Arquidiocese realiza formação litúrgico-musical para o tempo do Advento e Natal

A formação on-line uniu reflexões teóricas e práticas sobre os cantos nas celebrações do Advento e Natal

Arquidiocese realiza formação litúrgico-musical para o tempo do Advento e Natal
Reprodução

A Comissão Arquidiocesana de Liturgia (CAL) promoveu no dia 17 um encontro on-line de formação litúrgico-musical com ênfase para o período do Advento e Natal.

A atividade foi transmitida pelo canal da Catedral da Sé – SP no YouTube e contou com a participação do Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo; de Dom José Benedito Cardoso, Bispo Auxiliar da Arquidiocese e Referencial para a Liturgia; do Padre Luiz Eduardo Pinheiro Baronto, Cura da Catedral e redator do folheto litúrgico Povo de Deus em São Paulo; do Padre José Weber, SVD, liturgista, compositor e um dos principais músicos responsáveis pela renovação da música litúrgica na Igreja do Brasil; e do maestro Delphim Rezende Porto, do coro da Catedral da Sé.

Encontro de esperança

 Ao dar início ao encontro, Dom Odilo destacou que o Advento abre o ano litúrgico na Igreja e é caracterizado por duas ideias centrais. “O Advento é marcado pela experiência do encontro e da esperança. Do encontro do Senhor que vem ao nosso encontro. Nosso Deus é o Deus do encontro, Ele não está parado e nós, também, não estamos parados. Nós vamos ao encontro do Senhor, que vem para estar no meio de nós.”

O Cardeal lembrou ainda que no Natal se recorda o mistério da Encarnação. “Deus que vem a nós e assume a nossa condição humana e se faz um de nós pelo Filho, que assume, portanto, a humanidade na sua divindade. O mistério da salvação se resume nisto: Deus que nos une a si, nos transforma e nos enche de alegria, este é o mistério do encontro com Deus.”

Em seguida, o Cardeal explicou que a segunda ideia central é o mistério da esperança e que, ao longo do período do Advento em preparação para o Natal, os cristãos contemplam as belíssimas profecias, sobretudo as do profeta Isaías. Recordou, também, das orações de cada semana do Advento e os prefácios próprios.

“As profecias, as orações e os prefácios trazem a tônica da esperança, a confiança no Deus fiel, fiel a sua promessa. Deus está sempre pronto para acolher o homem, mesmo quando este Dele se afasta. A esperança se completa no grande encontro do Advento, que nos faz olhar para trás, lembrando os acontecimentos salvíficos ao longo da história e a encarnação do Filho de Deus.”

“O mistério da Liturgia lembra o hoje da nossa vida, da nossa história, e nos faz olhar para a frente na perspectiva do futuro. Por isso, neste tempo, recordamos a perspectiva escatológica do Advento, esse ciclo nos faz olhar para além do tempo presente, além das realidades presentes”, afirmou o Arcebispo.

Dom Odilo falou ainda que o “Diretório da Liturgia da Igreja no Brasil”, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), é o guia prático com as orientações litúrgicas a serem seguidas.

“O ‘Diretório da Liturgia’ é o material oficial da Igreja que traz unidade e referência segura para as paróquias e equipes litúrgicas, com indicações para as celebrações de cada dia e de cada tempo ao longo do ano litúrgico”, concluiu.

Itinerário 

Padre Baronto, inicialmente, explicou o significado dos dois adventos. “Existe o Advento Escatológico, que corresponde à primeira e à segunda semanas (orientadas para a segunda vinda do Senhor), e o Advento Natalício, que corresponde à terceira e à quarta semanas do Advento (orientadas para a primeira vinda do Senhor)”, afirmou, explicando com detalhes cada momento.

Ao longo do encontro, Padre Baronto detalhou alguns elementos próprios do rito do Advento. “Todo tempo litúrgico cria um espaço litúrgico. É como se houvesse uma relação muito próxima entre tempo e espaço. O tempo do Advento cria uma espécie de ambientação: usa-se menos flores, os cantos são em um tom menor, usa-se a coroa do Advento. Outro elemento presente neste período é a palavra expectativa – a expectativa da segunda vinda de Jesus e a celebração da primeira vinda do Senhor”, afirmou, citando o prefácio da Liturgia.

O Cura da Catedral também comentou que a coroa do Advento é uma tradição que enriquece a celebração. “As velas são acesas a cada domingo, lembrando as promessas de Deus sobre a chegada do Messias, e as cores fortes relembram a ansiedade da espera e a necessidade de arrependimento de nossos pecados.”

O Cura da Catedral fez menção às orações do prefácio de cada domingo do período litúrgico e evidenciou que “a Palavra de Deus está no centro do Advento”. Referindo-se à novena de Natal, Padre Baronto destacou que “a novena recuperou dos séculos VI e VII as antífonas do Ó, que recordam os títulos do Messias”.

Teoria e prática 

A live uniu reflexões teóricas e práticas sobre os cantos entoados nas celebrações dos domingos do Advento e Natal, com explicações sobre a escolha do repertório musical.

Padre José Henrique Weber, compositor da música de Advento mais conhecida “Senhor, vem salvar teu povo”, observou que “na Igreja se canta a Liturgia, o que é diferente de cantar na Liturgia, pois neste caso se corre o perigo de cantar qualquer coisa, que pode não combinar com a vivência do tempo litúrgico. Entender a Liturgia é um fator fundamental de educação da fé. Os textos e músicas litúrgicas nos introduzem no espírito de cada tempo litúrgico”.

O maestro Delphim Rezende Porto mostrou algumas sugestões de cantos próprios e falou de playlists disponíveis gratuitamente nas plataformas digitais para serem usadas pelas equipes litúrgicas.

“A escolha do repertório musical para as celebrações litúrgicas segue critérios possíveis de serem aplicados em todo o Brasil. Aprender e inovar é sempre possível”, disse, ressaltando a importância de manter a fidelidade às referências bíblicas de cada celebração e aos textos propostos para cada Liturgia, como as antífonas, pequenos versículos introdutórios para os diferentes momentos da missa.

As partituras musicais para os domingos do Advento e Natal deste ano, assim como os folhetos litúrgicos das missas, já estão disponíveis para download gratuito no Portal da Arquidiocese de São Paulo.

A íntegra do encontro on-line pode ser vista pelo link: https://cutt.ly/WTHuIMm.

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter