Eleições 2022: Lula e Bolsonaro vão ao 2o turno na disputa para presidente da República

No estado de São Paulo, candidatos dos dois presidenciáveis continuam na disputa pelo Palácio dos Bandeirantes: Tarcísio de Freitas (Republicanos) e Fernando Haddad (PT)

*Notícia atualizada às 7h30 da segunda-feira, 3

Foto: Agência Brasil/Rovena Rosa

A eleição presidencial no Brasil será definida em 2o turno, a ser realizado em 30 de outubro. Com 99,99% das urnas apuradas até o fim da noite do domingo, 2, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) alcançou 48,43% dos votos válidos (57.257.473 votos totais), seguido pelo atual presidente, Jair Bolsonaro (PL), com 43,20% (51.071.106 votos).

Em 3o lugar na disputa presidencial ficou Simone Tebet (MDB), com 4,16% dos votos válidos (cerca de 4,9 milhões de votos), seguida por Ciro Gomes (PDT), com 3,04% (3,59 milhões de votos aproximadamente). Cada um dos demais candidatos não totalizou 1% dos votos válidos.

O índice de abstenções de eleitores foi de 20,94% (32.765.980 pessoas não compareceram para votar), percentual similar ao da eleição presidencial de 2018. O percentual de votos brancos foi de 1,59% (1.964.761) e de nulos 2,82% (3.487.835).

TARCÍSIO E HADDAD FARÃO O 2O TURNO EM SP

No estado de São Paulo, o 2o turno será disputado entre Tarcísio de Freitas (Republicanos) e Fernando Haddad (PT).

Com 100% das urnas apuradas, o candidato apoiado por Jair Bolsonaro obteve 42,32% dos votos válidos (9.881.995 votos), e o petista 35,70% (8.337.139 votos).  

O terceiro colocado foi Rodrigo Garcia (PSDB), que alcançou cerca de 18,4% dos votos válidos. Será a primeira vez, desde 1994, que o PSDB não elegerá o governador do estado com o maior eleitorado do País.

Para o Senado, o eleito foi o astronauta Marcos Pontes (PL), com mais de 10,7 milhões votos, obtendo mais de 49% dos votos válidos.

EM MINAS E NO RIO, GOVERNADORES SE REELEGEM

Em 14 estados e no Distrito Federal, a eleição foi definida em 1o turno, com ocorreu no Rio de Janeiro e Minas Gerais, onde os atuais governadores foram reeleitos: No Rio, Claudio Castro (PL), com 58,67% dos votos válidos. Em Minas Gerais, Romeu Zema (Novo) obteve 56,18% dos eleitores com votos válidos.

ACESSE OS RESULTADOS COMPLETOS NA ELEIÇÃO NO SITE DO TSE

Deixe um comentário