Australianos enaltecem a santidade de vida dos criadores do método Billings

Australianos enaltecem a santidade de vida dos criadores do método Billings
Catholic News Service - CNS

John e Evelyn Billings, médicos australianos conhecidos por seu trabalho pioneiro em um dos métodos de fertilidade natural mais bem-sucedidos até hoje, o método Billings, estão sendo celebrados como santos em potencial pelos profissionais que trabalharam com eles, bem como por famílias que ainda se beneficiam de seus ensinamentos, presentes em mais de 40 países ao redor do mundo. 

Embora falecidos há alguns anos – John Billings, em 2007, e Evelyn Billings em 2013 –, o interesse em sua história pessoal está crescendo, com um site dedicado a promover sua causa de canonização, com base em seus atributos pessoais inspiradores e profunda fé católica. 

VIDA DE SANTIDADE 

Lynne Anderson, presidente da Billings Life Austrália, uma agência oficial de disseminação do método, afirmou não estar surpresa com os pedidos para que os dois sejam feitos santos. Ela os descreveu como um casal notavelmente altruísta, que também era muito dedicado à prática de sua fé católica. 

“Eles eram muito devotos, frequentadores diários da missa e, sempre que viajavam para o exterior para conferências, tendiam a ficar hospedados em comunidades religiosas”, disse ela. 

“Quando John começou este trabalho em 1953, Lyn estava trabalhando no Royal Children’s Hospital, e o casal concordou em adotar o que era seu nono filho, quando viram um pobre bebê que ficou órfão e teve ferimentos profundos, incluindo a amputação de uma das mãos.” 

“Eles eram conhecidos por sua infalível generosidade de espírito”, acrescentou Lynne. “Também foram um grande exemplo de vida de casados, dedicados a honrar as conquistas um do outro e compartilhar o método Billings com comunidades em conferências ao redor do mundo, muitas vezes viajando por seis a oito semanas de cada vez, duas a três vezes por ano.” 

“Eles não aceitariam nenhuma honraria, a menos que fosse dada a ambos, e raramente apareciam em público sem o outro: eles eram uma equipe real e um exemplo perfeito do que um casamento cheio de fé pode ser.” 

TRAJETÓRIA 

Sua jornada começou na década de 1950, quando John Billings foi abordado pelo Padre Maurice Catarinich, um conselheiro matrimonial de Melbourne, como era desejo de Dom Daniel Mannix, então Arcebispo daquela localidade, que estava procurando iniciar uma agência de assistência social católica para ajudar casais cujos casamentos estavam com problemas porque não tinham uma maneira confiável e natural de “espacejar” a chegada dos filhos, se assim desejassem. 

Evelyn Billings ficou cada vez mais interessada no trabalho do marido quando revisou seu primeiro livro sobre fertilidade natural e quis se envolver. Em 1966, ela fez uma descoberta marcante, reconhecendo padrões na secreção de muco do colo do útero antes da ovulação; isso ajudou os casais a identificar o dia mais fértil do ciclo menstrual de uma mulher. 

O método Billings ganhava crescente interesse internacional e, em 1971, já havia sido reconhecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS). 

Fonte: Catholic News Service (CNS) 

1 comentário em “Australianos enaltecem a santidade de vida dos criadores do método Billings”

  1. O casal Billings é um exemplo de dedicação e defesa da Saúde reprodutiva e dignidade da mulher e da família .Visitaram o Brasil algumas vezes para divulgação , implantação do conhecimento do MOB . Todo nosso reconhecimento e gratidão ao Casal Billings

    Responder

Deixe um comentário