Confira nossa versão impressa

Papa nomeia novo Secretário-Geral do Sínodo dos Bispos

Função era desempenhada pelo Cardeal Lorenzo Baldisseri, 80, que solicitou sua renúncia por limite de idade

Papa nomeia novo Secretário-Geral do Sínodo dos Bispos
Dom Mario Grech e o Papa Francisco. Crédito: Vatican News

O Papa Francisco anunciou na terça-feira, 15, Dom Mario Grech, Bispo Emérito da Diocese de Gozo, uma pequena ilha mediterrânea que pertence a Malta, como novo Secretário-Geral do Sínodo dos Bispos. Ele sucederá o Cardeal Lorenzo Baldiseri, que apresentou ao Pontífice seu pedido de renúncia ao atingir o limite canônico de idade, 80 anos.

Dom Grech tem 63 anos e, desde outubro de 2019, colaborava com o Cardeal Baldisseri como Pró-Secretário Geral do Sínodo dos Bispos.

Nascido em 20 de fevereiro de 1957, em Qala, também em Malta, Dom Grech foi ordenado sacerdote em 1984, e nomeado Bispo de Gozo em novembro de 2005, pelo Papa Emérito Bento XVI.

A pequena ilha no centro do mar Mediterrâneo, Gozo é parte da República de Malta, com uma população de cerca 32 mil pessoas. A Diocese é uma das menores da Igreja Católica, mas apresenta uma das taxas mais altas de sacerdotes em relação à população.

Também devido à posição geográfica de sua antiga Diocese, o novo Secretário Geral do Sínodo dos Bispos falou em várias ocasiões sobre a tragédia dos migrantes. Uma “questão complexa”, declarou em uma entrevista anterior ao Vatican News, que “deve ser seguida e abordada com grande calma, com muita prudência, mas também com muita responsabilidade”, porque antes de tudo “devemos proteger a vida humana”.

O SÍNODO DOS BISPOS

Instituído pelo Papa Paulo VI por meio do o Motu Proprio “Apostolica sollicitudo” (cuidado apostólico em português), de 15 de setembro de 1965, o Sínodo dos Bispos é uma instituição eclesiástica permanecente do Colégio Episcopal, que prevê a reflexão e aprofundamento de temas relacionados a Igreja, de forma a acompanhar as mudanças de cada período, como forma de que a experiência feita no Concílio Vaticano II, continuasse perpetuando por toda a história.

A primeira assembleia geral ordinária aconteceu dois anos mais tarde de sua criação, entre os dias 29 de setembro a 29 de outubro de 1967, e teve como tema central: “A preservação e o fortalecimento da fé católica a sua integridade, o seu vigor, o seu desenvolvimento, a sua coerência doutrinal e histórica”.

A última Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos foi sobre a Pan-Amazônica ocorreu de 6 a 27 de outubro de 2019, como o tema: “Amazônia: Novos Caminhos para a Igreja e para uma Ecologia Integral”.

LEIA MAIS

Conheça o histórico dos Sínodo dos Bispos

(Com informações de: Vatican News e Canção Nova)

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Retirar-se para ouvir a voz de Deus

O SÃO PAULO apresenta indicações para quem deseja realizar um retiro espiritual de maneira solitária e pessoal

Marcha pela Vida 2020: a mulher e o bebê têm igual direito de viver

Não foi como nos anos anteriores, com centenas de pessoas nas ruas, mas a Marcha pela Vida...

São João Paulo II: um Santo e poeta da Igreja

Dando sequência a série especial que rememora santos poetas da Igreja ao longo da história, O SÃO...

Polônia inaugura mural gigante de São João Paulo II no ano do centenário

Uma cidade polonesa inaugurou um mural gigante de São João Paulo II, em homenagem ao centenário de...

Declaração do Papa sobre homossexuais foi editada com fragmentos de entrevista de 2019

Cineasta utilizou trechos retirados do contexto original de uma entrevista do ano passado para compor afirmação do Pontífice a respeito das uniões...

Newsletter