Confira nossa versão impressa

Audiências do Papa Francisco voltarão a ser sem a presença do público

Medida tem o objetivo de proteger os fiéis do contágio com a COVID-19, após a sinalização de caso positivo na audiência da semana passada

Audiências do Papa Francisco voltarão a ser sem a presença do público
Papa Francisco, durante audiência na biblioteca do Palácio Apostólico (Foto: Vatican Media)

O Vaticano informou nesta quinta-feira, 29, que, a partir de 4 de novembro, as audiências gerais do Papa Francisco às quartas-feiras voltarão a ser realizadas na biblioteca do Palácio Apostólico, sem a presença de público e transmitidas pelos meios de comunicação.

De acordo com o comunicado, a decisão foi tomada “após a sinalização de um caso positivo a COVID-19 durante a audiência geral de quarta-feira, 21 de outubro, e a fim de evitar qualquer possível risco futuro para a saúde dos participantes”.

Desde dois de setembro, as audiências haviam voltado a contar com a presença de fiéis, após 189 dias sendo apenas transmitidas pelas mídias. Os primeiros eventos aconteceram no pátio de São Dâmaso, área aberta localizada nas dependências do Palácio Apostólico, e nas últimas semanas, estava acontecendo na sala Paulo VI, seguindo todas as medidas e protocolos preventivos.

COVID-19 no Vaticano

No dia 18, a Sala de Imprensa da Santa Sé informou que houve um caso confirmado de COVID-19 entre um dos moradores da Casa Santa Marta, residência onde o Santo Padre Vive. A pessoa não apresentava sintomas e foi colocada em isolamento, assim como todos os que entraram em contato direto com ela.

Na ocasião, também foi informado que os três casos positivos entre residentes e cidadãos do Estado da Cidade do Vaticano ficaram curados, enquanto que ao novo caso se acrescentavam “os positivos encontrados entre os Guardas Suíços”.

A Sala de Imprensa reiterou, ainda, que “as disposições emitidas pela Santa Sé e pelo Governador do Estado da Cidade do Vaticano continuam a ser observadas e o estado de saúde de todos os residentes da Casa Santa Marta está sendo constantemente controlado. De igual modo, foi garantido que o Papa Francisco goza de bom estado de saúde e tanto ele como seus colaboradores próximos são testados frequentemente.

(Com informações de Vatican News)

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Dom Luiz inaugura capela da medalha milagrosa na Paróquia São Felipe Néri

Também se comemorou o centenário do fundador da Congregação e da Paróquia, o Padre Aldo Giuseppe Maschi (1920-1999) Na sexta-feira, 27 de novembro, Dom Luiz...

Pastoral do menor da Região Sé promove encontro on-line

O missionário José Cícero conduziu o momento de espiritualidade A Pastoral do Menor da Região Episcopal Sé realizou um encontro on-line em 26 de novembro,...

Em busca da unidade: bispos terão manual da Santa Sé sobre ecumenismo

Nesta sexta-feira, 4, na Sala de Imprensa da Santa Sé, no Vaticano, será apresentado o documento intitulado “O bispo e a unidade dos cristãos:...

Carreata marca os 50 anos da Paróquia Nossa Senhora de Casaluce

A comunidade instalada no bairro do Brás a mais de um século, foi elevada paróquia no dia 19 de outubro de 1970 No sábado, 28...

Rede Mundial de Oração do Papa torna-se Fundação Vaticana

A Sala de Imprensa da Santa Sé divulgou nesta quinta-feira, 3, um comunicado informando que, por decisão do Papa Francisco, a Obra Pontifícia “Rede...

Newsletter