‘Não deve mais haver vencedores e vencidos, mas, sim, o desejo de caminhar juntos para construir um Brasil melhor’

Afirmou o Cardeal Odilo Scherer, ao comentar o resultado das eleições, conclamando o povo a “acalmar os ânimos” e exercer seu papel na sociedade em vista do bem comum

‘Não deve mais haver vencedores e vencidos, mas, sim, o desejo de caminhar juntos para construir um Brasil melhor’, Jornal O São Paulo
Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo (Foto: Luciney Martins/O SÃO PAULO)

No programa “Encontro com o Pastor” desta segunda-feira, 31, o Cardeal Odilo Pedro Scherer comentou o resultado do segundo turno das eleições no Brasil, no qual foi eleito o novo presidente da república e governadores, entre os quais, o do estado de São Paulo.

LEIA TAMBÉM:
Dom Odilo parabeniza os eleitos à Presidência do Brasil e ao governo de SP

O Arcebispo de São Paulo, que está Roma para compromissos da presidência do Conselho Episcopal Latino-Americano e Caribenho (Celam), destacou aos ouvintes da rádio 9 de Julho e internautas que “o resultado das urnas atesta o que o povo escolheu” e, portanto, os eleitos devem governar, enquanto quem não foi eleito é chamado a atuar na oposição, “controlando e cuidando para que o eleito governe bem e não haja desvio de rumos e nem corrupção”, reforçando que o poder deve ser exercido em benefício do povo.

“Terminado este momento da eleição, é hora de acalmar os ânimos. Cada um assuma a sua parte e não deve mais haver vencedores e vencidos, mas, sim, o desejo de caminhar juntos em um projeto para construir um Brasil melhor, um estado de São Paulo melhor”, exortou Dom Odilo.

O Cardeal Scherer acrescentou que todos, de maneiras diferentes, desejam o bem para o Brasil e o estado. Para isso, cada um deve acompanhar aqueles que foram eleitos e exigir deles que realizem aquilo que prometeram em função do bem comum. “Ninguém é eleito para ser um mal governador ou presidente. Todos devem ter em mente um projeto bom para que o Brasil e o estado sejam melhores”, completou.

“Os adversários políticos não devem ser considerados inimigos. Pode ser que estejam na nossa própria casa, na nossa turma de trabalho, na vizinhança, na nossa Igreja, na nossa comunidade. Isso é possível e podemos conviver porque há valores maiores que nos unem e esses que agora são importantes”, destacou o Arcebispo, completando que é em função de tais valores que todos devem caminhar juntos em prol do bem comum.

Ouça a íntegra do programa “Encontro com o Pastor”

2 comentários em “‘Não deve mais haver vencedores e vencidos, mas, sim, o desejo de caminhar juntos para construir um Brasil melhor’”

  1. Parabéns pela sensata postura de incentivar a construir pontes e Paz , pelo bem comum por amor e com amor.Jesus nunca se distanciou de seus diferentes Aí está a possibilidade do lapidar de nossas misérias rumo a santidade.❤️🙏🙌

    Responder
  2. sim , existem bem muito maiores para perseguimos, vamos em frente sem vencedores e vencidos , mas uma única nação que precisa ser reconstruída pós pandemia.

    Responder

Deixe um comentário