Confira nossa versão impressa

Solidariedade para com quem empreende

Plataformas, artistas e pessoas físicas oferecem auxiílio a pequenos comerciantes e empreendedores durante a crise provocada pela pandemia

Solidariedade para com quem empreende

“Minha família e eu, visando a ajudar as pessoas que não possuem a condição financeira de manter um e-commerce, criamos um sistema de cadastro para exibir o seu serviço vinculado ao seu WhatsApp. Não tem custo. Queremos ajudar você a ajudar outras pessoas.”

A postagem foi feita por Jade Bueno, em um grupo de vendas no Facebook, com o objetivo de proporcionar que pequenos empreendedores tenham, sem custos, divulgação gratuita de seus negó- cios e uma plataforma de vendas pela internet.

“Com a plataforma, as pessoas podem cadastrar sua categoria principal e as informações importantes para que o cliente as encontre de forma simples e rápida. Faremos campanhas de divulgação do site, e, na próxima fase, abriremos opções de poder customizar o seu cantinho lá dentro”, explicou Jade, criadora do https://vvendendo.com.br

Assim como Jade, artistas famosos têm usado seus espaços na televisão ou mesmo seus canais no YouTube e nas redes sociais para ajudar pequenos empreendedores a continuar suas vendas de produtos ou serviços durante a pandemia.

Recomeçar, sempre!

Para Thiago Ferreira, sócio da Pitaia Brasil, a ajuda veio por meio de um comediante conhecido, Danilo Gentili. O artista divulgou o delivery que a tapiocaria está tentando manter, pois precisaram fechar a unidade física que estava localizada na zona Norte de São Paulo.

Muitas iniciativas surgiram para apoiar pequenos e microempreendedores, neste tempo de recessão econômica. Parcerias, empréstimos e ações de Organizações Não Governamentais (ONGs) e instituições têm sido a forma que muitos encontraram para não precisar fechar seus negócios.

Solidariedade para com quem empreende

O Empreende Aí, escola de negócios da periferia para a periferia, em parceria com Firgun, plataforma de empréstimo coletivo, e o Impact Hub, organização conectada a uma rede global de empreendedores, pretendem arrecadar R$ 500 mil no Fundo Periferia Empreendedora. O valor será destinado a 200 pessoas diretamente prejudicadas pela crise e que precisam manter seus negócios abertos para pagar suas despesas básicas.

Cada pessoa terá R$ 3 mil de crédito e 120 dias para pagar com taxa de juros mensal de 1%. Microempreendedores de todo o Brasil, que atuam nas periferias das cidades e mantêm pequenos e micronegócios, participaram da seleção para receber o empréstimo.

Já o Gastronomia Periférica também elaborou ações para tentar amenizar os efeitos socioeconômicos da COVID-19 nas periferias, com a criação do Fundo para Necessidades Básicas, voltado ao atendimento de organizações parceiras e que já faziam parte da instituição de alguma forma.

Já a plataforma de Mentoria, da Aliança Empreendedora, está recebendo inscrições para ajudar empreendedores a pensar ações de marketing e vendas. O processo todo acontece on-line, e as pessoas podem receber mentorias de profissionais especializados.

Em frente!

Solidariedade para com quem empreende

O Matchfunding Enfrente, ação coordenada pela Fundação Arymax e pelo Instituto Humanize, em parceria com a Fundação Tide Setubal, criou uma plataforma colaborativa de financiamento que visa a investir em iniciativas de grupos coletivos periféricos de todo o Brasil.

“Temos frisado, em nossos conteúdos sobre a crise causada pela pandemia do novo coronavírus, que o maior impacto tem sido aos empreendedores e negócios de comunidades de baixa renda. A diminuição brusca nas vendas, somada à fragilidade econômica desses empreendedores e aos demais problemas de saúde pública, vem dificultando o sustento das famílias que dependem dos seus negócios”, afirmam os responsáveis pela plataforma, que tem o objetivo de fazer com que os recursos cheguem de forma mais rápida às pessoas que foram mais afeta- das pela crise.

O fundo já mobilizou mais de R$ 5 milhões, selecionando semanalmente as iniciativas e contando com até R$ 20 mil por iniciativa. Para saber mais, inscrever-se ou apoiar organizações, basta acessar o canal oficial do Matchfunding Enfrente na Benfeitoria.

Solidariedade para com quem empreende

A Aliança Empreendedora também organizou pelas redes sociais a campanha #compredopequeno, em prol do comércio local e os pequenos comerciantes: “Neste momento, consumir dos pequenos negócios é essencial. Além de fortalecê-los, você ajuda seu bairro ou comunidade. Por isso, procure saber quais são os pro- dutos e serviços que você pode consumir sem sair de casa ou de comerciantes locais próximos à sua residência”, consta em uma postagem na internet.

Foram disponibilizados gratuitamente pela Aliança Empreendedora pacotes de divulgação para que os comerciantes e empreendedores pudessem melhorar a comunicação nas redes sociais.

(Com informações de Aupa e Empreender 360)

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Comunicação acessível: Um direito e uma possibilidade

Na segunda-feira, 21, comemorou-se o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, que tem o objetivo...

Federação de Bancos alerta para aumento de fraudes durante a pandemia

Houve alta de 60% em tentativas de golpes financeiros contra idosos Levantamento da Federação...

OIT alerta para perda de renda do trabalho em todo o mundo

A maior queda nos três primeiros trimestres de 2020 ocorreu na região das Américas, baixa de 12,1% em relação a 2019

Nova encíclica ‘Fratelli tutti’ será publicada em 4 de outubro

A festa de São Francisco de Assis, em 4 de outubro, é a data escolhida pelo Papa Francisco para publicar sua nova...

Fiéis festejam a padroeira da Paróquia Santa Cândida

No domingo, 20, foi celebrada a festa da padroeira da Paróquia Santa Cândida, com missas presididas pelos...

Newsletter