Regional Sul 1 emite nota sobre condição dos grupos indígenas em São Paulo

O Regional Sul 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) emitiu nota, na terça-feira, 12, sobre a situação das comunidades indígenas do Estado de São Paulo, como os Grupos Guarani e Tupi, no Vale do Ribeira e, em especial, o Grupo indígena do Jaraguá, composto pelos Guaranis. Leia a íntegra a seguir:

NOTA SOBRE A CONDIÇÃO DOS GRUPOS INDÍGENAS DA CIDADE E DO ESTADO DE SÃO PAULO

“Tive fome e me destes de comer … Estive doente e me visitastes … Em verdade eu vos digo: cada vez que o fizestes a um desses meus irmãos mais pequeninos, a mim o fizestes”. (Mt 25, 35.36.40).

O Regional Sul 1 da Conferência Episcopal dos Bispos do Brasil, que corresponde ao Estado de São Paulo, vem a público, por meio desta nota, alertar a Sua Excia. o Governador do Estado de São Paulo, João Dória, e a Sua Excia. o Prefeito da Cidade de São Paulo, Bruno Covas, sobre a situação das comunidades indígenas do Estado de São Paulo, como os Grupos Guarani e Tupi, no Vale do Ribeira e, em especial, o Grupo indígena do Jaraguá, composto pelos Guaranis.

O avanço descontrolado da pandemia do coronavírus (COVID-19) faz constatar que, no Grupo indígena do Jaraguá, até o início de maio, havia seis casos suspeitos, aguardando testes, e dois casos confirmados.

Devido a essa situação, solicitamos das autoridades públicas citadas atenção especial, rápida e emergencial em benefício dos grupos indígenas, proporcionando, a começar pela comunidade indígena do Jaraguá, a devida testagem de todos os seus habitantes e, dessa forma, preservar a vida desses grupos e seus cidadãos.

Nesse tempo difícil da pandemia, somos testemunhas do esforço dos Governos estadual e municipal no que se refere ao compromisso de implementar medidas em defesa da saúde e da vida dos cidadãos. Por isso mesmo, encorajamo-nos a fazer tal apelo, agradecendo a atenção dos respectivos mandatários e colocando-nos à disposição para auxiliar naquilo que estiver ao alcance da Igreja Católica.

Atenciosamente,

Dom Pedro Luiz Stringhini
Presidente

Dom Edmilson Amador Caetano
Vice-Presidente

Dom Luiz Carlos Dias
Secretário

+ posts

Graduado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade Estadual Paulista (Unesp); tem Pós-Graduação (Lato Sensu) em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte pela FMU.

Ingressou no Jornal O SÃO PAULO em dezembro de 2010 como repórter e desde agosto de 2014 ocupa a função de redator-chefe.

Na comunicação da Arquidiocese de São Paulo, também atua voluntariamente como apresentador-responsável do programa Camisa 9, da rádio 9 de Julho.

- publicidade -
- publicidade -

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

- publicidade -

Últimas Notícias

Presidência do Regional Sul 1 da CNBB posiciona-se sobre a atual pandemia

(COM INFORMAÇÕES DO REGIONAL SUL 1 DA CNBB) A Presidência do Regional Sul 1 da Conferência Nacional dos...

‘A pandemia não deve calar nosso testemunho da fé’, diz Cardeal Scherer

Arcebispo de São Paulo presidiu missa da Solenidade da Ascensão do Senhor e dia Mundial das Comunicações Sociais, na Catedral da Sé

Principais documentos da Igreja sobre comunicação

Em 1963, o Concílio Vaticano II aprovou o Decreto Inter Mirifica, primeiro documento conciliar que trata do tema das comunicações sociais

Magistério da Igreja acompanha o desenvolvimento da comunicação social

No domingo, 24, Solenidade da Ascensão do Senhor, a Igreja também comemora o 54º Dia Mundial das...

Em meio à crise econômica, Igreja no Líbano auxilia os mais atingidos

GUSTAVO CATANIA RAMOS (ESPECIAL PARA O SÃO PAULO) Em entrevista à Asia News, Dom...

Isolamento social permanece abaixo do esperado em SP

Taxa na capital paulista ficou em 52%. Ao todo, 500 cidades já registram casos em no estado

Newsletter