Sofro e choro pela Ucrânia: Papa pede que fiéis rezem um terço por dia pela paz

De modo especial, o Papa se referiu à situação na Ucrânia e questionou se realmente estão sendo feitos esforços pela paz. “Não nos rendamos à lógica da violência. Empreenda-se o caminho do diálogo e da paz!”

Vatican Media

O Papa Francisco fez um pedido aos fiéis na oração do Regina Coeli deste domingo: “Ao iniciar hoje o mês dedicado à Mãe de Deus, gostaria de convidar todos os fiéis e as comunidades a rezarem o Terço todos os dias de maio pela paz”.

O Pontífice dirigiu seu pensamento à cidade ucraniana de Mariupol, “cidade de Maria”, barbaramente bombardeada e destruída, e solicitou novamente a criação de corredores humanitários para as pessoas refugiadas na siderúrgica da cidade. “Sofro e choro”, disse o Papa, “pensando nos sofrimentos da população ucraniana e, em especial, aos mais frágeis, aos idosos e às crianças”. Francisco citou as notícias “terríveis” a respeito de crianças expulsas e deportadas.

Neste contexto, no qual se assiste a um “macabro retrocesso de humanidade”, o Papa se pergunta se está-se em busca realmente da paz, se há vontade de evitar uma contínua escalada militar e verbal, se está sendo feito todo o possível para que se calem as armas:

“Eu lhes peço, não nos rendamos à lógica da violência, à perversa espiral das armas. Empreenda-se o caminho do diálogo e da paz”, exortou o Pontífice, convidando os fiéis a um momento silencioso de oração.

Bianca Fraccalvieri – Vatican News

Deixe um comentário