Confira nossa versão impressa

Ordem do Santo Sepulcro de Jerusalém envia ajuda financeira à Terra Santa

Local que tem sua economia pautada no turismo foi fortemente atingido pela crise sanitária do novo coronavírus

Ordem do Santo Sepulcro de Jerusalém envia ajuda financeira à Terra Santa
Vatican News

Diante da pandemia de COVID-19, a Ordem Equestre do Santo Sepulcro de Jerusalém, por meio de seus 30 mil membros, enviou, recentemente, uma ajuda financeira extra no valor 3 milhões de euros.

Com a doação, mais de 2,4 mil famílias distribuídas em cerca de 30 paróquias foram beneficiadas. Destas, 1.238 que residem na Jordânia, e 1.180 na Palestina tiveram o apoio destinado à quitação de mensalidades escolares.

O valor arrecado soma-se à ajuda habitual que a Ordem fornece à Diocese de Jerusalém.

LEIA TAMBÉM

Custódia da Terra Santa atua para evitar êxodo de cristãos

DEFESA DA FÉ

Com sede na Cidade do Vaticano, a Ordem Equestre do Santo Sepulcro de Jerusalém é uma associação internacional de fiéis sob a defesa da Santa Fé e tem como missão, a prática da vida Cristã, em fidelidade com o Santo Padre, e obediência as doutrinas da Igreja. Com isso, uma de suas principais características é a assistência à Terra Santa.

Possui, assim, as personalidades jurídicas, canônica e pública, constituída pela Santa Sé, pela Lei Canônica 312, parágrafo 1:1.

Sendo a única instituição secular do Vaticano com responsabilidade ao Patriarcado Latino de Jerusalém, as doações realizadas por seus membros são o principal recurso de financiamento de suas instituições.

‘RESPOSTA GENEROSA’

Em entrevista ao Vatican News, o Cardeal Fernando Filoni, Grão-Mestre da Ordem do Santo Sepulcro, afirmou que para os integrantes da associação, a Terra Santa representa a “Igreja Mãe”, por isso, deve ser preservada.

“Não podemos permitir que se torne simplesmente um sítio arqueológico que nos ajude a lembrar da encarnação, da história da salvação. Queremos que a presença cristã seja mantida viva nesses lugares santos: é um bem para toda a Igreja e para toda a humanidade. Para a nossa ordem, este compromisso deriva precisamente do mandato que os Pontífices nos deram: é uma de nossas missões ao lado da santificação da vida pessoal de nossos membros”.

O Cardeal Filoni contou que com a pandemia, os membros se questionaram sobre como inibir os efeitos desta crise no local, decidindo, pois, pela angariação extra, o que ele definiu como uma “reposta generosa”, que “não pode sequer ser quantificada no que foi coletado materialmente. É um grande ato de generosidade da parte de nossos membros, da parte da Ordem”, refletiu.

OUÇA A ENTREVISTA COMPLETA

Conheça mais sobre a Ordem Equestre do Santo Sepulcro de Jerusalém

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Missionários Claretianos comemoram 125 anos de presença no Brasil

Uma missa presidida pelo Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, na Paróquia Imaculado Coração de...

Prefeitura pede que no Dia de Finados cerimônias religiosas em cemitérios ocorram em espaços abertos

Em nota divulgada à imprensa na tarde da segunda-feira, 26, a Prefeitura de São Paulo recomendou que...

‘Acolhamos com fé a semente e o fermento do Reino de Deus’

O Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, presidiu a missa desta terça-feira, 27, na capela...

Conheça os novos cardeais do Papa Francisco

Entre eles estão os arcebispos de Washington (EUA) e de Santiago do Chile Três...

Capela São Camilo de Lellis é a presença da Igreja no Hospital do Mandaqui

O templo localizado no hospital da zona Norte de São Paulo é o último retratado na série especial de reportagens do O...

Newsletter