Confira nossa versão impressa

SP está fazendo 8 mil testes para diagnóstico de coronavírus por dia

Segundo governo, até abril eram feitos mil exames por dia

SP está fazendo 8 mil testes para diagnóstico de coronavírus por dia
Leopoldo Silva/Agência Senado

O estado de São Paulo faz, a cada dia, oito mil testes para diagnóstico do novo coronavírus, seja por RT-PCR, que identifica o material genético do vírus, seja pelo teste rápido, que identifica a presença de anticorpos do vírus no sangue. Em abril eram feitos mil exames por dia. A informação foi divulgada nesta quinta-feira, 4, pelo diretor do Instituto Butantan e membro do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo, Dimas Covas. Em todo o estado, mais de 8,5 mil pessoas morreram em decorrência do novo coronavírus (COVID-19)

Segundo Covas, o estado está ampliando a capacidade de testes do novo coronavírus. Isso já teve início em meados do mês passado, quando começaram a ser testados policiais e seus familiares. Segundo Dimas Covas, serão testados 35 mil policiais militares, civis, bombeiros e técnico-científicos e as famílias desses policiais, em um total de 145 mil exames. Até este momento, de acordo com ele, foram testados cerca de 70 mil policiais e seus familiares. Desse total, 20% demonstraram ter tido contato com o vírus. “A taxa de positividade dessas pessoas que foram expostas ao vírus e que já adquiriram imunidade é em torno de 20%”, disse Covas.

Nesta quinta-feira, começou a ser testada a população da Fundação Casa, em suas 138 unidades do estado, com 4,8 mil internos. Também será iniciada hoje a testagem de profissionais da saúde do Hospital das Clínicas (HC) na cidade de Ribeirão Preto e do Hospital das Clínicas de São Paulo. “No HC de Ribeirão Preto serão testados 12 mil funcionários. No HC de São Paulo serão 20 mil funcionários”, detalhou. Outro público que começará a ser testado entre quinta e a sexta-feira, 5, são as pessoas que vivem nos 552 asilos do estado.

O governo paulista também pretende testar não somente a população carcerária, de asilos e das áreas de saúde e de segurança, mas também os doadores de sangue e todas as pessoas que apresentem sintomas leves de gripe. Até abril, o estado testava somente as pessoas que estavam internadas. “São Paulo é o estado do Brasil que mais testa e vai chegar ao nível de testagem de países como Itália e Espanha”, enfatizou Covas.

(Com informações de Agência Brasil)

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Como denunciar as fake news e outras irregularidades nas Eleições 2020?

Em sites específicos e até pelas redes sociais é possível ajudar a combater a desinformação neste dia de eleições Neste dia de eleição, eleitores que...

Eleitores de 57 cidades voltam às urnas neste domingo em todo o país

Na capital paulista, a disputa será entre Bruno Covas (PSDB) e Guilherme Boulos (PSOL). Votação acontece até às 17h

Projeto Janelas CASACOR: beleza, sustentabilidade e responsabilidade social

Vitrines estão espalhadas por 13 bairros de São Paulo, sendo quatro delas em comunidades, com uma exposição inclusiva, gratuita, segura

Papa exorta novos cardeais a permanecerem sempre no caminho do Senhor

O Papa Francisco presidiu neste sábado, 28, o Consistório Ordinário Público no qual foram criados 13 novos cardeais. A celebração aconteceu na Basílica de São...

Arquidiocese de São Paulo terá igreja jubilar pelos 200 anos de mártir coreano

No próximo domingo, 29, às 10h30, o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, presidirá uma missa na matriz da Paróquia Pessoal Coreana...

Newsletter