‘Que possamos suportar as perseguições por amor a Jesus Cristo’

‘Que possamos suportar as perseguições por amor a Jesus Cristo’

Na missa da manhã deste sábado, 16, celebrada na capela de sua residência, o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, ressaltou que todos aqueles que vivem autenticamente a vida cristã estão sujeitos a sofrer perseguições.

Na celebração, transmitida pela rádio 9 de Julho e pelas mídias digitais da Arquidiocese, Dom Odilo renovou sua prece pelas pessoas que sofrem com os impactos da pandemia de COVID-19, especialmente os doentes, os profissionais da saúde, os pobres e os falecidos.  

EM NOME DE JESUS

No Evangelho do dia (Jo 15,18-21), Jesus continua a dar suas últimas recomendações aos discípulos, no contexto da última ceia. Nesse trecho, ele afirma: “Se o mundo vos odeia, sabei que primeiro me odiou a mim”.

“O ódio por Jesus que o levou morte é o ódio que os apóstolos também enfrentaram depois, pois os discípulos não são maiores que o mestre. Foi o que Jesus profetizou e o que, de fato, aconteceu ao longo da história”, afirmou o Cardeal, destacando que todos aqueles que procuram viver autenticamente a fé cristã um dia irão sofrer perseguição.

O Arcebispo ressaltou, ainda, que os cristãos não devem temer as perseguições e que o próprio Jesus, no fim do trecho desse Evangelho diz: “Tudo isto eles farão contra vós por causa do meu nome, porque não conhecem aquele que me enviou”.

FIRMEZA NA FÉ

Dom Odilo recordou a tantas pessoas que sofrem perseguições de muitos tipos, desde as mais violentas que levam até o martírio, como ainda hoje existem, até mesmo as perseguição por meio da ridicularização da fé, da discriminação social ou profissional, por preconceitos na opinião publica e até por se aproveitarem da legislação ou da estrutura do Estado para oprimir quem crê.

“Devemos ter muitas firmeza e paciência. Claro que a perseguição nos faz sofrer, mas é um sofrimento que tem um significado. Por isso, peçamos a Deus que nos dê forca e graça para que possamos suportar as perseguições por amor a Cristo”., completou o Cardeal, lembrando, ainda, a recomendação de Jesus para que quem é perseguido reze pelas conversão daqueles que os perseguem.  

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter