cristina Thomaz, assessora de impressa da Fambras.

“Esse é um ato importante por estamos todos na mesma situação. A doença não escolhe língua, raça, religião, classe social, rico ou pobre. Portanto, é um momento que nos sentimos irmanados a partir da nossa fragilidade. É muito bom que nós possamos recorrer a Deus e confiar a Ele nossa angustia”, frisou Dom Odilo.

PELOS ENFERMOS

Em sua participação, o Cardeal enfatizou a aflição das pessoas infectadas pelo novo coronavírus, que lutam para sobreviver nas Unidades de Terapia Intensiva de todo o mundo.

Lembrou, ainda, dos pacientes que já conseguiram se recuperar e dos profissionais da área da saúde que se dedicam em favor do próximo: “Tantas pessoas estão dando a vida pelos doentes”, refletiu.

FRAGILIDADE

O Arcebispo ainda citou os mais vulneráveis: “Eu penso muito nos pobres. Nós sabemos o quanto já é difícil enfrentar a pandemia tendo boas estruturas sanitárias e econômicas. Agora, imagine os pobres, que são muitos, e com enormes dificuldades até para se proteger, pois têm que sair de casa para ganhar o pão de cada dia, portanto, vivem em uma situação de risco e fragilidade”.

Em seguida, dirigiu sua meditação sobre a necessidade de deixar-se cuidar por Deus.

“Na oração que vou dirigir agora a Deus, quero fazer para todas as pessoas que creem e, também, e para as que não creem, para que possam, neste momento, descobrir a força da fé, a importância de se abrir para Deus e descobrir que Ele nos estende a mão em nossa fragilidade, mais ainda quando reconhecemos que não somos autossuficientes e, talvez soberbos, de negar a sua ajuda”, apontou o Cardeal.

NA COMUNHÃO DOS SANTOS

Dom Odilo explicou, também, que na tradição católica, os fiéis dirigem as suas orações, confiantes na intercessão de homens e mulheres que viveram de forma justa e que hoje, se encontram ao lado de Deus como santos, pedindo para que sejam alcançadas as necessidades humanas.

 “De modo especial, nós católicos veneramos a Mãe de Jesus, Maria Santíssima, por isso, dirigimos por meio dela muitas preces, como os filhos que se dirigem à mãe para que a ela interceda por nós”, disse ao iniciar sua oração pelo fim da pandemia.

LEIA A ORAÇÃO FEITA POR DOM ODILO SCHERER

A vossa proteção recorremos, Santa Mãe de Deus. Na dramática situação atual, carregada de medo e angústia, que oprimem o mundo inteiro, recorremos a vós, Mãe de Deus e nossa Mãe, refugiando a vossa proteção. Ó Virgem Maria, voltai para nós os vossos olhos misericordiosos nessa pandemia de coronavírus e confortai todos aqueles que se sentem perdidos e choram por seus familiares mortos, por vezes sepultados de uma maneira que fere a alma.

Sustentai aqueles que estão angustiados por pessoas enfermas, de quem não podem se aproximar para evitar o contágio. Infundi confiança a quem vive ansioso com o futuro incerto e as consequências sobre a economia e o trabalho.

Mãe de Deus e nossa Mãe, alcançai-nos de Deus Pai de misericórdia que essa dura prova termine, que volte um horizonte de esperança e paz. Como em Caná, intercedei junto a vosso Filho divino, pedindo-lhe que conforte as famílias dos doentes, das vítimas e infunda no seu coração a confiança.

Protegei os médicos, os enfermeiros, os agentes de saúde e os voluntários que nesse período de emergência estão na vanguarda, arriscando a própria vida para salvar outras vidas. Acompanhai sua fadiga heroica e dai-lhes força, bondade e saúde.

Permanecei juntos daqueles que assistem noite e dia os doentes, acompanhai os sacerdotes, que procuram ajudar e apoiar a todos com solicitude pastoral e dedicação.

Virgem Santa, iluminai as mentes dos homens e mulheres da ciência, afim de encontrarem soluções justas para vencer esse vírus. Assisti os responsáveis das nações, para que atuem com sabedoria, solicitude e generosidade, socorrendo aqueles que não têm o necessário para viver, programando soluções sociais econômicas com clara evidencia e espírito de solidariedade.

Maria Santíssima, tocai as consciências para que as somas enormes usadas para aumentar e aperfeiçoar armamento sejam antes destinadas a promover estudos adequados para prevenir catástrofes desse tipo também no futuro.

Mãe amadíssima, fazei crescer no mundo o sentido de pertença a uma única e grande família humana, na consciência do vínculo que une a todos, para acudirmos com espírito fraterno e solidário a tanta pobreza e inúmeras situações de miséria.

Encorajai a firmeza na fé, a perseverança no serviço, a constância na oração. Ó, Virgem Maria, consoladora dos aflitos, abraça a todos os seus filhos atribulados e alcançai-nos a graça da intervenção de Deus com sua mão onipotente para nos libertar dessa terrível pandemia, de modo que a vida possa retomar com serenidade.

Confiamo-nos a vós, ó Virgem Maria, que resplandeceis sobre o nosso caminho como sinal de salvação e de esperança, ó clemente, ó pia, ó doce sempre Virgem Maria.

Amém!

- publicidade -

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Compartilhe!

Últimas Notícias

Prefeitura de SP ampliará testagem de COVID-19 em distritos com mais casos

Inquérito sorológico divulgado na quinta-feira, 9, indica que 9,8% dos paulistanos podem ter sido contagiados com o novo coronavírus

A solidariedade pode estar na porta ao lado

Não há dúvidas de que a população mais pobre é a que mais sofre com os impactos...

Contagem de casos se estabiliza e SP decide reabrir parques

Serão abertos na segunda 70 parques com limitação de público e horário O prefeito...

Líderes de ordens religiosas filipinas manifestam oposição à nova lei antiterrorismo

POR JOÃO FOUTO A associação que reúne os superiores gerais, homens e mulheres, das ordens religiosas nas Filipinas...

Dom Luiz Carlos preside missa na festa de Santa Isabel Rainha

No sábado, 4, Dom Luiz Carlos Dias, Bispo Auxiliar da Arquidiocese na Região Belém, presidiu missa na...

Newsletter