Confira nossa versão impressa

‘Vale a pena enfrentar a cruz e todo sofrimento por causa de Cristo’

Afirmou o Cardeal Scherer em missa na Catedral da Sé, nesta quinta-feira, 6, Dia de Oração pelos Cristãos Perseguidos

‘Vale a pena enfrentar a cruz e todo sofrimento por causa de Cristo’
Cardeal Scherer cumprimenta representantes da ACN na Catedral da Sé (Foto: Luciney Martins/O SÃO PAUO)

No data em que se celebra a Festa da Transfiguração do Senhor, nesta quinta-feira, 6, todos são chamados a participar do Dia de Oração pelos Cristãos Perseguidos, promovido pela Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre (ACN), com o apoio da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Na Catedral da Sé, o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo Metropolitano de São Paulo, presidiu a missa das 12h de hoje, na intenção por todos os cristãos perseguidos.

No começo da celebração, Dom Odilo exortou os cristãos que sofrem perseguições a se manter firmes na fé, e desejou que todos na Igreja estejam atentos para auxiliá-los em suas necessidades e que rezem por eles sempre.

O grande motivo para perseverar

O Cardeal, na homilia, recordou que diante de muitas privações, sofrimentos, humilhações e torturas a que os cristãos são submetidos, pode haver o caminho tentador de renunciar à fé no Cristo, mas eles assim não o fazem.

“Em vez de largar tudo, as pessoas enfrentam a perseguição, enfrentam todo tipo de vexame, humilhação, calúnia, sofrimento físico e moral. Vale a pena, por quê? Na transfiguração, nós temos a resposta. Vale a pena! Não é por fanatismo religioso, mas por um profundo motivo de fé. Nós cremos naquele que é o filho amado de Deus, Sua palavra é palavra de Deus”, ressaltou.

Dom Odilo também lembrou que o próprio Cristo foi perseguido, caluniado e injustamente condenado à morte, mas a tudo suportou por amor aos homens.

“Há uma grande recompensa para quem nele crê e permanece firme. Isso deu esperança e coragem aos mártires de antigamente e é isso que dá coragem aos que, nos dias de hoje, perdem tudo pelas perseguições religiosas, perdem muitas vezes até a vida em tantos lugares do mundo”, afirmou.

‘Vale a pena enfrentar a cruz e todo sofrimento por causa de Cristo’

Força na fé e clamor por justiça

Dom Odilo reforçou que, em todas as circunstâncias, os cristãos são chamados a dar seu firme testemunho de fé: “Que Deus dê força a todos os irmãos cristãos que são perseguidos. Que olhando para Jesus transfigurado, ouvindo a Sua voz, Suas palavras encontrem forças, e todos nós, crendo em Jesus ressuscitado e glorificado, possamos segui-lo tomando a Sua cruz. Que nossos irmãos em situação de perseguição tenham a certeza que vale a pena enfrentar a cruz e todo sofrimento por causa de Cristo!”

O Arcebispo também lembrou que deve ser mantido um permanente clamor por justiça, “para que ninguém seja perseguido por causa de sua fé, sua religião, ou impedido de praticá-la, pois isso é um direito humano. Que este direito seja assegurado a todos pelas autoridades de cada país e pelos organismos internacionais”. 

Na conclusão da homilia, Dom Odilo rezou para que Deus abençoe e fortaleça os cristãos perseguidos, que eles tenha a certeza de contar com a oração e a solidariedade dos cristãos em todo o mundo e que renovem a fé em Jesus crucificado e ressuscitado.

Gratidão à ACN

‘Vale a pena enfrentar a cruz e todo sofrimento por causa de Cristo’

Assim como já havia feito no começo da missa, o Arcebispo agradeceu aos representantes da ACN pelos trabalhos que realizam para a captação de recursos que, concretamente, são utilizados para ajudar os cristãos em projetos e em situações mais extremas, como igrejas destruídas, casas roubadas, falta trabalho e diferentes tipos de perseguição.

Por fim, o Cardeal Scherer fez menção à população de Beirute, que na quarta-feira, 5, sofreu com uma grande explosão na cidade, que deixou rastros de destruição, morte e sofrimento. Dom Odilo exortou que todos se unam em oração pelos libaneses.

Sobre o Dia de Oração pelos Cristãos Perseguidos

O Dia de Oração pelos Cristãos Perseguidos teve início em 2015 e, desde então, ocorre anualmente em agosto, em referência à noite de 6 de agosto de 2014, quando cerca de 100 mil cristãos tiveram de abandonar suas casas na Planície de Nínive, no Iraque, expulsos pelos extremistas do grupo Estado Islâmico.

Assim que recebeu as primeiras informações na manhã do dia 7 de agosto, a ACN mobilizou os benfeitores e iniciou campanhas e projetos para socorrer materialmente e espiritualmente os perseguidos e refugiados.

Com este Dia de Oração, uma iniciativa da ACN com o apoio da CNBB, as pessoas passaram a ter mais informações sobre cristãos perseguidos e souberam que, em determinadas partes do mundo, uma pessoa pode morrer simplesmente por usar um crucifixo no pescoço.

Saiba mais detalhes sobre o Dia de Oração pelos Cristãos Perseguidos em www.acn.org.br/6deagosto.

(Colaborou: Jenniffer Silva)

LEIA TAMBÉM

Cristãos: os mais perseguidos em todo o mundo

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Cardeal Scherer ordenará dois novos padres para a Arquidiocese neste sábado

Neste sábado, 5, o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, às 15h, presidirá a ordenação de dois novos padres, no Santuário Arquidiocesano...

Novo documento do Vaticano ressalta o compromisso dos bispos pela unidade dos cristãos

“O Bispo e a unidade dos Cristãos: vademecum ecumênico” é o título do novo documento publicado pelo Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade...

Dom Jorge Pierozan conclui visitas pastorais na Região Santana

O Bispo celebrou na Paróquia Santa Joana D’Arc, no  Setor Pastoral Tremembé No domingo, 29 de novembro, Dom Jorge Pierozan, Bispo Auxiliar de São Paulo...

Paróquia Nossa Senhora das Graças realiza festa da padroeira na Brasilândia

As festividades foram encerradas com uma procissão luminosa e missa solene Com o tema “Maria, mãe da consolação e de todas as graças”, foi celebrada...

Governo cria Comitê Interministerial de Doenças Raras

Decreto está publicado hoje no Diário Oficial da União O governo federal criou o Comitê Interministerial de Doenças Raras, que funcionará no âmbito do Ministério...

Newsletter