Confira nossa versão impressa

Municípios de SP terão apoio de 20 mil policiais no feriado prolongado

Objetivo é evitar aglomerações devido à covid-19

Municípios de SP terão apoio de 20 mil policiais no feriado prolongado
Governo do Estado de São Paulo

Esses policiais foram requisitados ao governo de São Paulo por prefeitos do litoral e de estâncias turísticas do estado. Os prefeitos temem que, com o feriado prolongado, turistas se desloquem para essas regiões e promovam aglomerações, o que facilita a disseminação do novo coronavírus.

Para ajudar os municípios a evitar aglomerações de pessoas nas praias do litoral paulista no feriado prolongado de 7 de Setembro, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo vai implantar a Operação Independência. A ação tem início hoje (4) e vai até a próxima terça-feira (8), mobilizando 20 mil policiais.Municípios de SP terão apoio de 20 mil policiais no feriado prolongadoMunicípios de SP terão apoio de 20 mil policiais no feriado prolongado

Os policiais, então, ajudariam a patrulhar estradas e também devem apoiar as ações de fiscalização de medidas sanitárias. “Cada município tem o direito de estabelecer os seus limites para parques, praças, praias e calçadões. O governo de São Paulo apoiará aqueles que solicitaram formalmente o apoio da Polícia Militar (PM) no sentido de proteger a vida de seus cidadãos”, disse o governador de São Paulo, João Doria.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, as ações no feriado prolongado vão envolver também o uso de 7,2 mil viaturas, 880 motocicletas, 35 montarias, 11 helicópteros Águia da PM e oito drones para monitoramento de pontos estratégicos nas rodovias e também nas áreas urbanas, como praias.

A fiscalização de tráfego vai se concentrar em testes de bafômetro e verificação do uso obrigatório de cinto de segurança, assentos infantis e capacetes. A cada dia devem ser instalados 160 pontos de fiscalização nas estradas e 1,5 mil em áreas urbanas.

No litoral, a PM fará patrulhamento ostensivo em áreas de orla ou que concentram quiosques, bares e restaurantes. Haverá uso de megafones para divulgação de mensagens de conscientização e prevenção ao novo coronavírus e também apoio a equipes locais de Vigilância Sanitária e Guarda Civil.

Sem desfile

Por causa da pandemia do novo coronavírus e atendendo a uma recomendação das autoridades sanitárias, não haverá desfiles ou paradas em homenagem à Independência do Brasil, celebrada no dia 7 de setembro. A informação foi dada hoje (4) pelo governador de São Paulo, João Doria.  

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

SP fecha último hospital de campanha para tratamento de covid-19

Os equipamentos utilizados serão doados para instituições assistenciais e unidades de saúde pública Com...

Arquidiocese terá paróquia em honra a Santa Dulce dos Pobres

No próximo sábado, 26, às 18h, o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo Metropolitano de São Paulo, presidirá...

Papa: cultura do descarte é um atentado contra a humanidade. ONU seja oficina de paz

Coronavírus, desigualdade, perseguição religiosa, armas, Amazônia e família: estes são alguns dos temas tratados pelo Papa Francisco...

Bíblia: alimento para a peregrinação dos filhos de Deus

Muitas pessoas afirmam ter dificuldade em ler e compreender as Escrituras, por não entender sua linguagem, símbolos e contextos. É por isso...

‘Economia de Francisco’: jovens dialogam com o Cardeal Scherer

Arcebispo de São Paulo participou de reunião virtual com três brasileiros integrantes ADCE que participam do evento internacional

Newsletter