Solidariedade para com quem empreende

Plataformas, artistas e pessoas físicas oferecem auxiílio a pequenos comerciantes e empreendedores durante a crise provocada pela pandemia

Solidariedade para com quem empreende

“Minha família e eu, visando a ajudar as pessoas que não possuem a condição financeira de manter um e-commerce, criamos um sistema de cadastro para exibir o seu serviço vinculado ao seu WhatsApp. Não tem custo. Queremos ajudar você a ajudar outras pessoas.”

A postagem foi feita por Jade Bueno, em um grupo de vendas no Facebook, com o objetivo de proporcionar que pequenos empreendedores tenham, sem custos, divulgação gratuita de seus negó- cios e uma plataforma de vendas pela internet.

“Com a plataforma, as pessoas podem cadastrar sua categoria principal e as informações importantes para que o cliente as encontre de forma simples e rápida. Faremos campanhas de divulgação do site, e, na próxima fase, abriremos opções de poder customizar o seu cantinho lá dentro”, explicou Jade, criadora do https://vvendendo.com.br

Assim como Jade, artistas famosos têm usado seus espaços na televisão ou mesmo seus canais no YouTube e nas redes sociais para ajudar pequenos empreendedores a continuar suas vendas de produtos ou serviços durante a pandemia.

Recomeçar, sempre!

Para Thiago Ferreira, sócio da Pitaia Brasil, a ajuda veio por meio de um comediante conhecido, Danilo Gentili. O artista divulgou o delivery que a tapiocaria está tentando manter, pois precisaram fechar a unidade física que estava localizada na zona Norte de São Paulo.

Muitas iniciativas surgiram para apoiar pequenos e microempreendedores, neste tempo de recessão econômica. Parcerias, empréstimos e ações de Organizações Não Governamentais (ONGs) e instituições têm sido a forma que muitos encontraram para não precisar fechar seus negócios.

Solidariedade para com quem empreende

O Empreende Aí, escola de negócios da periferia para a periferia, em parceria com Firgun, plataforma de empréstimo coletivo, e o Impact Hub, organização conectada a uma rede global de empreendedores, pretendem arrecadar R$ 500 mil no Fundo Periferia Empreendedora. O valor será destinado a 200 pessoas diretamente prejudicadas pela crise e que precisam manter seus negócios abertos para pagar suas despesas básicas.

Cada pessoa terá R$ 3 mil de crédito e 120 dias para pagar com taxa de juros mensal de 1%. Microempreendedores de todo o Brasil, que atuam nas periferias das cidades e mantêm pequenos e micronegócios, participaram da seleção para receber o empréstimo.

Já o Gastronomia Periférica também elaborou ações para tentar amenizar os efeitos socioeconômicos da COVID-19 nas periferias, com a criação do Fundo para Necessidades Básicas, voltado ao atendimento de organizações parceiras e que já faziam parte da instituição de alguma forma.

Já a plataforma de Mentoria, da Aliança Empreendedora, está recebendo inscrições para ajudar empreendedores a pensar ações de marketing e vendas. O processo todo acontece on-line, e as pessoas podem receber mentorias de profissionais especializados.

Em frente!

Solidariedade para com quem empreende

O Matchfunding Enfrente, ação coordenada pela Fundação Arymax e pelo Instituto Humanize, em parceria com a Fundação Tide Setubal, criou uma plataforma colaborativa de financiamento que visa a investir em iniciativas de grupos coletivos periféricos de todo o Brasil.

“Temos frisado, em nossos conteúdos sobre a crise causada pela pandemia do novo coronavírus, que o maior impacto tem sido aos empreendedores e negócios de comunidades de baixa renda. A diminuição brusca nas vendas, somada à fragilidade econômica desses empreendedores e aos demais problemas de saúde pública, vem dificultando o sustento das famílias que dependem dos seus negócios”, afirmam os responsáveis pela plataforma, que tem o objetivo de fazer com que os recursos cheguem de forma mais rápida às pessoas que foram mais afeta- das pela crise.

O fundo já mobilizou mais de R$ 5 milhões, selecionando semanalmente as iniciativas e contando com até R$ 20 mil por iniciativa. Para saber mais, inscrever-se ou apoiar organizações, basta acessar o canal oficial do Matchfunding Enfrente na Benfeitoria.

Solidariedade para com quem empreende

A Aliança Empreendedora também organizou pelas redes sociais a campanha #compredopequeno, em prol do comércio local e os pequenos comerciantes: “Neste momento, consumir dos pequenos negócios é essencial. Além de fortalecê-los, você ajuda seu bairro ou comunidade. Por isso, procure saber quais são os pro- dutos e serviços que você pode consumir sem sair de casa ou de comerciantes locais próximos à sua residência”, consta em uma postagem na internet.

Foram disponibilizados gratuitamente pela Aliança Empreendedora pacotes de divulgação para que os comerciantes e empreendedores pudessem melhorar a comunicação nas redes sociais.

(Com informações de Aupa e Empreender 360)

- publicidade -

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Padres compartilham com seminaristas experiências missionárias no Norte do Brasil

POR JOÃO FOUTO Atividade deu continuidade ao Simpósio Missionário realizado pelo Seminário Arquidiocesano Imaculada Conceição

Dom Odilo: ‘Acolher Jesus requer se comprometer com uma vida nova’

O Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, presidiu a missa na manhã desde sábado, 4,...

Centros esportivos serão reabertos na capital a partir do dia 5

Uso de máscara será obrigatório e usuários poderão fazer apenas caminhadas ao ar livre. Frequentadores terão que medir temperatura na entrada. Portões...

Cardeal Pell: ‘A Igreja não é um negócio, mas isso não justifica ineficiência ou corrupção’

POR JOÃO FOUTO “Nós cremos que a graça opera por meio da natureza”....

Governo do Estado apresenta atualização do Plano São Paulo

Região de Campinas regride para restrição total de atividades não essenciais; ao todo, são dez áreas do estado na etapa vermelha

Newsletter